Sedentarismo – O que é? Sintomas, Consequências e Tratamento

Você sabe o que é o sedentarismo? Descubra, aqui no Quero Vive Bem, informações completas sobre causas, consequências e formas de prevenção!

O corpo humano não foi criado para ficar parado, mas, infelizmente, essa é uma condição que atinge uma parcela bastante significativa da sociedade atual, sendo chamada de sedentarismo. Esse estilo, que é caracterizado pela falta de atividade física, prejudica a saúde em vários aspectos.

Existe a relação entre o sedentarismo e certas doenças, por isso é fundamental que você entenda quais são os sintomas do problema, suas causas e consequências, como tratar e como prevenir. Confira as informações completas, só aqui no Quero Viver Bem!

Sedentarismo2

Sedentarismo tem sintomas? Quais são as causas?

Muitas pessoas são sedentárias e nem percebem, sejam jovens, sejam velhas. O “sintoma”, por assim dizer, é o mesmo: a inatividade física.

Ou seja, o sedentarismo tem como sinal mais claro a falta de prática de, pelo menos, um nível recomendado de atividade física diária. Desse modo, a maioria da população está acostumada a viver sentada, aproveitando do que a modernidade proporciona para encontrar conforto.

O sedentarismo também se apresenta pela preguiça constante, além da falta de ânimo que um indivíduo tem para sair de casa. Na verdade, quando a pessoa se sente “confortável” nessa condição, ela perde a vontade de fazer qualquer coisa.

Antigamente, o sedentarismo não era um problema de saúde pública. De modo infeliz, os sucessivos avanços tecnológicos trouxeram vantagens e desvantagens para o planeta – e nesse último se encaixa o sedentarismo. Máquinas no lugar de humanos, cirurgias plásticas e dietas da moda são, por exemplo, causas óbvias que substituem a saudável prática de exercícios físicos.

Consequências do sedentarismo

Grande parte da população, em especial a que tem mais desenvolvimento econômico, está em um grau bastante elevado de sedentarismo. Tal condição pode oferecer consequências negativas e alarmantes para a sua saúde, sabia?

Alguns dos problemas desencadeados pelo sedentarismo são:

  • Alterações no sono, no apetite, na sede e até no desejo sexual;
  • Aumento do risco de infarto agudo do miocárdio e Acidente Vascular Cerebral (AVC);
  • Aumento na incidência e no desenvolvimento de inúmeras doenças;
  • Aumento nos níveis de ansiedade;
  • Deficiência no sistema cardiorrespiratório;
  • Depressão;
  • Desequilíbrio hormonal;
  • Diminuição da capacidade funcional, pois há atrofia muscular ou hipotrofia;
  • Diminuição do sistema imunológico;
  • Maior risco no desenvolvimento de doenças neoplásicas (isto é, câncer);
  • Perda gradual da força e da resistência muscular;
  • Piora na autoestima;
  • Redução da flexibilidade muscular;
  • Redução na coordenação psicomotora.

Sedentarismo

Dependendo, a maior ingestão diária de calorias pode provocar o aumento de peso e, consequentemente, casos de sobrepeso e obesidade.

Em 2018, um estudo foi realizado e pode afirmar que o Brasil se encontra no quinto lugar com o pior índice de sedentarismo do mundo – e isso é um fator especialmente preocupante entre as mulheres!

Como tratar o sedentarismo?

Já está muito comprovado que a falta da prática física regular pode favorecer o surgimento e o desenvolvimento de diversos problemas de saúde, entre os quais as doenças cardíacas, a diabetes e o câncer são os principais.

Portanto, a melhor forma de tratar e combater o sedentarismo é fazendo exercícios. Além de evitar excesso de peso, obesidade e complicações como pressão alta, a prática de atividades pode melhorar a saúde mental, garantir melhor qualidade de vida e promover o bem-estar.

Procure alterar seu estilo de vida, tornando-o mais ativo. Faça, pelo menos, 30 minutos de atividades físicas todos os dias, com intensidade moderada – no começo, vá mais devagar para o seu corpo se acostumar. Lembre-se que atividade física não se resume somente em caminhar, correr ou praticar musculação!

Sedentarismo3

Outras atividades podem ser encaixadas no seu novo estilo de vida, que lhe tragam mais conforto, como é o próprio caso de natação, ciclismo, corda, dança ou mesmo arte marcial. Procure algo que lhe dê prazer e movimente-se!

Antes de iniciar qualquer atividade física, busque o seu médico – ele irá fornecer orientações sobre os tipos ideais de exercícios e o tempo necessário de prática para suas necessidades!

Como prevenir o sedentarismo?

A prevenção do sedentarismo começa quando você se adapta a um estilo de vida ativo, isto é, opta por manter seu corpo em movimento sempre que possível.

Existem medidas que podem ser adotadas e que evitam que você se torne um sedentário. São exemplos bem simples, veja só:

  • Ande mais e dirija menos;
  • Procure utilizar as escadas, ao invés de elevador ou escada-rolante;
  • Brinque mais com filhos, sobrinhos, netos, etc., ou mesmo com seu cachorro;
  • Faça exercícios de alongamento;
  • Levante-se com mais frequência durante o dia, se você trabalha sentado;
  • Saia para passear com o seu cachorro.

Persista no seu objetivo e fique longe do sedentarismo e de muitas doenças que podem diminuir a sua expectativa de vida!


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário