Vitamina D3 – O que é? Benefícios, Alimentos que contêm e Deficiência

Você, provavelmente, já deve ter ouvido falar da vitamina D, não é mesmo? Esse hormônio esteroide lipossolúvel é essencial para o organismo. Sua fonte de produção vem de nosso astro rei: o Sol, responsável por 80% a 90% da vitamina que o corpo recebe.

A vitamina D possui duas formas: a vitamina D3 e a D2. A vitamina primeira é chamada também de colecalciferol. Entenda mais a respeito dessa variação, bem como os benefícios da vitamina para a saúde, os alimentos que possuem tal elemento, os riscos de deficiência e o tratamento, só aqui no Quero Viver Bem!

O que é? Quais os benefícios?

Vitamina D3

A vitamina D3, além de ser conhecida como colecalciferol, é apelidada de “vitamina do sol”, pois é produzida no organismo a partir da exposição – em níveis adequados – à luz solar.

Por curiosidade, a vitamina D3 consegue proporcionar muito mais benefícios do que a “versão comum” (vitamina D). Ao contrário da vitamina D2, a D3 pode ser obtida também pela alimentação.

A vitamina D3 tem como principal função garantir a saúde de ossos e dentes, também sendo bastante popular pela proteção que dá ao corpo contra qualquer fraqueza muscular – isso porque favorece a absorção de cálcio no sangue, que será levado para todas as partes do corpo.

Veja outros benefícios importantes da vitamina D3:

  • Auxilia na prevenção e na melhora do diabetes e de outras doenças, como a esclerose múltipla;
  • Auxilia no tratamento da depressão e do transtorno afetivo sazonal;
  • Diminui algumas infecções associadas à gestação, que podem favorecer um parto prematuro ou até um óbito fetal;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Influencia positivamente no humor e no bem-estar,;
  • Previne o surgimento de doenças autoimunes;
  • Promove uma boa saúde hormonal para ambos os sexos;
  • Reduz o risco de doenças cardíacas, pois diminui a pressão arterial e os níveis de colesterol ruim (LDL);
  • Reduz os riscos de surgimento de neoplasias, especialmente o câncer de próstata, de mama e de cólon;
  • Trata sintomas da osteoporose quando as mulheres estão na fase pós-menopausa.

Alguns estudos sugerem que a vitamina D3 pode até ajudar no emagrecimento.

Alimentos que contêm vitamina D3

Vitamina D

É bem comum que a exposição solar não seja suficiente para que o organismo absorva a quantidade suficiente de vitamina D3. Nesses casos, muitas pessoas partem para a suplementação antes mesmo de descobrirem que alguns alimentos também conseguem produzir essa vitamina.

Mesmo que em pequenas quantidades, você pode incluir em sua dieta os seguintes alimentos:

  • Atum;
  • Bife de fígado;
  • Iogurte;
  • Leite;
  • Óleo de fígado de bacalhau;
  • Ostras;
  • Ovos;
  • Queijos;
  • Sardinha.

A suplementação de vitamina D3 deve ser prescrita por um médico, pois ele irá orientar a correta necessidade de cada paciente – superdosagem pode causar intoxicação. Aliás, esse suplemento pode ser adquirido em farmácias e estabelecimentos de produtos naturais.

[CONFIRA TAMBÉM: ALIMENTOS RICOS EM VITAMINA D]

Deficiência de vitamina D3

A falta desse composto no organismo pode trazer consequências bem sérias. Mas, por sorte, muitos desses problemas podem ser facilmente descobertos por meio de exames de sangue.

A deficiência de vitamina D3 apresenta alguns sintomas clássicos, como:

  • Alterações na secreção de insulina e intolerância à glicose;
  • Baixa imunidade;
  • Perda de força e surgimento de fraqueza muscular, pois é a vitamina D3 que transporta o cálcio, realiza a síntese proteica e ajuda na contração muscular.

Por conta disso, a ausência de vitamina D3 no organismo pode resultar em algumas doenças, entre as quais se destacam:

  • Artrite reumatoide;
  • Asma;
  • Autismo;
  • Depressão;
  • Diabetes;
  • Esquizofrenia;
  • Infecções pulmonares;
  • Obesidade;
  • Osteoporose;
  • Pressão alta;
  • Problemas cardiovasculares em geral.

O autismo, bem como o aumento do risco de aborto e pré-eclâmpsia podem ser desenvolvidos quando a gestante está com deficiência dessa vitamina.

As razões pelas quais grande parte das pessoas tem ausência de vitamina D3 no organismo envolvem o ambiente urbano: não há mais aquela exposição solar que havia antigamente, pois as pessoas passam quase todo o seu tempo em locais fechados.

Como identificar a falta de vitamina D3?

A identificação da deficiência dessa vitamina se dá pelo exame de sangue, mas é possível que o médico perceba esse problema por meio dos sintomas.

Conheça quais são os principais sintomas da deficiência de vitamina D3 para perceber se você sofre com esse problema:

  • Aumento do peso corporal;
  • Colesterol elevado;
  • Depressão;
  • Fraqueza muscular;
  • Fraqueza óssea;
  • Gripe e resfriado;
  • Hipertensão arterial;
  • Inflamação e dores;
  • Problemas intestinais;
  • Problemas nos dentes;
  • Sensação de fadiga;
  • Suor em excesso.

O tratamento é aquele que foi comentado: ingestão de alimentos que possuem a vitamina D3 ou a suplementação, conforme a recomendação médica. Nunca se automedique, mesmo que o produto seja totalmente natural, está bem?


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe um Comentário