Psyllium – Benefícios, Como usar, Indicações e Contraindicações

Está em busca de um suplemento para aumentar a sua disposição física e o seu rendimento? Então, confira, aqui no Quero Viver Bem, os benefícios do Psyllium!

O psyllium é uma fibra solúvel proveniente da casca da semente de uma erva chamada “Plantago Ovata”, originária da Ásia. É possível encontrar o pó dessa fibra como resultado da moagem da casca. E quando misturado em líquidos, aumenta de tamanho, formando uma pastinha benéfica para a saúde.

As fibras do psyllium não são digeridas pelo organismo humano, entretanto, elas possuem efeito laxante, que ajuda a eliminar todas as toxinas presentes nas paredes intestinais, bem como aliviar a prisão de ventre, reduzir colesterol e ainda ajudar na perda de peso.

Conheça mais sobre o psyllium e como ele pode ajudar a melhorar a sua saúde e ainda emagrecer!

Psyllium

[CONFIRA TAMBÉM: COENZIMA Q10]

Principais benefícios do psyllium

É sabido que o consumo de fibras na alimentação é extremamente saudável, no geral, a ação delas já começa no estômago, onde se junta aos alimentos que ainda estão em processo de digestão para então seguir ao intestino, onde vai absorver água e amolecer as fezes.

Quando o organismo consegue manter um trânsito intestinal sadio, o indivíduo ganha mais saúde, pois as células ficam em perfeitas condições, conferindo inúmeros reflexos positivos para a saúde.

O uso correto do psyllium pode ajudar em diversos aspectos, como:

  • Tratamento contra constipação, colite, hemorroida, fissuras nasais e diarreia;
  • Controle da doença de Crohn;
  • Promoção da saciedade;
  • Redução dos níveis de colesterol;
  • Diminuição dos níveis de triglicérides;
  • Controle dos níveis de açúcar no sangue;
  • Melhora da saúde do coração;
  • Ajuda no controle da pressão arterial;
  • Auxílio no processo de emagrecimento.

O consumo de fibras solúveis é importante para o organismo, pois, com a formação do gel em contato com a água, elas retardam o esvaziamento do estômago, fazendo com que o indivíduo demore mais para sentir fome. Esse detalhe é essencial no processo de perda de peso.

[CONFIRA TAMBÉM: SUPLEMENTO ESTROGÊNIO]

Como usar?

Psyllium

De acordo com os especialistas em nutrição, todas as pessoas devem consumir cerca de 30 gramas diárias de fibras. Em se tratando do psyllium, 1 colher de sopa dele possui 5 gramas. Ou seja, ele pode complementar a alimentação.

O psyllium pode ser usado da seguinte forma: pegue 1 colher de sopa do pó ou das sementes de psyllium e deixe a fibra repousar por uns 3 minutos, desse modo, ela vai expandir e então você poderá adicionar 250ml de água, suco, água de coco ou vitaminas de frutas, até obter a consistência que você achar melhor para o consumo.

As fibras ainda podem ser usadas de outras formas, como:

  • Preparação de bolos, massas e pães;
  • Espessante para engrossar as receitas;
  • Polvilhar em sopas, iogurtes e saladas.

É possível encontrar o psyllium em cápsulas em lojas de produtos naturais. Nesse caso, é importante seguir a orientação de uso do fabricante.

É importante lembrar da necessidade de fazer refeições equilibradas, saudáveis e ricas em fibras, caso contrário, é impossível emagrecer ou mesmo ter boa saúde. Não existe nenhum suplemento milagroso capaz de agir sozinho.

Além disso, é imprescindível o consumo de água ao ingerir qualquer tipo de fibra para que haja a diluição delas.

[CONFIRA TAMBÉM: L-CARCITINA]

Quem pode usar o psyllium?

O uso de fibras não apresenta muitos efeitos colaterais, a menos que a pessoa exagere na dose. No entanto, se mantiver o consumo apropriado, não haverá problemas.

O psyllium é indicado para pessoas que:

  • Possuem problemas de constipação, prisão de ventre e inflamações na região intestinal;
  • Colesterol alto;
  • Diabetes;
  • Pressão alta.

Na realidade, o consumo de fibras é importante para todas as pessoas, sejam homens e mulheres em qualquer idade. A boa saúde depende de um organismo nutrido e que mantenha suas funções digestivas e intestinais em ordem.

Psyllium

[CONFIRA TAMBÉM: BETA ALANINA]

Contraindicações do psyllium

Fibras como o psyllium devem ser inseridas de forma gradativa na alimentação, isso porque muitas pessoas não conseguem tolerar bem o uso delas, podendo haver cólicas, gases e diarreia. Além disso, existe o risco de reações alérgicas.

Pessoas que ingerem medicamentos contínuos devem esperar pelo menos 3 horas para usar o psyllium após a ingestão do outro remédio, pois, caso haja uma resposta rápida do organismo em evacuar, o efeito dos remédios não é alterado.

Pessoas com problemas renais, doenças no esôfago, gestantes ou que usam medicamentos antidepressivos devem consultar um médico antes de ingerir o psyllium.

Para finalizar, é importante que as pessoas entendam que o uso diário de fibras exige um aporte maior de água para que elas promovam o efeito desejado, caso contrário, podem ocorrer dores, cólicas e gases.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário