Sal marinho – O que é? Diferenças e Benefícios

Confira aqui qual é a diferença do sal marinho dos demais tipos de sal e quais são os benefícios que ele proporciona para a saúde.

O sal tem sido apontado, por vezes, como vilão, pois, quando consumido em excesso, pode gerar problemas cardiovasculares, renais, hipertensão arterial, entre outros. Até por conta disso, muitas pessoas têm procurado outros tipos de sal, que sejam mais saudáveis – e um deles é o sal marinho.

Há diversos tipos de sal marinho, que, dependendo de sua procedência, podem ter cor de cristais. Esse tipo de sal é muito usado na cozinha e precisa ser moído na hora do consumido, já que o seu tamanho é maior do que o sal refinado, que já vem moído.

Um exemplo do sal marinho que está na moda é o sal rosa do Himalaia. Apesar de não ser extraído do mar (o Himalaia é um conjunto de montanhas que fica na Ásia), o sal rosa é considerado um sal marinho, pois não passou por nenhum tipo de processamento (ao contrário do sal refinado), o que mantém suas características originais de sabor e cor, bem como valor nutritivo.

tipos de sal

Diferenças entre o sal marinho e o sal refinado

Tanto o sal marinho quanto o sal refinado são obtidos a partir da evaporação da água do mar. A diferença, no entanto, é que o sal refinado sofre um processo térmico para que sua umidade fique em 0,05%. Além disso, esse sal sofre refinamento e branqueamento, o que acaba com traços de microelementos, como o iodo, permanecendo na sua composição apenas uma alta taxa de sódio.

A transformação sofrida é tão grande que o sal refinado necessita passar por um processo chamado iodação, pois a deficiência do iodo no organismo pode desencadear diversas doenças e anomalias.

O sal marinho, por sua vez, é mais puro, pois não passa por nenhum desses procedimentos mecânicos, o que faz com que ele mantenha todos os minerais e nutrientes que o sal refinado perdeu. Outra diferença é que o sal marinho tem um sabor menos salgado do que o refinado, além de não receber a adição de nenhuma substância química. Dessa forma, tamanho e cor são diferentes em relação ao refinado.

O único processo que o sal marinho sofre é o da moagem, para que ele possa ser utilizado para temperar os alimentos. O sal grosso, por exemplo, é um tipo de sal marinho que foi moído, para diminuir o tamanho dos cristais, mas não sofreu tratamento químico.

Benefícios do sal marinho

Por ter menos sódio do que o sal refinado, o sal marinho favorece a saúde dos rins dos indivíduos, que têm ficado cada vez mais sobrecarregados com o crescente consumo de sódio nos alimentos nos últimos anos.

sal marinho o que é

1 – Favorece o emagrecimento

A queda de sódio do sal marinho também é favorável para a perda de peso, isso porque o sódio costuma aumentar a retenção de líquidos no organismo, causando inchaço e uma percepção de aumento de peso.

Já uma quantidade moderada de sódio pode causar o efeito contrário, afinal, muitos dos minerais do sal marinho atuam na composição dos sucos gástricos. Com um sistema digestivo funcionando adequadamente, reduzem-se as inflamações e contribui-se para a diminuição de peso. Além disso, o consumo de sal ajuda a evitar cãibras no momento da atividade física.

2 – Previne o câncer

Outro aspecto positivo proporcionado pelo sal marinho é que ele combate o desenvolvimento de diversos tipos de câncer, por deixar o organismo alcalinizado – em contrário, um ambiente ácido é mais propício ao surgimento do câncer.

3 – Controla a taxa de glicose

O sódio presente no sal marinho é um ótimo aliado no controle das taxas de glicose no sangue. Isso ocorre porque o mineral facilita a absorção da glicose pelas células, reduzindo a necessidade de insulina. Dessa forma, o consumo moderado de sal é recomendado para pessoas que têm risco de desenvolverem diabetes ou para quem já sofre desse mal chamado diabetes.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário