Remédio caseiro para coceira vaginal

Está com coceira na região íntima e não sabe o que fazer? Confira, aqui no Quero Viver Bem, os melhores remédios caseiros para coceira vaginal!

A coceira vaginal, geralmente, é um sintoma de candidíase ou de alergias. Ao contrário do que se pensa, alergias nessa área são muito comuns e têm diversos causadores, como o tecido usado na calcinha, o amaciante aplicado na lavagem de roupas, o absorvente íntimo, os sabonetes, e por ai vai.

A coceira, em casos de alergias, é externa, ou seja, na região vaginal, apresentando, além da coceira, irritação e vermelhidão na área afetada. Já nos casos de candidíase, o problema é mais específico. Aqui, a coceira é interna, provocada pela presença de fungos ou bactérias. Ela apresenta inchaço local, corrimento e, em alguns casos, dor ou ardência ao urinar.

Para saber como tratar o problema em casa, confira, a seguir no Quero Viver Bem, as melhores receitas de remédio caseiro para coceira vaginal!

Coceira vaginal2

5 Remédios caseiros para coceira vaginal

A presença de fungos na vagina é normal, mas acontece que alguns fatores alteram o equilíbrio desses fungos, desencadeando a candidíase. Muito embora não seja considerada uma doença sexualmente transmissível (DST), ela pode ser contraída também durante o sexo.

A higiene não adequada ou muita umidade na região também são fatores de risco para que se haja uma proliferação acima do normal desses fungos. Confira, abaixo, os melhores remédios para tratar o problema.

Banho de assento

No caso de ser coceira alérgica, o tratamento é simples. Assim que identificado o fator causador da alergia, este deve ser evitado, para que não ocorra novamente. Feito isso, realizar um banho de assento com chá de uva ursina, por 03 a 04 dias, deve resolver o problema.

Em uma caneca, ferva um litro de água e acrescente duas colheres de folhas de uva ursina, cobrindo o recipiente com um pano. Deixe esfriar, coloque em uma bacia e faça o banho de assento normalmente.

As folhas da uva ursina são encontradas em casa de chás ou produtos naturais.

Higienização

Se a causa da alergia for cloro, uso de amaciante, ou outro produto que tenha agredido a região, o ideal é lavar bem a área afetada com sabonete neutro e usar o chuveirinho para fazer um enxague bem abundante para que qualquer resquício de produto seja eliminado.

Essa área é muito sensível e suscetível a alergias, então a boa higiene é sempre recomendada como prevenção, tanto de alergias como de candidíase. Adquira o hábito de lavar a área vaginal com sabonetes íntimos com ph neutro, e sempre enxague bem.

Coceira vaginal

Iogurte natural

O iogurte natural diminui a acidez da vagina fazendo com que a coceira seja aliviada. O produto também é eficaz nos casos de início da infecção. É possível, com o uso de uma seringa (sem agulha), injetar no interior da vagina uma pote de iogurte natural, de duas a três vezes ao dia. Use um absorvente para que a calcinha não fique toda molhada.

Bicarbonato de sódio

Esse produto também é ótimo para aliviar os sintomas da candidíase. Em um litro de água morna, coloque 01 colher de sopa de bicarbonato de sódio e lave bem toda a área genital com essa mistura. Depois, faça banhos de acento, seque bem a parte íntima com uma toalha limpa e permaneça sem calcinha por algumas horas (faça preferencialmente à noite).

bicarbonato de sódio

Violeta genciana

Essa é aplicada diretamente na vagina, melhorando muito os sintomas, mas deve ser aplicada por um profissional, para que não haja complicações, já que é um pouco agressiva, em contato com a pele.

Como evitar coceira vaginal

Para prevenir o problema, algumas medidas podem ser tomadas, como:

  • Evitar o uso de roupas apertadas, principalmente calcinhas;
  • Dar muita atenção à higiene intima, e sempre enxaguar bem a área genital;
  • Não usar produtos abrasivos na área vaginal, como cremes hidratantes ou desodorantes;
  • Não permanecer com o biquíni molhado por muito tempo, quando usar piscinas ou for à praia;
  • Usar preservativos nas relações sexuais;
  • Usar calcinhas de algodão;
  • Trocar sempre o absorvente, quando menstruar, de três a quatro vezes ao dia.

Essa é uma região que deve estar sempre bem seca, portanto, certifique-se de que, a cada vez que urinar, a área toda seja seca com papel higiênico, nunca com lenços umedecidos, pois esses limpam, mas deixam a umidade para traz.

Em caso de dúvidas entre ser apenas uma alergia ou candidíase, o aconselhável é ir ao ginecologista e fazer os exames solicitados pelo profissional.

Em sendo confirmada a candidíase deve ser feito um tratamento rigoroso, com pomadas e remédios específicos, que serão receitados pelo seu médico de confiança.

Gostou? Confira, também, o conteúdo completo sobre Remédios para Candidíase – 4 medicamentos mais indicados para o tratamento!


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário