Recuperação Pós-Treino – Como Fazer? Qual a Importância?

Praticar uma atividade física é de extrema importância para manter uma vida saudável e se afastar ainda mais das doenças e do sedentarismo que tanto assombram nossa sociedade. Tem-se falado muito sobre a importância de buscar um exercício que agrade, para assim incluí-lo na rotina diária. Mas, o que pouco se ouve falar é da importância da recuperação ao final dessa prática física.

Tão importante quanto o treino é sua recuperação. E existem diversas maneiras de realizá-la para potencializar ainda mais os benefícios do exercício físico. Nem sempre treinar por muitas horas e por dias seguidos é o melhor a se fazer. A rotina de recuperação se faz tão necessária quanto a de treinos, pois é preciso preparar bem o corpo para a próxima sessão de exercícios.

elevação frontal treino abcd

Quem já tem por hábito a prática de alguma atividade física sabe que treinar cansado ou sem ter se recuperado do treino anterior prejudica e impede que o corpo trabalhe na potência e na qualidade que poderia trabalhar se estivesse 100% preparado para a nova bateria de exercícios. Além de que se aumentam os riscos de lesões, principalmente se os exercícios são de alta intensidade.

[CONFIRA TAMBÉM: 7 EXERCÍCIOS DE ALTA INTENSIDADE]

Hábitos simples, como o alongamento, o sono, a hidratação, a alimentação e o descanso (entre outros) podem fazer com que você melhore ainda mais o progresso nos treinos e na recuperação da musculatura e do corpo como um todo. Muitos não sabem, mas, durante a recuperação pós-treino, há o aumento de massa magra, além da recuperação fundamental para o desempenho das próximas atividades.

Agora que sabemos o quanto é importante incluir na rotina de treino a recuperação pós-treino, vamos conhecer quais as maneiras de realiza-la corretamente e sem prejudicar todo o esforço disposto nos exercícios.

Métodos de recuperação pós-treino

Alongamento

Alongar-se, a princípio, tem como objetivo aumentar a amplitude do movimento das articulações. Mas, vai além disso. Essa prática se mostrou importante para auxiliar na prevenção de lesões ocasionadas pelo exercício físico, aliviar os espasmos musculares, reduzir edemas e acelerar o processo de recuperação no pós-treino.

Os alongamentos promovem o relaxamento dos músculos e, quando realizados de forma leve e moderada, ajudam na recuperação muscular, além de serem “famosos” por aliviarem as dores causadas pelo exercício. Alongar-se no dia seguinte ao exercício também é uma boa dica.

Recuperação ativa

A recuperação ativa nada mais é que “descansar” realizando exercícios aeróbicos e de baixa intensidade.  O recomendado é que, no dia seguinte ao treino de alta intensidade, aquele bem puxado, ao invés de fazer o descanso com repouso, faça exercícios bem mais leves.

Essa prática ajuda a diminuir os sintomas das lesões administradas pelo exercício, além de causar um efeito analgésico, com o aumento da liberação de endorfina. Fazer um exercício mais leve após um mais intenso também recupera e relaxa a musculatura.

Porém, essa prática tem sido motivo de divisão de opiniões entre estudiosos, já que algumas pesquisas mostraram que a eficácia da recuperação ativa é insignificante para os treinos intensos. Em contrapartida, outros autores defendem esse método como eficaz e importante para a recuperação pós-treino.

­Nutrição adequada

alimentação para doenças do fígado

Alimentar-se bem e de forma adequada após um treino exaustivo é a peça chave para resultados positivos e bom desempenho. Alimentos ricos em carboidrato e proteína são ótimos aliados nesse processo.

O carboidrato, por exemplo, tem uma função essencial: ele é responsável por fornecer energia ao músculo. Com a prática de exercícios físicos, principalmente os aeróbicos – como a corrida – a reserva de energia quase se esgota e é muito importante fazer essa reposição, para que o corpo continue agindo com os efeitos do exercício.

[CONFIRA TAMBÉM: DIETA RICA EM CARBOIDRATOS]

Descansar e Dormir bem à noite

como dormir melhor

Nossa musculatura precisa de um tempo adequado de descanso para então poder trabalhar com eficiência novamente. Quando realizamos um esforço intenso em um determinado grupo muscular, é preciso de, pelo menos, 24 horas de descanso, para que então aconteça a reparação do tecido. E é nesse processo que acontecem os reais ganhos.

Dormir bem e por 8 horas também é de grande eficiência, pois é dormindo que o nosso corpo gasta a menor taxa de energia e, com isso, é possível regenerar a musculatura. Sem dormir bem quase, não há benefícios em praticar um exercício.

Massagens e Crioterapia

As dores musculares causadas pelo esforço físico também podem ser amenizadas e trabalhadas com as técnicas de massagem. Elas ajudam a ativar a circulação sanguínea na musculatura, além de promover a sensação de relaxamento.

A Crioterapia nada mais é do que a imersão, no gelo, da parte do corpo que trabalhou intensamente, logo após a prática do exercício, podendo ser feito por períodos de 10 a 20 minutos. Com esse procedimento, os vasos sanguíneos se contraem, a circulação aumenta e a musculatura relaxa, diminuindo a inflamação muscular e possibilitando um efeito analgésico.

Conhecendo essas formas de fazer uma recuperação pós-treino mais adequada, inclua-as no seu dia a dia e, com certeza, perceberá grandes benefícios. Também, procure auxílio de profissionais da área da saúde, com o intuito de otimizar ainda mais a sua vida saudável.


Referências utilizadas neste conteúdo:

Métodos de recuperação pós-exercício. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/refuem/v24n3/15.pdf>.

Oito estratégias para acelerar a recuperação dos músculos. Disponível em: <https://veja.abril.com.br/saude/oito-estrategias-para-acelerar-a-recuperacao-dos-musculos/>.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Marlise Carvalho (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Estrela2  Estrelas3  Estrelas4  Estrelas5  Estrelas (Ainda sem avaliações)
Loading...

Quem Leu Este Artigo também costuma ler:

Deixe um Comentário