Vacina da Gripe: Quem Pode Tomar, Cuidados e Indicações

Uma doença muitas vezes vista como “inofensiva” é a gripe, que já registrou 335 mortes, de acordo com o último relatório do Ministério da Saúde, sendo que o tipo mais grave é o H1N1, com cerca de 218 óbitos entre 1262 casos.

Diante disso, todos os anos, o Governo libera vacinas da gripe para prevenção da doença, entretanto, ela sempre é alvo de dúvidas por parte da sociedade. Pensando nisso, preparamos um conteúdo completo para que você tire todas as suas dúvidas sobre o assunto. Confira:

Vacina da Gripe: Como Funciona?

Vacina da Gripe: Quem Pode Tomar, Cuidados e Indicações

As vacinas da gripe costumam ser tri ou quadrivalentes, desse modo, protegem entre 3 a 4 tipos de influenza, entre elas: H1N1, H3N2 e B, entretanto, apenas a primeira é a utilizada nos postos de saúde, sendo a segunda comercializada em clínicas privadas.

Todo ano, a composição da vacina é reformulada pela OMS, com base nos tipos de gripes que mais acometeram a população no ano anterior – daí a importância da vacinação. Além disso, é necessário saber que existem três tipos de vacinas: de vírus fracionados, de subunidades e de vírus inteiros, porém, aqui no Brasil, só se utilizam as fracionadas ou de subunidades, sendo aplicadas em todas as idades.

Na composição da vacina, normalmente, há antibióticos, como neomicina e polimixina, além de timerosal como conservante. Essa ação imunizante é utilizada em seringas de 0,25ml ou de 0,5ml, bem como em multidoses.

Quem pode tomar a vacina?

Segundo o Ministério da Saúde, a vacina possui prioridade na Rede Pública de saúde para:

  • Adultos e crianças de, no mínimo, 6 meses de idade, portadores de doenças crônicas, problemas de imunidade ou soro positivos;
  • Professores da Rede Pública e Privada de ensino;
  • Povos indígenas;
  • Gestantes e mulheres que deram à luz em até 45 dias;
  • Presos(as) e funcionários do sistema prisional;
  • Pacientes que já realizaram alguma cirurgia de transplante;
  • Profissionais de saúde ou familiares que tenham contato com os pacientes já citados acima;
  • Pessoas com mais de 60 anos de idade.

Depois disso, caso sobrem vacinas, elas costumam ser utilizadas para vacinar crianças entre 5 a 9 anos e adultos com a idade entre 50 e 59 anos. É importante que, se você está no grupo de prioridade para tomar a vacina, vá o quanto antes a uma unidade de saúde, pois a imunização previne essa e outras doenças relacionadas, como já citado.

No último ano, mais de 35 milhões de pessoas foram vacinas contra o vírus, conforme dados do Ministério da Saúde de 2017, sendo um valor que atinge apenas 66% do público-alvo inicial.

Quais são as contraindicações da vacina?

Vacina da Gripe: Quem Pode Tomar, Cuidados e Indicações

Qualquer tipo de hipersensibilidade à vacina deve ser cuidada com atenção, além de reações anafiláticas depois da aplicação da dose. Se você está sofrendo com doenças febris agudas, a vacina também contraindicada.

Também, preste atenção se a vacina é de bactéria atenuada ou com o vírus vivo, já que, esta última, ainda pode ser contraindicada para:

  • Pessoas com imunodeficiência congênita ou adquirida;
  • Pessoas com neoplasia maligna;
  • Quem faz tratamento com corticoides.

Quais são os efeitos colaterais?

Diferente do que se diz por aí, ao tomar a vacina da gripe, você não fica gripado, o que costuma acontecer é que na época do ano em que ela é aplicada há vários vírus respiratórios em circulação no ar, deixando o corpo mais suscetível.

Os efeitos colaterais ao tomar a vacina da gripe não são muitos, apenas: dores e vermelhidão no local em que foi aplicada, um pouco de febre e mal-estar leve.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário