Pescetariano – Guia Completo para aderir ao Pescetarianismo

Pescetarianismo é uma dieta similar ao vegetarianismo – pessoas que comem apenas vegetais, mas que incluem na sua dieta frutos do mar. É uma modalidade diferenciada de dieta a qual muita gente gosta de aderir, porém se fala pouco sobre ela. Por esse motivo há muitas dúvidas que giram em torno desse comportamento alimentar e estudos que envolvem a dieta.

Para saber mais sobre como se tornar um pescetariano e aderir à esse tipo de dieta, continue lendo o nosso artigo e tire todas as suas dúvidas. Esse tipo de dieta faz mal? O pescetarianismo pode promover benefícios para a saúde? Qual a diferença entre vegetarianos, pescetarianos e veganos? O que pode ou não ser comido? Responderemos essas e outras perguntas aqui.

O que é Pescetarianismo?

O Pescetariano é uma pessoa que consome apenas vegetais, peixes e outros frutos do mar, porém se abstém de outras carnes, como a vermelha e o frango. O estilo de vida é novidade para muitos, mas já existe há um bom tempo e estudos têm mostrado que pode trazer muitos benefícios para a saúde, inclusive diminuindo a incidência do câncer colorretal.

O termo surgiu por volta de 1990, é a união entre pesce e vegeterian, também pode ser chamada de piscitariano, porém ambos os termos se referem ao mesmo hábito alimentar. Consumo de vegetais e peixe, excluindo outros alimentos de origem animal.

Dieta pescetariana

Um pescetariano pode escolher esse estilo de vida por diversos fatores. Alguns o utilizam como uma transição para o veganismo e vegetarianismo, ou mesmo se tornam pescetarianos por acreditar na liberdade de escolha e importância da vida dos animais, diminuindo o sofrimento de outras formas de vida. Muitas pessoas deixaram de consumir a carne vermelha ao ver documentários que promovem o veganismo, como por exemplo “A Carne é Fraca“.

Outros procuram apenas um estilo de vida que impacte menos o ambiente e com maior ética. Dentro do pescetarianismo temos também pessoas que aderem à dieta por questões de saúde, pra se sentir bem consigo mesma e ter um estilo de vida mais saudável ou mesmo emagrecer. Alguns estudos já comprovaram os malefícios da carne vermelha e inclusive, a maneira como a indústria faz o manuseio do produto – misturando com carne apodrecida, papelão e químicos, pode agravar ainda mais ps malefícios da carne para a saúde.

Diferença de Veganos, Vegetarianos e Pescetarianos

  • Veganos – Não consumem nada de origem animal, seja carnes vermelha, aves, peixes, moluscos e outros. Não consomem leites, ovos e nem derivados.
  • Vegetarianos – Não consomem carne, seja vermelha, de aves ou peixes, mas consomem ovos, leites e derivados;
  • Pescetariano – É uma dieta vegetariana mas que se alimenta também de peixes e outros frutos do mar.

O que Comer?

O pescetariano é basicamente um vegetariano que se alimenta de peixes e mariscos. A base da dieta são vegetais,  grãos e leguminosas. Os peixes são a base proteica da dieta. Alguns pescetarianos se abstém de qualquer outro alimento de origem animal, já alguns consomem também ovos e leite.

pescetariano o que é

Mas, assim como a alimentação vegetariana varia muito de pessoa para pessoa, o mesmo acontece com o pescetarianismo. É possível que ao invés de vegetais, grãos e oleaginosas a pessoa viva comendo peixe frito e fast food. O que faz com que a dieta não se torne tão saudável assim. Veja uma lista de alimentos consumidos geralmente:

  • Peixes;
  • Moluscos;
  • Crustáceos;
  • Legumes;
  • Grãos;
  • Frutos secos;
  • Frutas;
  • Verduras;
  • Ovos;
  • Leites e derivados;
  • Derivado de Legumes (como tofu e humus).

Benefícios para o Organismo

como ser pescetariano

A dieta pescetariana pode ser aderida devido à princípios morais relacionados ao maltrato animal e a liberdade de outras formas de vida, bem como por questões de saúde. Veja o que apontam os estudos sobre o pescetarianismo:

  • De acordo com a universidade de Michigan 43% menos chances de desenvolver algum tipo de câncer quando comparados à pessoas onívoras (que comem carnes, ovos, vegetais, frutos do mar e outros);
  • O consumo de peixe pode diminuir o câncer de cólon e reto quando comparado ao vegetarianismo (resultado de uma pesquisa que durou 7 anos do Journal of American Medical Association);
  • De acordo com esses mesmos estudos a dieta pode ser ainda mais benéfica do que o vegetarianismo – acredita-se que isso acontece devido às altas taxas de ácidos graxos, como o ômega 3;
  • Por ser baseada em vegetais a dieta pode levar à queda da pressão arterial de uma maneira similar à quem pratica diariamente de 30 a 60 minutos por dia de exercícios físicos;
  • O consumo baseado em vegetais também pode levar à perda de peso;
  • A dieta pescetariana diminui as chances de falta de vitamina b12, cálcio, zinco, proteína que geralmente acontece com a exclusão total de produtos de origem animal;
  • O consumo de crustáceo combate inflamações e cancro;

Pode Fazer Mal?

Os peixes podem conter muito mercúrio, substância tóxica para o organismo e que está associada a diversas doenças. Quanto maior o peixe selecionado, maior a chance dele ser um predador e acumular mais mercúrio no seu organismo. O consumo de mercúrio em excesso pode causar problemas neurológicos, como Alzheimer, Parkinson, depressão ansiedade e outros.

Peixes menores, que vivem menos ou de água fria contém menores quantidades desse metal pesado, evitando com que o pescetariano apresente problemas devido ao consumo de peixe.  O consumo ideal é de 227 a 340 gramas por semana.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário