Sibutramina Emagrece? Em quanto tempo? Veja como tomar e BULA COMPLETA

A Sibutramina é um medicamento antidepressivo que ajuda no emagrecimento. Confira aqui quem pode tomar, quais são os efeitos colaterais e como funciona.

O cloridrato de sibutramina é um remédio que serve para tratar a obesidade, sua função é facilitar o processo de emagrecimento. Ele age no organismo de duas formas: dá sensação de saciedade – de modo a controlar distúrbios alimentares como a compulsão alimentar – e mantém o metabolismo acelerado, promovendo o gasto calórico.

A sibutramina deve ser usada para o emagrecimento somente mediante prescrição médica já que seus efeitos colaterais são equivalentes ao de antidepressivos de receptação de serotonina. A venda deve ser feita somente mediante receita médica.

O remédio já esteve relacionado a uma série de polêmicas relacionadas ao efeitos colaterais causados pela droga e as próprias bulas oficiais advertem que os resultados de emagrecimento só funcionam quando feito em conjunto com um programa de perda de peso, sob orientação médica.

sibutramina emagrece

Sibutramina emagrece mesmo?

Sim, o princípio ativo da sibutramina foi criado justamente para eliminar o excesso de peso e auxiliar no tratamento da obesidade.Ele atua no sistema nervoso central, ajudando a controlar a fome. Assim o paciente passa a pensar menos em comida e fica satisfeito com uma quantidade menor de alimento nas suas refeições.

A droga funciona de forma parecida com antidepressivos porque age na produção de serotonina e noradrenalina do corpo – dois neurotransmissores produzidos no sistema nervoso central, responsáveis por dar sensação de felicidade e saciedade ao corpo. É o hormônio do humor e além de reduzir o apetite, combate a ansiedade e depressão, duas condições psicológicas frequentemente ligadas à obesidade.

No entanto, a medicação não funciona sozinha. Para que faça efeito, ela deve ser utilizada junto com mudanças alimentares e com uma rotina de atividade física.

As dosagens também devem variar conforme a necessidade de cada paciente e as demais atividades que ele desempenha diariamente.

Quantos quilos emagrece? Quanto tempo leva para fazer efeito?

Conforme indica a bula oficial das medicações que possuem o princípio ativo da sibutramina, cada pessoa responde de uma forma diferente a perda de peso. Portanto, é comum variações das respostas iniciais da medicação. Para que tenha o efeito esperado é importante manter o tratamento por, pelo menos, 15 dias.

Na bula do Biomag (um dos nomes comerciais para o cloridrato de sibutramina) os efeitos esperados da fórmula é que se emagreça 2kg nas primeiras 4 semanas de tratamento para quem toma 15 mg/dia. Caso isso não aconteça é aconselhado a suspender a medicação.

Um tratamento convencional de três meses leva a uma média de perda de até 5% do peso inicial. Caso tenha atingido esta meta, as indicações da bula são para manter o processo de emagrecimento com outras técnicas e parar de tomar a medicação.

Como tomar? Posologia

Esse medicamento é encontrado na forma de cloridrato de sibutramina 15 mg ou 10 mg. Antes de fazer qualquer utilização é preciso da orientação médica para ter certeza qual é a medida usual de acordo com as especificidades do seu organismo, qualquer mudança é passível de interferir nos resultados do tratamento.

A posologia mais comum da sibutramina é de 1 cápsula de 10 mg por dia podendo aumentar para 15 mg após 15 dias de tratamento.O tratamento com sibutramina pode ter doses maiores no caso de pacientes obesos com risco de morte.

A administração de via oral deve ser feita com um pouco de líquido e pode ser feita tanto antes quanto depois da alimentação, sem afetar os resultados obtidos no tratamento.

De acordo com os depoimentos de quem já usou, é melhor consumir as cápsulas pela noite, para evitar que o efeito colateral de sonolência atrapalhe o seu dia a dia.

Lembre-se que aumentar a dose do medicamento por conta própria não resultará em mais eficácia, mas poderá facilitar o acometimento por reações adversas. Toda alteração, inclusive a suspensão do tratamento, deverá ser feita mediante observação médica.

As recomendações médicas para a perda de peso saudável são aquelas que não fazem uso de medicamentos, com o uso de suplementos naturais ou simplesmente com dietas. Confira aqui dicas para emagrecer de forma saudável e rápida sem precisar tomar remédios.

Se parar de tomar sibutramina engorda?

As chances são grandes. O uso de sibutramina contribui para o emagrecimento por ajudar no controle da compulsão alimentar e por manter o metabolismo acelerado.

Ao parar de tomar, se a pessoa não manter atitudes controladas (como regimes alimentares, alimentação termogênica ou rotina de atividades físicas) ela poderá engordar novamente em poucas semanas.

Por conta disso, qualquer alteração de dosagem ou a suspensão da medicação devem ser feitas mediante aconselhamento médico.

Efeitos colaterais

Estudos clínicos relataram que a sibutramina apresenta algumas reações adversas logo no início do tratamento. Porém, essas reações adversas tendem a diminuir conforme o corpo se acostuma com o uso da substância.

Segundo o relato de pessoas que já tomaram o remédio a agressividade dos efeitos acontece principalmente nas 4 primeiras semanas de tratamento.

Confira a lista de todos os efeitos colaterais indicados pela bula:

  • Constipação;
  • Boca Seca;
  • Insônia;
  • Taquicardia;
  • Aumento da pressão arterial;
  • Náuseas;
  • Palpitações;
  • Vasodilatação;
  • Delírios ou tonturas;
  • Piora da hemorroida;
  • Parestesia;
  • Dores de cabeça;
  • Sudorese;
  • Ansiedade;
  • Alterações do paladar;
  • Cólicas menstruais intensas;
  • Diminuição do apetite sexual;
  • Falta de vontade de comer.

É importante falar com o seu médico sobre quaisquer outros efeitos colaterais causados pela utilização da sibutramina.

Sibutramina faz mal? Depoimentos de quem tomou

Em 2015 ficou conhecido o caso de uma jovem que se matou supostamente devido alucinações causadas pela sibutramina. A adolescente de 17 anos pulou do 11° andar do prédio onde morava.

Depois do acontecimento, sua mãe publicou uma carta criticando os efeitos colaterais da medicação.“Tenho certeza no meu coração que se ela não estivesse sob efeito da sibutramina nada disso estaria sendo vivido hoje”, escreveu Beatriz Martins, a mãe da adolescente.

A revolta levou a uma onda de relatos por pessoas que já tiveram experiências com o remédio. Em um dos depoimentos, Andrea Silva Gomes, de 42 anos, diz que o grande problema é a situação de dependência química gerada pela medicação: “Você vê os resultados, quer tomar mais para emagrecer e fica louca. Eu devia tomar de manhã e à tarde, mas tomava mais do que isso. Você fica dependente.”

No caso de Andrea Silva, o uso da medicação se estendeu por anos. Hoje, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) restringe o uso por no máximo dois anos.

Por conta de mais casos como esse, é que a instituição reguladora já chegou a proibir a comercialização do remédio e, hoje, a enquadra como tarja preta e implica regras mais duras para quem quer comprar. Nas farmácias, só pode ser vendida mediante retenção de receita médica e o seu uso é controlado, assim como acontece com os antidepressivos.

Ainda assim, um projeto de lei tentou facilitar a autorização de produção, venda e consumo de substâncias inibidoras de apetite, como a da Sibutramina. Em 2017, ele foi sancionado pela lei 13.454/2017 qual liberou a produção de venda de medicamentos para emagrecer, desde que sob orientação médica.

Confira aqui quais outras medicações se incluem no conteúdo sobre remédios para emagrecer. 

Quando usar? Saiba se você pode

A sibutramina é tida como parte de um programa de emagrecimento para pessoas que tem dificuldades na perda de peso, sobretudo pessoas diagnosticadas com obesidade de grau I ou II. De acordo com a bula oficial a indicação para esta medicação é muito simples e direta:

Para vários endocrinologistas e outras especialistas, a sibutramina é indiada para o tratamento da obesidade tanto de grau 1, grau 2 e grau 3:

  • Grau 1: IMC entre 30 e 34,9 kg/m²;
  • Grau 2: IMC entre 35 e 39,9 kg/m²;
  • Grau 3: IMC acima de 40 kg/m².

sibutramina como tomar

Contraindicações

Por outro lado, a sibutramina  por ser um remédio tarja preta, é contraindicada para vários pacientes. É importante ficar atento, pois o uso descontrolado pode prover vários problemas na saúde. O uso da substância é rigorosamente controlado, devido ao uso indevido de pacientes que se automedicavam.

Em muitos casos, a Sibutramina mais afeta a saúde do que traz benefícios para o paciente. Por isso só deve ser tomada em casos específicos. Veja abaixo pacientes para os quais esta substância é contraindicada:

  • Pacientes com histórico de diabetes tipo 2, apresentando pelo menos um outro fator de risco, tal como:
    • Hipertensão arterial (pressão alta) controlada por medicamento;
    • Dislipidemia (aumento dos níveis de colesterol e/ou triglicérides);
    • Tabagismo;
    • Nefropatia diabética com microalbuminúria (perda anormal de proteína pelos rins).
  • Pacientes com história de doença arterial coronariana, insuficiência cardíaca congestiva, taquicardia, doença arterial obstrutiva periférica, arritmia ou doença cerebrovascular;
  • Pessoas com hipertensão, onde a doença não é controlada, ou é controlada de maneira inadequada;
  • Quem tem história ou presença de transtornos alimentares (bulimia e anorexia);
  • Pessoas que estão em tratamento com medicações de ação central para redução de peso ou tratamento de transtornos psiquiátricos;
  • Pessoas com insuficiência renal;
  • Pacientes inibidores da monoaminoxidase.

Como comprar?

Primeiramente, você deve realizar uma consulta com um médico, que irá fazer uma avaliação para ver se o seu caso envolve a necessidade de uso da sibutramina. Em geral, primeiro tenta-se promover a perda de por meio da mudança alimentar e atividade física, com acompanhamento nutricional.

Caso o médico faça a prescrição de Sibutramina, ela pode ser encontrada facilmente em qualquer farmácia, por todo o país e até mesmo com descontos nas farmácias populares. O remédio não é distribuído pelo Sistema Único de Saúde (SUS), então é preciso pagar pelo tratamento.

Na rede de farmácias o princípio ativo da sibutramina pode ser encontrado para além da versão Genérica sob diferentes nomes comerciais. São eles:

  • Biomag;
  • Síbus;
  • Slenfig;
  • Reductil;
  • Sibutril;
  • Plenty;
  • Vazy;
  • Saciette;
  • Sare.

É possível encontrar a substância para vender de forma ilegal. No entanto, estas drogas não possuem qualquer tipo de garantia médica e ainda podem apresentar riscos severos para a saúde do paciente.

Preço

Os gastos com sibutramina não envolvem apenas a medicação, mas também os gastos com médicos. A Sibutramina custa em torno de R$ 30,00. Porém, você terá que pagar as consultas médicas todos os meses para renovar a receita e verificar como seu corpo está respondendo ao tratamento, se há algum efeito colateral.

Em outros países, como o exemplo dos Estados Unidos, a sibutramina não tem mais permissão de venda. A validade da receita é de somente 30 dias e qualquer efeito adverso associado à sibutramina deve ser notificado.

Para mais informações confira a bula oficial. 


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

20 Comentários

  1. Arlete Aparecida da Silva
  2. Ane
  3. Marco
  4. cristiane dos santos diniz
  5. Jocelia
  6. Ivonete
    • webgocontent
  7. Josiane
    • webgocontent
  8. Marinalva
  9. Adalgisa
    • webgocontent
  10. Ludmila
    • Quero Viver Bem
  11. Laura Reis
    • Quero Viver Bem
  12. Daniele
  13. Roberts
  14. vera lucia da slva
  15. Simone lima

Deixe um Comentário