Alongamento na virilha- As melhores opções para evitar lesões

Confira aqui as melhores opções de alongamento para virilha e aprenda como fazer cada uma delas passo a passo. Com vídeos curtos e imagens!

O alongamento para virilha possui imensas finalidades, tais como deixar o corpo mais flexível e combater os riscos de lesões durante um treino. Sendo recomendado para no pré e pós-treino, alongar-se é uma prática que também irá trazer estabilidade para as pernas e ajudar manter o equilíbrio.

No caso dos músculos abdutores na parte interna da coxa, quando estão flexíveis e relaxados, há menos chances de obter algum estiramento ou ruptura, como, por exemplo, uma distensão da virilha.

Alongamento para virilha

O exemplo dado acima da distensão da virilha pode ocorrer com maior frequência durante corridas, saltos, viradas bruscas, abertura excessiva das pernas ou em arrancadas.

Independentemente de você estar sofrendo com alguma lesão na região da virilha ou não, é essencial que você faça exercícios de alongamento para a área, pois você terá alguns benefícios básicos:

  • Redução da tensão muscular,
  • Relaxamento,
  • Aumento do fluxo sanguíneo,
  • Melhoria da circulação,
  • Melhoria do equilíbrio do corpo.

Obviamente, os alongamentos fazem bem para o corpo inteiro: previne desgastes musculares e articulares, diminui a dor nas costas e as dores menstruais, além de ser ótimos para a postura.

Mas vamos lá, focando-se em exercícios de alongamento para a virilha, aqui estão listados os melhores existentes (sem ordem de preferência ou eficiência):

Adutor

É o alongamento básico de virilha. Sente-se no chão com as pernas afastadas de modo bem amplo, com os dedos apontados para cima. Incline-se o máximo possível para frente, com as mãos juntas no centro, para sentir a tensão aplicada nos músculos dos dois lados da virilha.

Borboleta

Sente-se no chão com a coluna reta e os joelhos dobrados e pés virados juntos (as solas dos pés devem se tocar) – os joelhos parecem “asas”. Mantenha as mãos nos tornozelos, os glúteos pressionados contra o chão e lentamente crie resistência com as mãos ao segurar os tornozelos e pressioná-los.

Não pode-se esquecer que o torso precisa permanecer reto enquanto você realiza a inclinação em direção aos tornozelos!

Dinâmico

Em pé e com as mãos estendidas à frente, mantenha uma perna estendida e apoiada no chão – a outra, deixa-a erguida e um pouco flexionada, com o pé virado para cima.

Sutilmente, gire a perna, nunca forçando. O alongamento dinâmico sugere giros com uma perna e após a troca de posições das pernas para girar o ouro membro.

 

Alongamento em pé

Em pé e com as pernas afastadas, transferindo o peso para um lado, dobre o joelho um pouco – nunca deixando que este dobre além do tornozelo: para ter certeza que você está fazendo isso certo, olhe para baixo e note se enxerga os dedos dos pés. Se sim, está tudo ok.

Sinta o alongamento na parte oposta, que permanecerá estendida. Os dois pés deverão permanecer rentes ao chão, voltados para frente. Após alguns segundos, incline-se para o outro lado.

Dicas importantes

Você deve ter percebido que os atletas malham muito para obter músculos fortes e isso incluem aqueles presentes na virilha. Contudo, muitos deles preferem a força do que a flexibilidade, aumentando a probabilidade de adquirir uma lesão.

Isso pode ser evitado através do alongamento – algo simples, fácil e rápido que preparará a virilha para qualquer exercício físico. O alongamento após o exercício fará com que o músculo esfrie e prevenirá que ele fique tenso em demasia.

O alongamento fornece maior saúde ao músculo. Por isso, saiba aqui algumas dicas para melhorar ainda mais o momento do seu alongamento para virilha:

  • Ao alongar, respire profundamente, segure-a durante o movimento e depois a solte,
  • Não force o alongamento até que você sinta alguma dor, mas procure alongar-se o máximo possível,
  • Sempre procure forçar um pouco mais a cada nova respiração, mas seguindo a ideia da dica anterior,
  • Não endureça a musculatura para não estirar o músculo.

A ajuda e supervisão de um profissional de educação física são relevantes para que os alongamentos para virilha sejam feitos com segurança.

Caso você esteja sofrendo com algum problema ou lesão na virilha, não realize os alongamentos antes de consultar um médico para que ele indique qual é o tipo de exercício mais apropriado.

Algumas pessoas não podem fazer os alongamentos para virilha:

  • Pessoas que sofreram fraturas,
  • Pessoas que sofreram entorses, ou
  • Pessoas que sofreram desgaste recente nos ossos.

Somente após a liberação do médico – após o tratamento do problema ocorrente – é que será possível fazer os alongamentos para virilha. Agora que você já sabe os principais lembre-se de também trabalhar os outros membros, tais como o alongamentos para coluna, por exemplo.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Eduardo Lembi (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário