Riscos do crossfit que você não pode ignorar!

O crossfit é a nova modalidade de atividade física do momento, atraindo muitos adeptos e fazendo o maior sucesso entre pessoas que querem definição corporal, emagrecimento, resistência física, superação de limites e prática de alta intensidade.

O crossfit é muito procurado por pessoas que querem sair da mesmice das academias e dos treinos sequenciais, que quase nunca mudam, procurando a diversidade de exercícios e o desafio ao próprio corpo, com intuito de melhorar sua forma física. Porém, existem erros cometidos nessa modalidade que, muitas vezes, são deixadas de lado, erros esses que podem prejudicar, e muito, os praticantes dessa modalidade.

A prática tem o dilema de que todos podem fazer essa modalidade, sem exceção. No entanto, não se pode afirmar, já que os praticantes trabalham até o seu limite e a sua fadiga. Pessoas com problemas de joelho, que possuem certas limitações, que não podem subir em um caixote, que têm problemas de coluna (hernias), que não podem executar um burpee, são alguns exemplos que devem excluir o exercício de suas rotinas.

Riscos do crossfit que você não pode ignorar!

Sei que muitos adeptos da modalidade vão dizer que não é bem assim, que não funciona dessa forma, que tudo é adaptado ao aluno, mas pode ter certeza que, em tese, deveria ser assim.

Outro problema encontrado nesse tipo de exercício são pessoas que desenvolvem lesões durante os treinamentos, por excesso de exercícios – já que a ideia é a execução até a fadiga – e movimentos incorretos durante o levantamento do peso – excedendo a quantidade.

Ainda assim, o principal problema encontrado no crossfit é o fato de haver muitos profissionais inexperientes atuando como professores – lógico que essa prática não é apenas no Crossfit, e sim em várias áreas de atividade física. No entanto, como estamos falando de um treinamento de alta intensidade, de uma modalidade que tem uma incidência maior de lesões, são necessários cuidados maiores com seus praticantes e, acima de tudo, pessoas bem qualificadas e preparadas.

Pra você que é dono de um estabelecimento assim ou que pratica em uma academia específica, questione se: o Conselho Regional de Educação Física fiscalizou o espaço? O local está trabalhando só com pessoas formadas em educação física e que têm o módulo de treinamento crossfit? Se o espaço cumpre com todos os requisitos, está de parabéns, porque a maioria não está 100% com as legalidades.

Esse texto não é para denegrir a modalidade crossfit, apenas para que as pessoas fiquem atentas ao seus limites e a quem cuida de seus treinos, e que os profissionais da área sejam responsáveis, atuando na modalidade com responsabilidade e dentro da lei, pois estão lidando com vidas.

Dica: procure respeitar seus limites, escolha um box que tenha profissionais habilitados e capacitados e, o mais importante, visite um médico especialista e faça exames para saber se você está apto (ou não) para executar essa prática.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Eduardo Lembi (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Estrela2  Estrelas3  Estrelas4  Estrelas5  Estrelas (Ainda sem avaliações)
Loading...

Quem Leu Este Artigo também costuma ler:

Deixe um Comentário