Remédio caseiro para pressão alta

Você sofre de pressão alta e não sabe o que fazer para controlar ela em casa? Confira, aqui no Quero Viver Bem, os principais remédios caseiros!

A pressão alta é uma doença sem cura. Não há resultado definitivo que conduza a uma necessidade de cuidados permanentes para que seja possível mantê-la dentro dos níveis aceitáveis.

Por outro lado, a hipertensão, como é tecnicamente chamada, em caso de não ser devidamente cuidada, pode trazer inúmeras complicações.

A pressão alta não é uma doença que apresenta sintomas visíveis. Ela é, normalmente, silenciosa, e exatamente por esse motivo acaba passando desapercebida até que apareça – o que pode ser fatal.

Existem remédios que são ministrados por médicos para o controle desse mal, porém algumas atitudes podem ser tomadas para reduzir as possibilidades de a pessoa ser surpreendida por uma crise de maiores dimensões.

Alguns alimentos têm características que auxiliam nessa tarefa, como os que relacionamos, a seguir, aqui no Quero Viver Bem!

Alimentos para pressão alta2

Remédios caseiros para pressão alta

Como foi dito, existem inúmeros alimentos que “fazem bem” quando se trata de pressão alta. Da mesma forma, há várias receitas destinadas a ajudar no controle. Alguns têm realmente qualidades capazes de trazer melhorias nesse sentido. Confira cada um:

Alho

Provavelmente esse seja o mais conhecido ingrediente das receitas que tratam da melhora dos níveis de pressão arterial.

Deixar o alho em descanso dentro de um copo com água e consumi-la logo pela manhã é uma tradicional receita para diminuição da pressão. A ação vasodilatadora dos componentes encontrados no alho diminuem a pressão arterial, tendo em vista que alteram os esforços exigidos do coração, fazendo com que o sistema todo seja beneficiado.

Como se não bastasse essa qualidade, o alho ainda atua protegendo os vasos sanguíneos da formação de arteriosclerose.

Chá de Hibisco

Outro desses ingredientes é o chá de hibisco. Normalmente visto como uma flor, o hibisco, por tempos, não passou de mero ornamento nas cercas e divisas.

Inicialmente, suas qualidades pareciam ser voltadas ao emagrecimento, porém pesquisas apontaram, na sua composição, grande quantidade de antocianinas, que são flavonoides potencializadores dos elementos destinados a reduzir a pressão arterial.

Chá de cavalinha

A retenção de líquidos é um dos agravantes do aumento da pressão, uma vez que aumenta a necessidade de esforço do coração. A cavalinha tem poder diurético, o que faz com que grande quantidade de líquido seja eliminado pela urina, facilitando todo o trabalho do sistema.

Mirtilo

O mirtilo apresenta grande concentração de antioxidantes, retardando o envelhecimento e atuando, inclusive, na prevenção do câncer.

Essas qualidades também auxiliam no combate à pressão alta, apresentando, inclusive, resultados superiores em pacientes obesos e com complicações cardiovasculares graves.

Água e limão

O limão também é um aliado na guerra contra a pressão alta. Ele tem função antioxidante, auxiliando no controle da pressão e na prevenção de problemas cardiovasculares. Recomenda-se tomar um limão espremido em um copo de água, antes do café da manhã.

Pepino

Outra fonte para obter melhor controle da pressão alta é o pepino. Suas propriedades permitem um controle facilitado e sem grandes esforços da hipertensão. É aconselhada a ingestão de um pepino batido no liquidificador com água e sem açúcar, antes das refeições.

Chuchu

Seja em chá, salada ou mesmo refogado, o chuchu é um alimento que tem alta concentração de água, o que lhe confere um efeito diurético, que, como já dito, auxilia (e muito) no combate da pressão alta.

Sintomas

A pressão alta é totalmente silenciosa. Não apresenta sintomas específicos e, normalmente, causa dores de cabeça e uma chamada “pressão” exercida na região da nuca.

Em crises, momentos em que se deve procurar ajuda médica, são constatados enjoos, dores no peito, visão turva, tonturas, entre outros.

[CONFIRA, AQUI, MAIS INFORMAÇÕES COMPLETAS DOS SINTOMAS DA PRESSÃO ALTA]

Cuidados

Todos os elementos aqui indicados auxiliam no controle da pressão alta. Entretanto, o acompanhamento do médico de confiança é fundamental, bem como o uso do medicamentos indicados.

Junto a isso, devem ser reduzido o consumo de sal, a ingestão de bebidas alcoólicas, o uso de cigarros e alimentos gordurosos.

Também contribui muito com a redução dos níveis de pressão a realização de atividades físicas, especialmente as aeróbicas, mas não sem antes realizar um acompanhamento médico com exames para que se tenha a exata noção de até onde podem ir os exercícios.

É totalmente possível a convivência com a hipertensão sem estresse, basta seguir um alimentação saudável, ter atitudes saudáveis e seguir as orientações médicas.

Gostou? Confira, também, Por que a pressão alta (hipertensão) é chamada assassina silenciosa?


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário