Vitamina B1 – Benefícios, Alimentos que contêm, Casos de Deficiência

Você sabe para que serve a vitamina B1? Confira, aqui no Quero Viver Bem, informações completas sobre o assunto, bem como dicas em casos de deficiência.

A vitamina B1, também chamada de Tiamina, é uma das vitaminas do complexo B. Trata-se de um nutriente hidrossolúvel, característica que faz com que seu excesso não seja armazenado pelo organismo.

O nutriente tem papel importante na formação do ATP (trifosfato de adenosina), que é uma molécula largamente utilizada pelas células do corpo como fonte de energia. Portanto, a B1 é essencial para o correto funcionamento de todos os órgãos.

Além disso, essa vitamina participa de processos importantes, como a conversão de carboidratos em glicose e o metabolismo de proteínas e gorduras, contribuindo indiretamente para a perda de peso.

Vitamina-B1

Benefícios da B1

A vitamina B1 proporciona inúmeros benefícios ao organismo, especialmente quando é consumida na quantidade diária adequada. Entre os principais, destaque para:

1. Ganho de energia

O nutriente participa diretamente do processo de produção de energia, fazendo com que os órgãos do corpo funcionem corretamente e que se tenha maior vitalidade e disposição para realizar atividades.

2. Proteção do sistema nervoso

A vitamina B1 estimula a produção de mielina, que é um revestimento protetor dos neurônios. Por isso, o nutriente contribui para que o sistema nervoso se torne mais resistente a danos, mantendo-o em bom estado e perfeito funcionamento.

3. Melhora e preserva o funcionamento muscular

Uma das atuações da vitamina B1 é no estímulo à produção da acetilcolina, que é um neurotransmissor protetor e assegurador da comunicação do sistema nervoso com o muscular.

Justamente por isso, o nutriente contribui para a melhora e preservação do correto funcionamento dos músculos, causando impactos positivos, sobretudo, no coração.

[VEJA TAMBÉM: VITAMINA B2 – BENEFÍCIOS]

4. Efeito antioxidante

A B1 possui efeito antioxidante, o que significa que combate radicais livres e reforça o sistema imunológico, além de embelezar a pele, melhorando sua qualidade e evitando o surgimento de sinais de envelhecimento.

5. Suporte no emagrecimento

A vitamina participa indiretamente do metabolismo de gordura, auxiliando no emagrecimento. Além disso, ativa enzimas do processo digestivo e contribui para que o estômago funcione adequadamente.

6. Apoio no ganho de massa magra

O nutriente participa da síntese de glóbulos vermelhos, melhorando o transporte de oxigênio pelo organismo, inclusive nos músculos, o que ajuda a ganhar massa magra e melhorar o desempenho em treinos de musculação e resistência.

Vitamina-B1

[LEIA TAMBÉM: VITAMINA B3 – BENEFÍCIOS]

Alimentos com vitamina B1

A melhor forma de manter os níveis de B1 adequados no organismo é consumindo alimentos que tenham essa vitamina em abundância. Abaixo, você confere uma lista com os principais, apontando a quantidade de nutrientes em uma porção de 100 gramas de cada item:

  1. Semente de girassol: 2 mg de vitamina B1;
  2. Gérmen de trigo: 2 mg de vitamina B1;
  3. Presunto cru defumado: 1,1 mg de vitamina B1;
  4. Amendoim: 1 mg de vitamina B1;
  5. Carne de porco cozida: 0,86 mg de vitamina B1;
  6. Farinha de trigo integral: 0,66 mg de vitamina B1.

Possíveis riscos em casos de deficiência

Como a vitamina B1 é importante para o metabolismo energético, sua deficiência prejudica funções vitais do corpo, comprometendo o funcionamento dos órgãos, bem como do sistema nervoso e digestivo.

Além disso, há o risco de desenvolvimento de beribéri, uma doença que promove sintomas como fraqueza muscular, dificuldade respiratória, confusão mental e paralisia.

Vitamina-B1

[CONFIRA TAMBÉM: VITAMINA B5 – BENEFÍCIOS]

Como identificar a deficiência de vitamina B1

O médico é o profissional adequado para diagnosticar a falta da vitamina, mas alguns sintomas funcionam como um indicativo de que talvez o nutriente não esteja presente em quantidades adequadas no organismo. Conheça-os, a seguir:

  • Letargia;
  • Irritabilidade;
  • Perda de memória;
  • Insônia;
  • Redução do apetite;
  • Indigestão;
  • Constipação;
  • Atrofia muscular;
  • Formigamento nos dedos dos pés;
  • Retenção de líquido;
  • Câimbras.

Forma de tratamento de deficiência de B1

O tratamento de deficiência da vitamina B1 consiste na reposição desse nutriente, que é feita por meio de mudanças nos hábitos alimentares, passando a consumir alimentos ricos nesta vitamina.

[VEJA TAMBÉM: VITAMINA B6 – BENEFÍCIOS]

A quantidade ideal de B1 a ser ingerida durante o dia varia de acordo com a idade da pessoa. Para um homem adulto, por exemplo, recomenda-se uma dose de 1,2 mg por dia. Já no caso de uma mulher adulta, indica-se o consumo de 1,1 mg diariamente.

Se a ingestão da vitamina não for feita via alimentação, é possível fazer a reposição por meio do uso de suplementos indicados por um médico, considerando as especificidades do paciente.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário