Sódio – Benefícios, Malefícios, Riscos de deficiência

Você sabe o que realmente é o sódio e o efeito que ele tem em nosso corpo? Confira, aqui no Quero Viver Bem, informações completas sobre o assunto!

O sódio é um elemento químico presente na tabela periódica com o símbolo Na. Ele é encontrado no sal de cozinha e em diversos outros alimentos, sobretudo os industrializados.

Esse elemento é mau visto pelas pessoas, especialmente aquelas que cuidam da alimentação, no entanto, na dose certa, o sódio é muito importante para manter o equilíbrio do PH do sangue, dos impulsos nervosos e da contração muscular.

Nota-se que esse elemento químico é essencial no organismo, desde que o consumo não ultrapasse a 2.000 mg ao dia, que equivale a 5 gramas – recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Abaixo, confira quais os benefícios, onde encontrar e os riscos da deficiência desse mineral no organismo, só aqui no Quero Viver Bem!

Sódio

Benefícios do sódio

A demonização do sódio é tão grande que, certamente, poucas pessoas sabem que esse elemento protege o organismo e tem funções muito importantes para o funcionamento dos órgãos.

É comum perceber que os adeptos das dietas de emagrecimento consultem a tabela nutricional só destacando a quantidade de sódio. Na verdade, eles não estão errados. Apesar de o mineral trazer muitos benefícios à saúde, é importante que esses venham de boas fontes nutricionais e não de alimentos industrializados.

Confira porque é importante consumir sódio:

  • É aliado do coração, pois a dupla sódio e potássio é responsável pelo ritmo cardíaco;
  • Participa do processo das contrações musculares, prevenindo as dores e a fadiga;
  • Melhora a forma que o corpo manipula a glicose, ajudando a evitar a diabetes;
  • Mantém o corpo hidratado, pois evita que outros minerais joguem toda a água para fora;
  • Protege os rins;
  • Conduz sinais nervosos aos neurônios;
  • Ajuda a combater os efeitos dos radicais livres na pele;
  • Estimula a ingestão de água.

O consumo do sódio em excesso pode trazer malefícios à saúde, são eles: hipertensão arterial, problemas cardíacos, riscos de osteoporose e osteopenia, inchaço corporal, sobrecarga para os rins e problemas na tireoide.

Por isso, o equilíbrio é o segredo para manter a boa saúde.

Sódio

Alimentos que contêm sódio

Praticamente todos os alimentos possuem sódio, sobretudo os salgados, pois mesmo aqueles que não são industrializados têm sódio em sua composição. Inclusive, diversos vegetais e frutas contém sódio, porém em quantidades reduzidas.

Contudo, não pense que apenas alimentos salgados possuem sódio: o nutriente serve para conservar alimentos industrializados em geral, tanto salgados quanto doces.

Os alimentos industrializados levam a má fama com razão, pois contêm uma grande quantidade de sódio em apenas uma porção. A exemplo disso estão:

  • Macarrão instantâneo;
  • Sopas de pacotinhos;
  • Comidas prontas congeladas de supermercado;
  • Carnes processadas (presunto, bacon, paio, carne seca, mortadela, linguiça, salsicha, calabresa);
  • Sucos de caixinha;
  • Refrigerante;
  • Temperos prontos.

Se parar para pensar, não é somente o sódio que é o verdadeiro vilão. Esses alimentos que não fazem parte de uma refeição equilibrada trazem malefícios à saúde, pois concentram diversas outras substâncias prejudiciais, como os conservantes e corantes.

O ideal é que a ingestão do sódio seja feita por alimentos que fazem bem à saúde, de preferência os chamados “comidas de verdade”, que são ricos nesse mineral. Entre eles estão:

  • Carnes em geral;
  • Algas;
  • Leites e derivados;
  • O próprio sal, em quantidades moderadas.

Sódio

Riscos da deficiência de sódio

Existe um nome para a falta de sódio no organismo: hiponatremia, condição que pode gerar uma série de sintomas desagradáveis, como:

  • Vômitos e diarreias;
  • Fadiga intensa;
  • Dores de cabeça;
  • Taquicardia.

Existe um exame de sangue que mede a quantidade de sódio, os valores de referência devem ficar entre 135 a 145 mEq/L, mas isso pode mudar de acordo com as normas do laboratório.

O exame também serve para identificar problemas de saúde. Em níveis elevados, revelam sudorese excessiva, desidratação, diabetes, uso de esteroides e pílulas contraceptivas.

Em níveis reduzidos, sinalizam doença renal, insuficiência adrenal, cirrose, vômitos, diarreias, insuficiência cardíaca e uso de medicamentos diuréticos.

Geralmente, os médicos clínico geral, endocrinologista, nutrólogos e nutricionistas fazem a solicitação dos exames. Percebendo a falta deste mineral, o tratamento pode ser iniciado com a mudança na alimentação.

A verificação dos níveis de sódio no sangue pode ser feita periodicamente em exames de rotina. Cuide da sua saúde, e consulte um médico!

Gostou? Então, confira, também, Quais são os principais riscos do excesso de sódio?


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário