Colesterol valores de referência – LDL, HDL, VDL: Como baixar?

O colesterol é um tipo de gordura  derivado do álcool presente em quase todas as células do corpo humano. A função da substância é garantir energia para o funcionamento do organismo. Ele ajuda na fabricação da bile (usada para dissolver gorduras) e até no sistema digestivo ele se faz fundamental.

Uma parte considerável do colesterol que nutre o organismo é conquistado somente por meio da alimentação, cerca de 25% aproximadamente. Os outros 75% restantes são produzidos naturalmente pelo fígado. O que o faz poder ser considerado um vilão para a saúde é que existe mais de um tipo de colesterol, sendo que um age positivamente e outro negativamente no corpo.

Segundo dados do Ministério da Saúde, cerca de 40% dos brasileiros tem problemas de colesterol alto e já desenvolveram doenças associadas ao problema como problemas cardiovasculares e diabetes.

colesterol para que serve

Tipos de Colesterol

Existem três tipos de colesterol no corpo, ambos necessários. No entanto, enquanto um é necessário em maiores quantidades o outro é pouco requisitado e, se em alta quantidades, é altamente prejudicial.São eles:

tipos de colesterol HDL (High Density Lipoprotein) – Este é considerado o colesterol bom e que deve estar presente em alta quantidade no corpo. Ele é a porcentagem produzida pelo fígado e atua diretamente nas células de forma a regular os níveis de hormonais e de dissolução de gorduras.

Ter altas quantidades deste tipo do colesterol no corpo não somente ajuda a manter estas funções essenciais protegidas, mas também ajuda a dissolver o colesterol ruim, o LDL.

Valores de referência

  • Colesterol baixo: menor que 40 mg/dL
  • Normal: acima de 40 mg/dL

LDL (Low Density Lipoprotein) – O colesterol ruim é o de baixa densidade. Este, por sua vez, só chega aos corpos por meio da alimentação.

Em pequenas quantidades ele serve como uma reserva a mais de energia para as células, mas quando acumulado no organismo passa a depositar gordura na corrente sanguínea, dificultando a passagem de sangue. A longo prazo ele se transforma em causador de doenças cardíacas tais como AVC, ataque cardíaco ou infarto

Valores de referência

  • Colesterol baixo: inferior a 130 mg/dL
  • Valor de risco: abaixo de 100 mg/dL
  • Colesterol alto: abaixo de 70 mg/dL
  • Colesterol muito alto: abaixo de 50 mg/dL

VLDL (Very Low Density Lipoprotein) – Menos popular, este tipo de colesterol é responsável pelo transporte de triglicerídeos, substância que também aumenta o risco de doenças cardíacas.

Valores de referência

  • Colesterol alto: 40 mg/dL
  • Baixo: abaixo de 30 mg/dL
  • Normal: até 30 mg/dL

Colesterol total

O colesterol total, que geralmente é apresentado nos exames de sangue é uma soma do HDL, LDL e VLDL. Ter o colesterol total alto não necessariamente significa que você está com problemas, afinal, em algumas pessoas pode acontecer que somente o HDL está em alta enquanto os demais estão em suas taxas normais, sem representar riscos.

Valor de referência

  • Normal: abaixo de 190 mg/dL
  • Colesterol alto: acima de 190 mg/dL

Todos os valores de referência

O valor de referência é a quantidade ideal que a substância deve apresentar no organismo. Para saber as suas taxas basta fazer um exame de sangue com hemograma completo e depois analisar de acordo com os números indicados para a sua faixa etária e especificidades.

Confira na tabela abaixo os valores ideais:

Tipo de colesterolAdultos maiores de 20 anosCrianças e adolescentes
HDL (Colesterol bom)maior que 40 mg/dlmaior que 45 mg/dl
LDL (colesterol ruim)menor que 130 mg/dl - em pessoas com risco cardiovascular baixo

menor que 100 mg/dl - em pessoas com risco cardiovascular intermediário

menor que 70 mg/dl - em pessoas com risco cardiovascular alto

menor que 50 mg/dl - em pessoas com risco cardiovascular muito alto
menor que 110 mg/dl
VLDLmenor que 160 mg/dl - em pessoas com risco cardiovascular baixo

menor que 130 mg/dl - em pessoas com risco cardiovascular intermediário

menor que 100 mg/dl - em pessoas com risco cardiovascular alto

menor que 80 mg/dl - em pessoas com risco cardiovascular muito alto
Ignorado nesta faixa etária
Colesterol total (Soma de todos)menor que 190 mg/dlmenor que 170 mg/dl

Causas do colesterol alto

O colesterol alto é diagnosticado pelo exame de sangue comum ou lipidograma. Ter altos níveis deste tipo de gordura não é considerado uma doença, mas sim situação de risco para o organismo, principalmente porque não provoca sintomas.

As principais causas da quantidade excessiva de colesterol no organismo é má alimentação e maus hábitos de saúde. Um cardápio muito rico em frituras, gordura e que faz pouco consumo de frutas, vegetais e legumes tende a apresentar taxas ruins da substância, bem como altas taxas de triglicerídeos.

Alguns momentos da vida no entanto podem aumentar os riscos de colesterol alto, principalmente para as mulheres na menopausa e durante meninos e meninas que estão passando pela puberdade. Isso acontece principalmente por conta do desnível hormonal natural destas fases corporais.

O histórico familiar também conta na hora do diagnóstico. De acordo com estudos científicos quem tem herança de altos níveis de colesterol na família tem mais chances de desenvolver a mesma situação por conta dos genes desregulados que carregam consigo.

Confira os outros fatores de risco para desenvolvimento do alto colesterol:

  • Obesidade;
  • Inatividade Física (sedentarismo);
  • Tabagismo;
  • Menopausa;
  • Puberdade;
  • Diabetes;
  • Histórico familiar de doença arterial;
  • Quem tem hipertrofia ventricular esquerda.

O que preocupa nos altos níveis de colesterol é que não apresentam qualquer tipo de sintoma nem mesmo cansaço, dores de cabeça ou afins. Dessa forma, sem fazer exames de sangue com regularidade, acaba-se descobrindo o problema quando aparecem sintomas de doenças como a aterosclerose ou o infarto agudo do miocárdio.

Colesterol baixo

O colesterol baixo também pode representar riscos para a saúde, já que pode deixar o organismo debilitado, com a imunidade debilitada ou prejudicando a qualidade de vida do paciente.

Como abaixar o colesterol – Principais dicas

Quem quer reduzir os níveis de colesterol no organismo precisará obrigatoriamente reduzir drasticamente todo alimento que tenha gordura saturada do cardápio.  No total deve-se consumir uma quantidade máxima de 300mg de colesterol para manter níveis equilibrados.

Para fazer esta transição você deve realizar uma dieta rica ou que somente contenha alimentos de origem vegetal, estes são isentos de colesterol. Já os de origem animal como carne, ovos ou leite são ricos no colesterol. Para substituir a proteína das suas refeições prefira peixes e corte magros como frango sem pele.

Será necessário também trocar os alimentos gordurosos por alimentos que tenham gordura boa tal como abacate, nozes e outros tipos de lipídeos que aumentam o HDL. Consumir mais ômega 3 e alimentos antioxidantes (tais como frutas cítricas como a laranja e o abacaxi) te ajudarão a minimizar o colesterol ruim.

alimentos para reduzir colesterol

Alimentos que ajudam a diminuir:

  • Soja
  • Peixes
  • Óleo Vegetal
  • Frutas secas
  • Chá verde
  • Chocolate amargo
  • Berinjela
  • Bagaço de laranja;
  • Alcachofra
  • Chá mate
  • vegetais verdes
  • Abacate
  • Salmão
  • Cúrcuma
  • Alho
  • Batata doce

O que evitar:

  • Manteiga (prefira margarina com fitosterol);
  • Leite integral (prefira o desnatado);
  • Queijos amarelos (prefira o branco ou minas);
  • Carne vermelha (prefira peixes ou frango sem pele);
  • Pão;
  • Alimentos açucarados;
  • Excesso de cafeína ou álcool;
  • Tabagismo;
  • Bacon;
  • Chantily;
  • Doces cremosos;
  • Pele de aves;
  • Camarão;
  • Queijos amarelos;
  • Biscoitos recheados;
  • Vísceras;
  • Sorvetes;
  • Gemas de ovos.

Em alguns casos o tratamento vai além da alimentação balanceada e recomendação de prática de atividade física diária: os remédios são usados em último caso para quem precisa de soluções mais rápidas.

O que o colesterol alto pode causar

Sabe-se que o risco de ter colesterol alto é grande, para representar a gravidade da situação confira aqui todas as doenças que ele pode causar:

  • Aterosclerose;
  • Diabetes tipo 1;
  • Diabetes tipo 2;
  • Doença renal Crônica;
  • Infarto agudo do miocárdio;
  • Aumento do risco cardíaco;
  • Acidente vascular cerebral (AVC);
  • Cansaço e depressão;
  • Aumento do risco para o fígado.

Na medicina costuma-se avaliar o risco por meio de exames que mostrem o quão comprometido está a circulação sanguínea ou sistema cardiovascular. Ao saber isso pode-se indicar o melhor tratamento preventivo, se ele vai necessitar de medidas mais rápidas como o uso de medicamentos ou não.

riscos do colesterol alto

Remédios para colesterol

Os remédios para colesterol não são muito bem vistos pelos médicos, apesar de parecer que a indústria farmacêutica tentar pressionar sobre a falta de efeitos colaterais. Acontece que a longo prazo estudos indicam que o uso de algumas substâncias podem causar danos ao fígado ou aumentar a chance de criação de tumores e câncer.

remedio para colesterol

Os principais remédios são:

  • Sinvastina
  • Atorvastatina
  • Rosuvastatina
  • Lovastatina
  • Reducofen
  • Ezetrol
  • Citalor
  • Pravacol
  • Vytorin
  • Evolocumab

Entre outros efeitos colaterais mais comuns estão as náuseas, prisão de ventre, fraqueza, indigestão, sensação de formigamento e até dores abdominais. Devido ao risco das substâncias a melhor forma de combater o colesterol alto ainda são com os remédios caseiros e mudança alimentar.

Quando procurar um médico

Recomenda-se realização de um hemograma completo ao menos uma vez por ano para pessoas jovens e/ou saudáveis. Quem possui risco cardíaco deve-o fazer com maior frequência, a cada seis meses.

Com este procedimento poderá saber quanto dessa substância há no sangue e tomar medidas, caso não esteja dentro da normalidade.

Mesmo as pessoas que possuem níveis de colesterol dentro dos valores de referência desejados, é recomendado pelos médicos que se mantenha uma rotina saudável com alimentação equilibrada e prática de atividades físicas regulares.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Estrela2  Estrelas3  Estrelas4  Estrelas5  Estrelas (Ainda sem avaliações)
Loading...

Quem Leu Este Artigo também costuma ler:

Deixe um Comentário