Quem tem escoliose pode correr?

Você sabe o que é escoliose? Sabe se quem tem essa condição pode praticar atividade física? Confira tudo, aqui no Quero Viver Bem!

Sim, pode. Na verdade, os exercícios físicos são necessários para quem tem esse problema. E não há atividades específicas destinadas a essas pessoas.

Muita gente acha que ter escoliose é limitador, e que não pode correr ou fazer outros exercícios, mas isso não é verdade. A única orientação é que as séries sejam orientadas por um bom profissional de educação física. 

escoliose e corrida

O que é escoliose?

É a curvatura lateral da coluna vertebral, que se distingue da seguinte forma:

  • Única ou múltipla – ocorre devido a deformidades nos músculos;
  • Fixa ou móvel – ocorre devido à contração muscular desigual.

Essa patologia atinge pessoas que ficam muito tempo sentadas em assentos que comprometem a postura. Também, é muito comum afetar crianças que carregam mochilas muito pesadas.

Os principais sinais que identificam o problema são:

  • Desnivelamento dos ombros;
  • Desnivelamento do quadril em que um lado fica mais arqueado do que o outro;
  • Aparência de uma perna maior que a outra;
  • Ombros projetados para frente;
  • Inclinação acentuada do tronco para um dos lados;
  • Dores crônicas (na idade adulta).

Tratamentos para escoliose

escoliose

Os tratamentos para esse desnível da coluna são de 2 tipos:

  • Conservador – indicado para quadros que apontam um desnível na curvatura de até 20 graus. Aqui, o paciente usará coletes, ou realizará procedimentos fisioterápicos. Em alguns casos, os médicos podem recomendar a ingestão de medicamentos para aliviar as dores;
  • Cirúrgico – a intervenção cirúrgica só é indicada para diagnósticos de escoliose acima dos 40 graus.

Nas duas situações, o acompanhamento médico é fundamental. É a partir da análise de imagens que se saberá qual tratamento realizar.

[CONFIRA TAMBÉM: 5 DICAS PARA EVITAR LESÕES NA CORRIDA]

Porém, como vimos, não precisa deixar de fazer seus exercícios. Pode caminhar, correr, nadar e praticar qualquer outra atividade. Lembre-se que para tudo ocorrer bem, tenha sempre a orientação de um especialista. Ele indicará a carga certa de atividades e ajudará a não agravar o seu quadro de escoliose.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Eduardo Lembi (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Um Comentário

  1. Kmart

Deixe um Comentário