Tratamento para quem ronca muito – Como evitar o problema?

Sofre com o seu parceiro que ronca muito? Confere o conteúdo que preparamos para você! Nele, você entenderá as causas do problema e os melhor tratamentos.

O tratamento para quem ronca muito vai depender da causa. No entanto, primeiro você precisa entender o que na verdade é esse ruído que incomoda sobretudo quem está próximo do roncador.

O ronco é um ruído derivado de um estreitamento da via respiratória. Durante o sono, os músculos do pescoço relaxam e, em alguns casos, parte do nariz e da garganta se fecha, tornando a passagem do ar até os pulmões mais difícil.

É justamente nessa hora que ocorre uma vibração na garganta.

O ronco pode ser derivado de situações temporárias ou um sintoma de uma doença mais grave. Continue lendo para entender mais.

Causas do ronco

Quais as causas do ronco?

Nem sempre o ronco é sinônimo de preocupação. De acordo com os especialistas, aproximadamente 70% das pessoas que possuem esse problema são acometidas pelas seguintes condições:

Causas do ronco

No entanto, não se pode deixar de citar que há uma questão mais grave que pode levar ao ronco: a apneia do sono. Esse é um problema de saúde sério e precisa de tratamento.

A apneia do sono é caracterizada pelo ronco seguido paradas na respiração. Enquanto dorme, uma pessoa com essa condição pode ficar mais de 10 segundos sem respirar.

Isso ocorre porque a concentração de oxigênio cai e, com o passar do tempo, o organismo pode ficar sobrecarregado, uma vez que, durante esses episódios, a pressão sobe e, a longo prazo, o indivíduo passa a apresentar problemas cardíacos, diabetes e distúrbios do colesterol.

Um portador com apneia do sono pode viver menos, se não tratar essa condição.

Como evitar o ronco?

Em casos amenos e, sobretudo, que não são patológicos, é possível evitar o ruído sonoro com simples ações. Algumas delas são:

  • Alimentar-se de maneira saudável;
  • Não comer alimentos pesados à noite – é ideal fazer as refeições 3 horas antes de deitar;
  • Não beber álcool em excesso;
  • Manter o peso na faixa saudável para a sua altura;
  • Praticar atividade física;
  • Fazer terapias com fonoaudiólogo (exercícios específicos para isso).

Vale lembrar que as pessoas que apresentam doenças que levam ao ronco devem tratá-las para então amenizar o problema.

Ronco

Tratamento médico para o ronco

Antes do tratamento, é preciso ter um diagnóstico, uma vez que o ronco pode ser considerado normal em alguns casos e patológico em outros. Portanto, o primeiro passo é descobrir o porquê o indivíduo ronca.

Os especialistas que devem ser consultados nesses casos são otorrinolaringologista, pneumonologista, cardiologista e gastroenterologista. Todos são habilitados para o diagnóstico.

O controle da doença causadora do ronco já pode ser o suficiente para acabar com o barulho noturno.

Nos quadros mais leves de ronco, são indicadas medidas que controlam os fatores de risco, como: perder peso, usar retrato de língua e não dormir de barriga para cima.

No entanto, quando se trata da apneia mais grave, é necessário usar o CPAP Nasal, um aparelho que melhora muito as crises de ronco e ainda afasta outros problemas, por exemplo, hipertensão e demais problemas cardiovasculares.

Há pacientes que necessitam de cirurgia, no entanto, é necessário que essa alternativa seja muito bem avaliada pelo especialista.

Ao suspeitar que o indivíduo possa ter apneia, o médico poderá solicitar o exame de Polissonografia, é um teste que monitora o sono do paciente.

Tratamento caseiro para o ronco

A medicina popular aposta em diversas dicas para o indivíduo ter mais qualidade de vida durante o sono, algumas delas são:

  • Ingerir uma colher de sopa de mel antes de dormir, para liberar as vias áreas;
  • Beber chá de aloe e vera antes de dormir;
  • Beber uma colher de sopa de azeite de oliva;
  • Consumir chá de hortelã para eliminar o catarro;
  • Inalar antes de deitar para liberar as vias aéreas, adicionando eucalipto na água;
  • Fazer um suco nutritivo que leva 2 maçãs, 1 pedaço de gengibre, 2 cenouras, 1 limão e 200ml de água. Bata tudo no liquidificador e beba 2 horas antes de ir para a cama.

Ainda existem alguns exercícios que podem ser feitos em casa, que prometem amenizar o ronco, confira:

  1. Grude toda a língua no céu da boca, abra e feche os dentes e repita 10 vezes;
  2. Posicione a língua no ponto mais alto da boca, faça o movimento de empurrar para cima, repetindo 10 vezes.

Outras medidas eficazes para reduzir o ronco incluem parar de fumar, emagrecer e ter um estilo de vida saudável. Mas, não esqueça de procurar um médico para um diagnóstico voltado ao seu caso.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário