Sardinha – Benefícios, Tabela nutricional, Consumo e Contraindicações

Você já deve conhecer a sardinha, mas sabe quais os benefícios desse alimento para a saúde? Confira, aqui no Quero Viver Bem, informações completas!

A sardinha é um peixe pequeno e muito saboroso, que faz parte da família Clupeidae. Ele tem no máximo 25 cm, apresenta a cor prateada e possui escamas e pele. Seu habitat é o mar, onde são encontrados em cardumes nos locais em que a água é mais rasa.

Sua origem é Sardenha, uma ilha localizada no Mar Mediterrâneo, por isso de seu nome, que faz relação à sua origem. Ao longo do tempo, esses animais viajaram por milhares de quilômetros e foram se espalhando pelos mares do mundo.

Esse é um tipo de peixe muito consumido por ser encontrado com facilidade e por conter inúmeros nutrientes que fazem muito bem à saúde. Quer saber mais sobre a sardinha? Então, continue lendo o artigo do Quero Viver Bem e descubra tudo!

Sardinha2

Benefícios da sardinha

Esse peixe oferece inúmeros benefícios para a saúde das pessoas, pena que ainda é pouco consumido e não está presente no cardápio dos brasileiros com a frequência que deveria.

A sardinha é facilmente substituída pelo atum e pelo salmão, este último que é muito mais caro, tornando-se pouco presente nas refeições. Ela é uma versão bem mais em conta, de fácil acesso e apresenta valores nutricionais semelhantes.

Veja, abaixo, os principais benefícios da sardinha para o organismo dos seres humanos:

Grande concentração de Ômega 3

A grande concentração de ômega 3 presente na sardinha protege o sistema cardiovascular, melhora o sistema nervoso e cuida de pele e cabelo, mantendo-os mais saudáveis e com aspecto jovial.

Mais cálcio e vitamina D

Se você consumir uma lata de sardinha, estará ingerindo muito mais cálcio do que em um copo de leite. Também, esse peixe é rico em vitamina D, que auxilia na fixação do cálcio nos ossos e no organismo, potencializando o seu efeito.

Rica fonte de proteína

Você sabia que em cada 100 gramas do peixe é possível encontrar 32 gramas de proteínas? É isso mesmo! Equivale a um bife de carne vermelha. Ou seja, a sardinha é uma ótima opção para quem está frequentando a academia. Comê-la depois de treinar ajuda na recuperação dos músculos. Mais uma fonte saudável de proteína para adicionarmos no cardápio do dia a dia, além dos tradicionais ovos, frango e carne vermelha.

Tabela nutricional

Sardinha

A sardinha apresenta um valor nutricional altíssimo, veja, abaixo na tabela, as quantidades para cada 100 gramas do peixe:

  • Valor energético 164 kcal;
  • Proteínas 32,2g;
  • Gorduras saturadas 1,7g;
  • Gorduras monoinsaturadas 0,5g;
  • Gorduras poli-insaturadas 0,3g;
  • Cálcio 437,7mg;
  • Manganês 0,2mg;
  • Magnésio 51,4mg;
  • Colesterol 109,0mg;
  • Lipídios 3,0g;
  • Fósforo 577,8mg;
  • Ferro 1,3mg;
  • Potássio 574,3mg;
  • Cobre 0,1ug;
  • Zinco 1,8mg;
  • Niacina 5,8mg;
  • Tiamina B1 0,1mg;
  • Sódio 74,5mg.

Consumo de sardinha

Para obter os melhores resultados e benefícios da sardinha no organismo, é preciso acrescentá-la, pelo menos, duas vezes na semana em sua dieta. No entanto, é importante observar a forma de preparo, pois, se fresca, deve ser grelhada ou assada ao invés de frita.

No caso da sardinha enlatada, é importante observar se ela vem conservada em azeite, pois a maioria das conservas são feitas com óleo de soja, que não é um tipo de gordura boa. Ao consumir, lembre-se de escorrer bem o excesso de óleo. Fique também de olho na quantidade de sódio, optando pelas versões com menor teor do nutriente.

Sardinha3

Contraindicações para o consumo de sardinha

Não existe contraindicações para o consumo do peixe. Pessoas com alergia ou intolerância devem evitar, e, no geral, ao consumir, é preciso tomar cuidado com as espinhas para não se espetar.

Você sabia que, em uma lata de sardinha, você encontra 1 grama de ômega 3, enquanto que a de atum possui apenas 0,6 gramas? O consumo ideal de gordura boa, que é o recomendado pela Associação Americana do Coração, é de uma grama ao dia. Por isso, é tão importante acrescentar a sardinha (e outros peixes) no cardápio.

Curiosidades sobre o consumo de sardinhas

  • As fêmeas chegam a colocar, em média, 60 mil ovos pequenos e arredondados;
  • A desova ocorre perto da costa por causa da temperatura da água que é mais quente, depois volta para o alto mar;
  • O tempo de vida de uma sardinha pode se estender até 7 anos;
  • Os predadores da sardinha são os peixes carnívoros, as aves marinhas e o homem, é claro.

Agora que você já sabe tudo sobre esse peixe maravilhoso e todos os benefícios que ele oferece ao organismo, pode começar a acrescentar no seu cardápio. Bom Apetite!

Gostou? Então, confira, também, o conteúdo completo sobre Quais os benefícios dos peixes para a saúde? Veja aqui!


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário