Probióticos – O que são? Benefícios, Consumo e Contraindicações

Você sabe o que são probióticos? Confira, aqui no Quero Viver Bem, informações completas sobre esses micro-organismos tão importantes para a digestão.

Os probióticos são organismos vivos que ajudam a regular a flora intestinal. Quando os ingerimos em uma certa concentração, podem proporcionar muitos benefícios, principalmente para a saúde do trato intestinal.

Eles são considerados um suplemento alimentar, também encontrados em forma de iogurtes e bebidas lácteas. Basicamente, são bactérias boas que proporcionam vários benefícios ao organismo.

Confira, a seguir no Quero Viver Bem, algumas informações nutricionais a respeito desses seres.

Probióticos

 

O que são os probióticos?

Basicamente, os probióticos são microorganismos presentes em alguns alimentos e suplementos. São várias as bactérias encontradas nesses seres, como as ácido-lácticas, as não-ácido lácticas e também as leveduras.

Entre as mais conhecidas e utilizadas encontram-se as Bifidobacterium e Lactobacillus. Dessa forma, os probióticos mais usados são:

  • Especialmente o Lactobacillus acidophillus;
  • Lactobacillus casei;
  • Lactobacillus rhamnosus;
  • Lactobacillus reuterii;
  • Enterococus faecium;
  • Bifidobacterium adolescentis;
  • Bifidobacterium breve;
  • Bifidobacterium bifidum;
  • Bifidobacterium infantis;
  • Bifidobacterium longum.

Benefícios dos probióticos

Os probióticos servem para manter a flora intestinal em dia, ajudando principalmente pessoas que tomaram antibióticos (medicamentos que destroem as bactérias), possuem má alimentação ou passaram por episódios de virose com vômitos e diarreias.

Probióticos

Combate e evita problemas intestinais

Por ajudar a manter a flora intestinal, os probióticos são excelentes aliados no combate de problemas intestinais, como a constipação e a diarreia.

Há outras doenças que os microorganismos ajudam a evitar e combater, como colite, síndrome do intestino irritável, inflamação intestinal, doença de Chron, câncer, candidíase, hemorroidas e infecção urinária.

Eles ainda contribuem para evitar os incômodos causados pela azia e má digestão, ajudando a digerir a lactose e a impedir a proliferação das bactérias ruins.

Atua contra a obesidade

Há estudos sendo realizados sobre os benefícios que os probióticos trazem ao emagrecimento, principalmente em pessoas obesas. Por regularem o funcionamento do intestino, ajudam a eliminar as toxinas presentes no corpo, bem como as gorduras.

Como consequência, contribuem no controle dos níveis de colesterol e diabetes.

Melhora a saúde bucal

Um dos sinais que o intestino não está bem é o mau hálito. Além disso, a cavidade oral também tem sua própria microbiota, o que significa que pode acontecer a colonização de bactérias ruins que causam cárie e periodontite.

Em combate ao problema, os probióticos contribuem com a saúde intestinal, consequentemente melhorando a saúde oral.

Aumenta a imunidade

Melhorando a flora intestinal e combatendo as proliferações de bactérias ruins, os probióticos ajudam a melhorar a imunidade, evitando doenças comuns, já que melhoram o sistema de defesa.

Alguns lactobacilus agem nas células intestinais espessando sua barreira, o que contribui para uma diminuição de processos alérgicos e cancerígenos, que podem ocorrer pelo contato de macromoléculas no sangue, protegendo também contra infecção.

Melhora a absorção de nutrientes

Os probióticos aumentam de maneira significativa o valor nutritivo e terapêutico dos alimentos. Uma microbiota intestinal saudável produz vitaminas como a K e a B12, além de digerir melhor as fibras e demais nutrientes.

Dicas de consumo

Probióticos

A forma mais comum de consumir os probióticos é em iogurtes e bebidas lácteas fermentadas. Também são facilmente encontrados em farmácias como suplementos.

Alimentos ricos em probióticos

O leite fermentado é o mais famoso e geralmente possui o Lactobacillus. Outra bebida fermentada que pode ser incluída na alimentação é a kombucha, produzida principalmente a partir do chá preto.

Os iogurtes naturais são outra fonte rica em probióticos. No entanto, algumas versões com sabores acabam destruindo bactérias benéficas presentes no iogurte. Ao comprar um iogurte, verifique o rótulo e a lista de ingredientes, que deve conter apenas leite e fermento lácteo. A versão natural pode ser consumida com frutas, sementes de chia e linhaça e adoçada com mel.

Entre os alimentos ricos em probióticos, o kefir é o melhor. O iogurte de kefir também pode ser consumido com frutas e adoçado com mel. Quando retirado o soro, ele fica com uma consistência mais cremosa e o soro pode ser usado para fazer leite fermentado ou em acrescentado a outras receitas – ambos riquíssimos em probióticos.

Há, ainda, outros alimentos que são boas fontes de probióticos, como os produtos orientais à base de soja e alguns legumes e verduras.

Caso não seja possível manter uma alimentação equilibrada de probióticos, mesmo com tantas opções de alimentos, pode ser feita a suplementação dos microorganismos. Os suplementos probióticos são encontrados em forma de cápsula, líquida ou sachês. Cada um com uma forma de consumo diferente da outra. Portanto, é preciso ler a embalagem e seguir as recomendações do fabricante e do médico ou nutricionista.

Contraindicações e recomendações

Não há contraindicações acerca do consumo dos probióticos. Recomenda-se ingerir uma das fontes (alimentos ou suplementos) diariamente. Os efeitos colaterais são raros e não acometem todas as pessoas.

Ironicamente, os probióticos podem causar sintomas digestivos desagradáveis, como aumento temporário de gases e algum inchaço, principalmente quando se começa a ingerir os micro-organismos. Esse efeito é temporário e depois de um tempo não acontece mais.

Consulte um nutricionista para verificar sua necessidade de consumo de probióticos, bem como o tipo a ser consumido e a quantidade. Seu intestino e sua saúde ficarão bem melhores!


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário