Testosterona feminina alta ou baixa demais – Sintomas e Tratamentos

Você sabia que as mulheres também têm testosterona? Esse hormônio pode provocar uma série de mudanças no corpo feminino. Entenda mais aqui, no QVB!

Ao tratar da testosterona, logo pensamos naquele hormônio relacionado ao corpo masculino e à sua tarefa de “comando” da saúde dos homens. No entanto, as mulheres também possuem testosterona, mas em pequena quantidade.

Essa produção no sexo feminino acontece nos ovários e nas glândulas suprarrenais, visando auxiliar no processo de reprodução.

Infelizmente, existem casos em que a testosterona feminina está alta ou baixa demais, provocando certos sintomas no corpo da mulher. Descubra as causas, os sintomas e o tratamento agora, só aqui no Quero Viver Bem!

Testosterona feminina

Funções da testosterona feminina

Enquanto que no homem a testosterona tem a responsabilidade de produzir as características físicas básicas masculinas, como os pelos, os músculos e a voz grossa, na mulher, além de ajudar no processo reprodutivo, esse hormônio tem a capacidade de:

  • Ajudar a aumentar a massa muscular, a disposição física;
  • Combater a celulite;
  • Aumentar a libido;
  • Facilitar o emagrecimento;
  • Melhorar os sintomas característicos da menopausa;
  • Tratar específicos casos de câncer e endometriose.

Inclusive, a reposição hormonal de testosterona pode evitar o surgimento de ondas de calor, secura vaginal, alteração de humor e diminuição da libido.

Testosterona feminina

Testosterona feminina alta demais: causas e sintomas

Uma quantidade elevada de testosterona na corrente sanguínea de uma mulher pode ocorrer em qualquer fase da vida e, geralmente, está associada com problemas de saúde ou quando há algum consumo de suplemento de testosterona.

Um aumento anormal de testosterona pode estar associado a alterações ovarianas, como câncer de ovário ou ovários policísticos.

Caso a testosterona feminina alta seja causada por alguma suplementação, um médico deverá avaliar a dosagem e reduzi-la para normalizar a concentração do hormônio.

Os sintomas típicos de testosterona feminina alta são:

  • Aborto espontâneo;
  • Alteração na voz, deixando-a mais grave;
  • Alterações na ovulação, resultando em infertilidade;
  • Aumento da acne;
  • Aumento de pelos corporais, inclusive o crescimento de pelos faciais e peitorais;
  • Aumento do clitóris;
  • Diminuição no tamanho das mamas;
  • Menstruação irregular ou até ausência total de menstruação;
  • Pele oleosa;
  • Queda de cabelo similar à calvície masculina.

Certos efeitos causados pela baixa quantidade de testosterona podem ser irreversíveis, por isso um profissional de saúde deve ser procurado o mais rápido possível.

Testosterona feminina

Testosterona baixa demais: causas e sintomas

Os níveis baixos de testosterona nas mulheres costumam influenciar a saúde de maneira bastante significativa. Normalmente, essa alteração pode ser provocada por vários fatores, entre os quais se destacam:

  • Alimentação irregular;
  • Baixos níveis de progesterona;
  • Estresse;
  • Idade;
  • Sedentarismo;
  • Uso de anticoncepcionais.

Quando em deficiência, a testosterona pode causar alguns sintomas nas mulheres, principalmente diminuição do desejo sexual, depressão, fadiga, ganho de peso e dificuldade no ganho de massa muscular.

Após a menopausa, torna-se bem comum a alteração de testosterona, mas tais concentrações devem ser controladas porque a deficiência também pode atingir o crescimento e a força dos ossos, a saúde cardíaca e a resistência física.

[VEJA TAMBÉM: TESTOSTERONA SUPLEMENTO]

Como tratar alterações na testosterona feminina?

O diagnóstico de mudanças na quantidade de testosterona feminina, seja ela alta ou baixa demais, se dá por exame clínico. Ou seja, é feito um exame de sangue que indica a concentração total desse hormônio.

Curiosamente, os endocrinologistas afirmam que o exame de sangue é muito mais eficaz em detectar a presença de um excesso de testosterona feminina do que uma concentração muito baixa.

Quando a mulher está com a testosterona alta demais, o tratamento é diminuir ou interromper qualquer suplementação de testosterona, caso exista algum uso, ou ainda:

  • Usar pílula anticoncepcional;
  • Praticar exercícios regularmente;
  • Reduzir o estresse diário;
  • Evitar o consumo de carboidratos simples, presentes em alimentos como arroz, batata, pão e macarrão;
  • Beber chá verde todos os dias;
  • Adotar na dieta a presença de alimentos integrais.

o tratamento para testosterona feminina baixa demais inclui certas medidas bem simples:

  • Fazer uma dieta apropriada;
  • Alterar o método contraceptivo;
  • Realizar exercícios físicos, mas sem excesso.

A testosterona proporciona inúmeros benefícios para as mulheres, mas é fundamental que ela permaneça em níveis adequados. Afinal, é graças a esse hormônio que a mulher conta com maior disposição no dia a dia, melhora capacidade de memória e ainda tem efeito antidepressivo.

Procurar um médico com regularidade é a melhor recomendação, em especial se há o surgimento dos sintomas citados. O tratamento para a testosterona feminina alta ou baixa demais deve ser iniciado com rapidez, para evitar maiores transtornos no futuro.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário