Suplementos pré e pós-treino – Quais os melhores e qual devo consumir?

Você tem o costume de praticar atividades físicas, mas não sabe se deve consumir suplementos pré ou pós-treino? Confira, aqui no QVB, como e quando usar!

A nossa geração vem sendo marcada pela grande tendência e motivação de uma vida mais saudável e ativa. Ouvimos muito nos noticiários, nas redes sociais e nas mídias em geral sobre os riscos de ter uma vida sedentária e o que podemos fazer para se livrar dela.

Por conta disso, vemos crescer a cada dia os espaços de prática de atividade física. São clubes, academias, estúdios e novas modalidades, novos conceitos de aula, que chegam à vida das pessoas propondo mudanças no estilo de vida.

suplemento para ganhar massa muscular

Pensando em atividade física, consequentemente, entrelaçamos a nutrição para potencializar ainda mais os efeitos de se manter ativo. Um estará sempre caminhando ao lado do outro. E quando o assunto é resultado (ganho de massa magra, fortalecimento muscular, redução de gordura corporal) temos sempre que pensar no que fazer para potencializar ainda mais esses resultados, bem como no que ingerimos diariamente na alimentação.

Em muitos casos a alimentação de qualidade já basta para acompanhar os benefícios da atividade física. Porém, alguns resultados específicos chegarão de forma mais expressiva com o uso de suplementos que podem ser consumidos no pré e/ou no pós-treino.

O que é a suplementação?

Ainda hoje, essa é uma questão muito discutida, principalmente entre os nutricionistas. Muitos deles acreditam que uma boa dieta alimentar supri qualquer necessidade de suplementação, independente no nível de treino do praticante. Em contrapartida, existem muitos outros nutricionistas que são super a favor de usar alguns suplementos para intensificar os resultados dos treinos.

É muito importante saber que não podemos comprar suplementos por conta própria sem antes ter orientação de um bom profissional. Cada indivíduo tem seu biotipo, seus horários de treino, sua intensidade de atividade específica, seus horários de alimentação, de trabalho, de sono, etc.

Enfim, todo e qualquer detalhe é determinante na hora de se prescrever uma rotina de suplementação. Ou seja, não é apenas comprar e tomar. Isso pode, inclusive, por a perder todo o seu esforço nos treinos.

Existem alguns tipos de suplementos que são comercializados. Uns específicos para pré-treino, outros que são indicados para o pós-treino. Cada um tem sua função no organismo. E, quando bem orientados, te proporcionarão mais energia e melhores resultados. Abaixo, trataremos um pouco mais sofre cada tipo.

Suplementação pré-treino

 

 

Preparar-se antes é importantíssimo para ter mais qualidade durante o treino, por isso que toda alimentação e todo suplementação durante todo o dia devem ser muito bem pensados para que você tenha mais energia e foco.

Os suplementos pré-treino são, basicamente, para ganho de energia e para aumentar a força muscular. Por isso são, quase todos, compostos por cafeína e aminoácidos do grupo BCAA, e também alguns que têm como função evitar o cansaço muscular e dilatar os vasos sanguíneos (o que proporciona uma melhor circulação do sangue, intensificando a qualidade do treino).

Eles podem se apresentar em forma de pó, cápsula ou tablete. Tudo vai depender da marca e da fórmula que você adquirir.

Devem ser ingeridos de 30 a 40 minutos antes do treino, tendo como ação trazer mais energia, performance, força e foco.

Suplementação pós-treino

Suplementos engordam?

 

 

O pós-treino é um momento muito importante e que deve ter uma atenção especial. É nesse momento que o corpo trabalha para reconstruir as pequenas lesões causadas pelo esforço físico.

Para conseguirmos fazer uma recuperação muscular, energética e de nutrientes de forma adequada, dando qualidade aos resultados da atividade física que acabamos de realizar, temos que saber o que podemos ingerir.

Como suplementos pós-treino, encontramos várias opções. As mais conhecidas e utilizadas pelos praticantes de atividade física são:

Whey Protein

A proteína Whey é, basicamente, a proteína de soro de leite. Ela contém os aminoácidos essenciais, indispensáveis para que a síntese proteica se realize.

Sua absorção e digestão acontece de forma rápida, e é nessa mesma velocidade que acontece a recuperação das proteínas musculares e o incentivo à hipertrofia muscular.

[VEJA TAMBÉM: COMO FAZER WHEY CASEIRO?]

Creatina

 O nosso organismo produz de forma natural o ácido orgânico conhecido como creatina, e esse ácido é necessário para que aconteça a contração dos nossos músculos.

A creatina é o primeiro substrato energético que o organismo utiliza nas atividades que são de alta intensidade e curta duração (treinos HIIT, por exemplo), sendo encontrado principalmente no tecido muscular.

Como suplemento, atua na melhoria da performance, no maior rendimento durante o treino, no aumento da massa muscular e na diminuição da produção de ácido láctico.

O suplemento é recomendado como pós-treino, pois auxilia na redução das inflamações musculares e na recuperação desses músculos depois de um treino intenso.

Glutamina

Quando finalizamos um treino intenso, nossos músculos passam por um processo inflamatório de recuperação, que acontece para auxiliar na regeneração muscular, e é nesse momento que nosso organismo precisa de níveis maiores de glutamina – que são aminoácidos já presentes no corpo, mas que são exigidos durante o treino.

Com isso, a suplementação pós-treino com glutamina entraria como um auxílio nessa recuperação do músculo.

Maltodextrinas

Atua como uma fonte rápida de energia para o corpo. Trata-se de um hidrato de carbono complexo e tem um índice glicêmico que faz subir de maneira rápida os níveis de glicose no sangue. Esse aumento da glicemia (e por consequência também da insulina) provoca a síntese proteica e o aumento da massa muscular.

Os suplementos pós-treino são recomendados para ingestão em até 30 minutos depois de terminado o exercício – pois é nesse momento que o ganho muscular acontece.

Fique atento

  • Suplementar sem a orientação de um profissional da área da saúde pode te trazer consequências, tais como: aumento de peso, insônia, aumento dos batimentos cardíacos, problemas nas funções dos rins, dor, cansaço e suor excessivo;
  • Para fazer uma suplementação, é necessário praticar atividade física;
  • Praticar atividade física regularmente, alimentar-se corretamente, descansar o músculo e usar suplementos com orientação é a maneira adequada de atingir seus objetivos com excelência.

Este texto foi revisado pelo Profissional: Marlise Carvalho (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário