Alimentos que fazem mal para o intestino – Saiba o que evitar e o que comer

Confira aqui a lista dos alimentos que secretamente fazem mal ao seu intestino e aprenda o que comer para manter-se um reloginho e super saudável!

Os alimentos prejudiciais para o intestino são mais perigosos do que você imagina. Seu mal humor, sensação de inchaço, constipação e até aquela TPM fora de época são sinais de que você tem irritado seu intestino – e ele revida rápido. De acordo com uma pesquisa da Biblioteca Virtual da Saúde cerca de 20% da população mundial sofre de problemas intestinais – muitas delas sem nem conhecer o diagnóstico.

Não é somente este estudo que evidencia como a alimentação tem tudo a ver com a qualidade de vida. Uma série de doenças se inicia devido a reações intestinais e a melhor forma de preveni-las é certificando-se de que sua alimentação exclui tudo aquilo que pode fazer mal e mantém atitudes benéficas à saúde intestinal.

alimentos para evitar

Lista dos alimentos que fazem mal para o intestino

Temos alimentos que podem prendem ou soltar o intestino, além dos que causam gases. Vamos começar pelos que prendem o intestino.

Opções que prendem o intestino

  • Arroz
  • Goiaba, se você não tomar água
  • Farinha branca – alimentos refinados
  • Banana
  • Macarrão
  • Batata
  • Maçã sem casca
  • Jabuticaba
  • Frituras
  • Queijo branco
  • Torrada
  • Açúcar

Arroz, farinha branca, macarrão, torrada e açúcar são ricos em amido e pobres em fibras, o que prende o intestino. Batata, banana e maçã, apesar de serem alimentos saudáveis, também podem causar constipação se consumidos da forma errada:  portanto, sempre consuma a maçã com casca e a batata e a banana juntamente com alguma fonte de fibra, como aveia, chia, linhaça, sementes, vegetais, entre outros.

Frituras e alimentos industrializados são péssimos para o intestino – e para todo o organismo.

Se você faz uso de laxantes, repense essa prática. O uso constante pode ser gravemente prejudicial ao organismo. Sem a estimulação natural, o organismo torna-se viciado no medicamento para funcionar, e pode perder a capacidade de agir quando a pessoa não tomar o remédio, fazendo com que as constipações sejam cada vez mais dolorosas.

Confira aqui a verdade sobre como o glúten age no organismo!

alimentos que fazem mal

Alimentos que causam gases

  • Carnes
  • Mariscos
  • Couve
  • Ovos
  • Brócolis
  • Repolho
  • Cebolas
  • Couve-Flor
  • Nabo
  • Feijão
  • Lentilha
  • Grão-De-Bico
  • Leite e derivados
  • Refrigerantes e Bebidas com Gás.

Para que o feijão, lentilha e grão de bico não causem gases, deixo-os de molho por pelo menos 8 horas antes de cozinhar.

Leite e derivados também pode ser inimigos para algumas pessoas, a fermentação no sistema digestivo causa gases e inchaço abdominal. Caso você tenha esses sintomas ao consumir laticínios, consulte um médico para verificar sua tolerância a lactose.

Frituras e refrigerantes causam o mesmo efeito. Alimentos que tenham muito conservantes e condimentos picantes também devem ser evitados, bem como açúcar em excesso – principalmente pelas mulheres, que ainda podem sofrer de outros males derivados do excesso de açúcar.

Sintomas de que a comida não te fez bem

  • Gases,
  • Cólicas,
  • Diarreia,
  • Flatulência,
  • Constipação,
  • Abdômen Inchado,
  • E Até Enxaquecas e Dores Crônicas.

Normalmente quem apresenta vários destes sintomas pode ter a Síndrome do intestino irritável, mas na grande parte de pessoas que sentem alguns destes desconfortos, o efeito é apenas resultado da alimentação inadequada.

Alimentos amigos do intestino

Ao mesmo tempo que alguns alimentos podem causar constipação e gases, há outros que quando consumidos moderadamente, causam alívio nos problemas.

dicas para regular o intestino

Quer ver? Olha a lista dos alimentos que devem povoar suas refeições a partir de agora:

  • Batata-doce: quando consumida em exagero a batata-doce pode provocar gases e a temida constipação, mas por outro lado, quando comida cozida e em porções menores, pelo menos três vezes por semana, ela fornece ao organismo uma boa quantidade de fibras, que auxiliam no processo todo. Por ser pouco calórica, ela ainda ajuda no emagrecimento.
  • Kiwi: dois kiwis por dia são o suficiente quando se está constipado. A fruta ainda tem vitaminas e nutrientes extras, além de muita fibra alimentar. A fruta contém 2,5 gramas de fibra e é rica em vitaminas e nutrientes para o bom funcionamento do intestino. Um estudo feito no Taiwan provou que a inclusão de dois kiwis por dia na dieta aumentou consideravelmente a frequência de evacuação em adultos com constipação.
  • Aveia: é um dos alimentos mais ricos em fibras e contém diversos outros nutrientes importantes. Suas fibras, além de auxiliarem no bom funcionamento intestinal, ainda ajudam a varrer o excesso de colesterol e glicose do sangue.
  • Frutas com casca: as cascas possuem fibras, que por sua vez, trabalham a favor do intestino. Lave bem com uma solução adequada de hipoclorito, e enxague em água potável para tirar o excesso.
  • Vegetais folhosos: Rúcula, alface, acelga, couve, espinafre, são excelentes para a manutenção da saúde do intestino, além de ajudarem a gerar mais energia e atuarem como potencializadores da imunidade.
  • Iogurtes: apesar de ser um derivado do leite, a fermentação é uma fonte de bactérias boas que auxiliam na digestão e  riqueza da flora intestinal. Prefira os iogurtes mais naturais, sem açúcares, aromatizantes e corantes.
  • Água: de nada adianta enriquecer a alimentação com fibras se você não tomar água! Sem ela, as fibras podem prender ainda mais o intestino. Portanto, beba bastante água ao longo do dia, pois ela irá “diluir” as fibras alimentares consumidas, facilitando a evacuação.

 

Se mesmo com mudanças alimentares os sintomas persistirem, é hora de procurar um médico, pois o problema pode ser maior. Contudo, uma alimentação rica em vegetais, frutas, grãos integrais, sementes, carnes magras e muita água pode afastar diversos problemas de saúde – principalmente do trato digestivo. Consulte um nutricionista para informações dietéticas específicas para seu caso.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

6 Comentários

  1. joel marcio
  2. Janete
  3. Joana Darc Gomes Silva
    • webgocontent
  4. Nanda

Deixe um Comentário