Quando não fazer exercícios físicos – Confira 5 dicas importantes!

A prática de exercícios físicos é fundamental para garantir um corpo saudável e também uma maior qualidade de vida. Por conta disso, há diversas atividades que ajudam a combater doenças e incidem na perda de peso, além de elevarem a autoestima e darem fôlego e disposição para encarar a rotina diária.

No entanto, apesar de ser uma prática, em geral, muito benéfica, é possível que, em algumas ocasiões, o exercício físico possa causar alguns problemas aos indivíduos. Vejamos, a seguir, cinco motivos nos quais o exercício físico pode prejudicar a sua saúde.

1. Overtraining

Um dos problemas mais comuns está relacionado com o excesso de exercícios físicos, que pode acarretar uma série de consequências negativas ao organismo da pessoa – ao contrário do que se poderia acreditar de que quanto mais atividade, mais o corpo responderá positivamente.

Trata-se do overtraining, ou síndrome do excesso de treinamento, que faz com que haja uma série de alterações no metabolismo, o que pode comprometer o sistema cardiovascular, o neuroendócrino, os músculos e o esqueleto, além de baixar a imunidade do indivíduo, deixando-o mais propício à contração de infecções.

Especialistas explicam, ainda, que o excesso de treinamento deixa o sangue mais grosso, o que pode fazer com que a pessoa tenha um infarto ou um derrame cerebral.

2. Treino sem descanso

Outro problema relacionado ao lado prejudicial da prática de exercícios físicos é quando o treinamento é feito sem qualquer controle, sem tempo de permitir que a musculatura e todo o corpo descanse. Vale lembrar que o descanso também faz parte do processo, sendo essencial, porque é durante os intervalos entre as atividades que os músculos se recuperam do esforço e se regeneram.

É altamente recomendável, inclusive, que as pessoas que estão iniciando no mundo das academias e da boa forma intercalem um dia de atividade e um dia de descanso. Isso fará bem ao corpo, que irá se adaptar, aos poucos, à nova realidade.

3. Movimentos equivocados

A falta de orientação durante a realização de exercícios físicos, em especial em pessoas iniciantes, é uma questão que pode trazer diversos problemas, no futuro. Realizar os movimentos de maneira inadequada pode prejudicar articulações, músculos e até a coluna, trazendo muito mais prejuízos do que benefícios. Dentro disso, observar a postura também é fundamental para evitar a sobrecarga de alguma região do corpo.

Por isso, faça atividades sob supervisão, seja a partir do auxílio do instrutor da academia, seja com a contratação de um personal training. É essencial contar com esse apoio, ao menos até aprender os movimentos corretos.

4. Articulações afetadas

dor articular treino

A realização de atividades mais intensas ou que exigem um esforço em excesso pode causar impacto nas articulações, como ombro, joelhos e quadril, e trazer lesões que podem, até mesmo, limitar a continuidade dos exercícios.

As articulações são fundamentais para os movimentos do corpo e, caso sejam utilizadas de forma descuidada, costumam provocar dor e comprometer a mobilidade da pessoa, no futuro.

Médicos pesquisadores atestam que o desgaste do sistema articular pode ter relação com a deterioração do colágeno, ocasionada por um processo oxidativo, gerado pelo aumento de radicais livres no organismo – o que derruba a quantidade de colágeno. Vale ressaltar, ainda, que essa substância é primordial para o bom funcionamento das cartilagens.

5. Problemas cardíacos

O exercício físico também poderá fazer mal quando praticado por pessoas com potenciais problemas cardíacos, que não tenham procurado ajuda médica antes de iniciar qualquer atividade ou esporte.

É comum as pessoas decidirem de uma hora para outra começar algum esporte, fazer corrida ou ir à academia. O problema é fazer isso sem verificar como está o seu organismo para a empreitada, ainda mais se o indivíduo tem idade avançada e é sedentário, obeso e possui alguma doença como hipertensão arterial.

Um esforço em excesso imposto ao coração, sem mais nem menos, pode causar alterações nas estruturas do coração, dilatação das câmaras cardíacas, calcificação coronariana, aumento das fibras do músculo do coração e até arritmia. Por isso, é fundamental consultar um médico e realizar exames, a fim de saber se você está apto a praticar exercícios. Além disso, é importante contar com orientação de educador físico ou instrutor, conhecendo seus limites, para progredir aos poucos, sem prejudicar a sua saúde.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Estrela2  Estrelas3  Estrelas4  Estrelas5  Estrelas (Ainda sem avaliações)
Loading...

Quem Leu Este Artigo também costuma ler:

Deixe um Comentário