Stévia – Benefícios, Tabela Nutricional, Como consumir e Contraindicações

Você já ouviu falar no stévia? Confira, aqui no Quero Viver Bem, informações completas sobre esse açúcar que é 100% natural!

Stévia é um adoçante derivado de uma planta pertencente à família dos crisântemos, originária do Brasil e também do Paraguai.

A incrível capacidade desse pequeno arbusto adoçar se dá a uma substância extraída das suas folhas, uma espécie de pó branco, também chamado de esteviosídeo. Apesar de suas vantagens adoçantes serem usadas pela indústria desde 1987, a comunidade indígena Guarani já faz uso há quase 1500 anos.

Saiba mais sobre esse adoçante 100% natural, sem edulcorantes, e os seus benefícios, a seguir, no Quero Viver Bem!

Stévia

Benefícios da Stévia

Esse tem sido uma das opções mais saudáveis para adoçar cafés, sucos, chás, bolos e outros preparos que levam açúcar refinado. Por se tratar de um ingrediente natural, ele não possui restrições de uso.

O adoçante Stévia apresenta diversas vantagens quando comparado com os adoçantes industrializados, como aspartame, ciclamato de sódio, sucralose e outros.

Entre as principais vantagens do consumo estão:

  • Não possui calorias e não é metabolizado pelo organismo;
  • Pode ser usado por diabéticos e pessoas que querem restringir o açúcar por outros motivos;
  • É estável às altas temperaturas, portanto, pode ser usado em preparações cozidas e assadas;
  • Não é tóxico para o organismo;
  • Regula os níveis de açúcar no sangue;
  • Não é absorvido pela floral intestinal humana, ou seja, não promovem nenhum mal ao organismo;
  • É 100% natural e não possui substâncias nocivas.

Já existe uma conscientização na indústria mundial de que o excesso de açúcar faz mal à saúde e pode levar o corpo humano a desenvolver uma série de doenças. No Brasil, há uma previsão para 2020 de triplicar a fabricação de stévia por meio de uma parceria com agricultores brasileiros e paraguaios.

Estudos no mundo inteiro apontam que o adoçante stévia é a melhor opção para diabéticos, pessoas obesas que precisam emagrecer e também, para aqueles que desejam manter a boa saúde.

[CONFIRA TAMBÉM: TIPOS DE AÇÚCAR PARA DIABÉTICOS]

Tabela nutricional do Stévia

Stévia

Naturalmente, o adoçante stévia possui as seguintes informações nutricionais (valores para 1 sachê):

  • Valor energético – 0 Kcal;
  • Carboidratos – 0,9 gramas;
  • Proteínas – 0;
  • Gorduras totais – 0;
  • Fibras – 0;
  • Sódio – 0.

Leia o rótulo, pois existem algumas marcas que apresentam calorias, entretanto, naturalmente ele não tem nenhuma – observe se há outros ingredientes envolvidos.

Como consumir corretamente

A capacidade de adoçar do stévia é 300 vezes maior do que o açúcar refinado. Atualmente, essa opção está disponível em gotas e pó em todos os supermercados, lojas de produtos naturais e farmácias.

Muitas pessoas não conseguem acostumar com o gosto amargo do stévia, para esses, é ideal comprar o extrato de stévia. Este é um pouco mais caro, mas ele é produzido somente com a base de rebaudiosídeo, que é a parte mais adocicada da planta.

Para não amargar as receitas, é importante usar a quantidade ideal. Para ter uma ideia, 4 gotas de stévia são equivales a 1 colher de chá de açúcar refinado.

Apesar de ser uma boa alternativa para adoçar bebidas e sobremesas, é ideal que seu consumo não seja exagerado. Todo o desejo exagerado por doces deve ser controlado com uma dieta equilibrada que inclui frutas. Elas são poderosos agentes antioxidantes e fonte de fibras.

[CONFIRA TAMBÉM: AÇÚCAR OU ADOÇANTE? BENEFÍCIOS E MALEFÍCIOS]

Stévia

Contraindicações da Stévia

Inúmeros estudos comprovam que o uso do stévia é seguro para a saúde. Cientistas de diversos países concordam que esse ingrediente não altera a taxa de crescimento nas pessoas, não apresenta problemas no desempenho sexual e não é cancerígeno.

No entanto, em algumas pessoas, o adoçante stévia pode causar tonturas, diarreias, náuseas e alergias.

Alternativas naturais devem ser sempre a primeira opção na alimentação. Todavia, isso não significa dizer que tudo o que possui o adoçante stévia seja natural. A exemplo disso estão refrigerantes, biscoitos e chocolates vendidos no mercado usando esse recurso para conquistar mais consumidores.

O adoçante não livra os produtos de outros elementos maléficos à saúde, portanto, fique de olho nos rótulos!


Referências utilizadas neste conteúdo:

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23061910


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário