Pistache – Benefícios, Tabela Nutricional e Consumo

Quem busca uma alimentação saudável costuma procurar opções que proporcionem maior sensação de saciedade e forneçam os nutrientes necessários para o organismo. Dentre as oleaginosas, o pistache é uma das menos conhecidas, mas com um grande potencial positivo para o corpo.

Ele pode ser consumido em forma de grãos, sorvetes, doces, molho pesto entre outras maneiras.

Pertence à família das castanhas e nozes, sendo originário do sudoeste asiático. É facilmente encontrada no Brasil na versão crua ou na forma de aperitivo, pronto para consumo.

Em sua composição, há muitos nutrientes e vitaminas que fazem toda a diferença para a saúde. Quer saber mais sobre o pistache? Confira, os benefícios, o modo de consumo e a tabela nutricional deste alimento, só aqui no Quero Viver Bem!

Pistache

Tabela nutricional

Apesar de o pistache ser rico em várias vitaminas e em diversos nutrientes, também é calórico. Uma porção de 100g possui cerca de 690 calorias! Veja o que mais você pode encontrar nessa mesma quantidade de pistache:

Benefícios do pistache

Pistache

O pistache é um ótimo alimento para compor o seu cardápio diário. Por mais que seja um item calórico, quando consumido corretamente e em pequenas porções, colabora com a saúde do corpo e da mente e proporciona bem-estar. Veja alguns dos principais benefícios, a seguir.

É bom para o coração

O pistache é uma fonte de gordura saudável para o organismo. Isso indica que ele é capaz de regular os níveis do colesterol, consequentemente protegendo o coração.

Nesse aspecto o pistache também ganha pontos positivos com a circulação sanguínea, já que dilata as artérias e previne contra coágulos.

Há ainda outro ponto positivo. Por melhorar a circulação sanguínea, melhora também a oxigenação. Isso contribui para levar todos os nutrientes pelo corpo, mantendo todas as células bem nutridas e saudáveis.

Previne o câncer

Uma das características do pistache é ser antioxidante. Isso significa que ele combate os radicais livres, logo tem uma grande participação na prevenção do câncer.

Os mesmos antioxidantes que combatem os radicais livres também melhoram o aspecto da pele, deixando-a mais hidratada e bonita – benefícios que são otimizados pela presença da vitamina E nessa oleaginosa.

Protege o cérebro

Para que o cérebro funcione bem, é necessário ingerir com frequência uma série de vitaminas e nutrientes, entre elas a vitamina B6. E o pistache é rico nesta vitamina.

Consequentemente, contribui para melhorar a saúde do cérebro, ajudando no funcionamento dos neurotransmissores cerebrais. Além disso, o pistache tem propriedades que ajudam a melhorar a oxigenação do corpo tudo, incluindo o cérebro.

Ajuda a manter a dieta

Acredite se quiser, mas, apesar de ser calórico, o pistache é uma fonte de gorduras saudáveis. Isso significa que uma pequena quantidade é suficiente para proporcionar a sensação de saciedade e ainda nutrir o corpo.

Mas, é essencial consumir o pistache moderadamente! Apesar de ter uma boa composição, são muitas calorias em uma porção de 100g. Recomenda-se ingerir, aproximadamente, um copinho de café de oleaginosas diariamente, o equivalente a 30g.

Conta com características anti-inflamatórias

Esse é um alimento importante para manter o equilíbrio do corpo e prevenir uma série de doenças – por ter ação anti-inflamatória. Essa característica se deve à presença de antioxidantes e minerais em sua composição.

É bom para os olhos

Há nutrientes na composição do pistache que são benéficos para os olhos, protegendo o órgão de doenças como degeneração macular. Os carotenoides, a luteína e a zeaxantina são responsáveis pela saúde dos olhos.

Pistache

[LEIA TAMBÉM: 11 MOTIVOS PARA COMER PISTACHE TODOS OS DIAS!]

Dicas de consumo

Qualquer alimento deve ser consumido com moderação e cuidado. O pistache, recomenda-se consumir, no máximo, 30g diariamente – aproximadamente, um copinho de café.

Na hora de comprar, atente-se ao rótulo do produto. Muitas vezes, é encontrado como aperitivo, o que significa que há sal e outros condimentos em sua composição. Prefira o pistache com pouco ou nenhum sal.

Outra possibilidade é incluir esse alimento junto com outras oleaginosas, como castanhas e nozes, fazendo um mix de nuts. Esse mix pode ser consumido como lanche da tarde, sempre respeitando a quantidade recomendada de 30g de oleaginosas diariamente.

O pistache pode ser usado em várias receitas doces como sorvetes, bolos, tortas, pudins, biscoitos e até em receitas salgadas, como sopas, caldos, cremes e molhos.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário