Pular corda – 10 motivos para praticar já!

Que pular corda é uma atividade muito divertida isso muita gente sabe, mas você sabia que essa prática está cheia de benefícios? Confira, aqui, quais são!

Quem nunca pulou corda, mesmo que de brincadeira? Essa é uma pergunta que para quase 100% dos leitores terá a mesma resposta – sim, eu já pulei corda. Porque essa é uma atividade física que, antes mesmo de ser atividade física, era uma simples brincadeira.

Muito comum nas escolas, nos parques e nas ruas, com saltos de um pé só, rodopios, entra e sai, agachamento, enfim, a corda tem muitas variações que inventávamos quando estávamos brincando de pular com os amigos.

Mas, essa prática pode transcender de uma simples diversão para um exercício físico bem completo e cheio de benefícios para o corpo e a saúde.

Considerada uma atividade aeróbia com impacto, exercitar-se pulando corda ajuda a gastar calorias e a suar muito. Dentre esses fatores, vamos conhecer, abaixo, outros benefícios de se exercitar pulando corda e como deve ocorrer a prática. Confira!

10 benefícios de pular corda

Pular corda

Ajuda a queimar calorias e a emagrecer

Os exercícios considerados aeróbicos, como pular corda, utilizam de oxigênio para gerar energia e trabalhar uma grande quantidade de grupos musculares ao mesmo tempo, de forma rítmica.

Eles se caracterizam por serem de longa duração e menor intensidade, por isso as células musculares consomem mais oxigênio para produzir energia e manter o corpo trabalhando mais tempo.

Nosso metabolismo precisa, desse modo, agir de forma mais acelerada, queimando mais calorias e auxiliando na perda de peso.

[CLIQUE AQUI PARA ENTENDER MAIS SOBRE O EMAGRECIMENTO PULANDO CORDA!]

Melhora o condicionamento físico

Pular corda é uma atividade de movimentos repetitivos e que exige muito esforço corporal, com isso, o coração se obriga a trabalhar mais também, potencializando o condicionamento físico.

Fortalece a musculatura dos membros inferiores

O movimento de pular corda faz com que as pernas sustentem todo o peso do corpo durante o exercício. Essa sustentação, acompanhada do movimento de saltar, exige muito dos músculos dessa região do corpo, deixando-os mais fortes ao longo dos treinos.

Aprimora a coordenação motora

Sincronizar os saltos com as batidas da corda e os movimentos dos braços, tudo ao mesmo tempo, faz com que o cérebro trabalhe para coordenar todos os movimentos e se mantenha concentrado.

Desta forma a coordenação motora é aprimorada.

Melhora a circulação sanguínea

Os exercícios, principalmente os aeróbicos, têm a capacidade de melhorar a circulação do sangue, ajudando-o a fluir melhor por entre as artérias. Isso provoca a redução dos riscos de acidentes vasculares.

Pular corda

Aumenta a capacidade cardiovascular

Os exercícios físicos, como pular corda, têm o poder de reduzir os batimentos cardíacos e a pressão arterial, além de aumentar o consumo de oxigênio e a capacidade cardiovascular.

Fortalece a estrutura óssea

O impacto gerado pelos saltos, durante o exercício de pular corda, estimula as células responsáveis pela formação dos ossos. E são elas que também definem a densidade dessa estrutura óssea.

Aumenta a agilidade

Com o passar dos treinos, a capacidade de pular ainda mais rápido e de formas diferentes fará você aumentar suas fibras musculares, estas que fazem acelerar os movimentos e aumentar a sua agilidade.

É de baixo custo e não precisa de local apropriado

Um ótimo benefício de pular corda é que pode ser feita em qualquer lugar, até mesmo num espaço pequeno. Só é preciso ter uma altura mínima para que a corda ultrapasse todo o seu corpo (de cima a baixo) sem bater no teto – e ter uma corda apropriada para sua estatura (trataremos disso logo abaixo).

Reduz o stress e melhora a saúde mental

Exercícios físicos liberam hormônios, como as endorfinas. Estas ajudam a promover um relaxamento natural do corpo (como um efeito analgésico), bem como a aliviar a dor e a controlar as emoções.

Ao serem liberadas, as endorfinas proporcionam sensação de prazer e bem-estar.

Observações para quem quer começar a pular corda

Pular corda

É importante saber dos cuidados mínimos que temos que tomar antes de iniciar uma atividade física. Principalmente quando essa é de impacto e aeróbica. Confira as principais dicas:

Escolhendo a corda certa…

Para garantir um exercício com qualidade, é preciso ter o material adequado. Antes de comprar sua corda, certifique-se de que ela tem o tamanho ideal para a sua estatura.

Fique ereto e pise no centro da corda, o ideal é que as pontas cheguem na altura da sua axila – pessoas com até 1,50m precisará de uma corda em torno de 2,45m; pessoas entre 1,50 e 1,80m, corda em torno de 2,65m; e pessoas acima de 1,80m, corda medindo em torno de 2,85m.

As cordas um pouco mais longas fazem movimentos mais lentos, o que é uma vantagem para quem está iniciando e ainda aprendendo o movimento. Depois que se aprimorar, você poderá reduzir a corda para deixa-la ainda mais rápida.

Antes de começar é importante seguir esses passos…

Fazer um exercício de aquecimento articular é muito importante para evitar lesões e desconfortos indesejáveis. Movimentos circulares como rotação de quadril, ombros, tornozelos e punhos são bons exemplos antes de começar a pular.

Escolher tênis e roupas apropriadas também faz a diferença para o conforto do seu exercício. Há tênis específicos para a prática de exercícios com impacto, que ajudarão a proteger as articulações de tornozelos, joelhos e quadril.

Para aqueles que não são acostumados com práticas de atividade física, o ideal é começar mais leve, com treinos curtos. Com o passar dos dias, o corpo vai e acostumando e você poderá aumentar o tempo e a intensidade gradativamente.

Quem não pode pular corda…

Por mais que seja um exercício simples e que faça parte da infância da maioria das pessoas, temos que ter alguns cuidados antes de começar a praticar com regularidade.

Se você sente dores nas articulações (tornozelos, joelhos, quadril, ombros, cotovelos) ou sente dores na coluna, procure um médico e verifique o motivo das dores. Só depois da aprovação do profissional inicie a atividade.

Todo exercício gera inúmeros benefícios à saúde, basta ter as orientações certas e tomar as devidas precauções.

Para potencializar ainda mais os esforços e melhorar a qualidade de vida e a saúde, nada como equilibrar a alimentação, também. Atividade física regular, mais a alimentação saudável é a soma perfeita para viver melhor e com qualidade.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Marlise Carvalho (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário