Osteoartrite – Causas, Sintomas, Tratamento e Prevenção

A osteoartrite é uma doença generativa perigosa. Confira aqui os sintomas e tudo o que é preciso fazer para tratar os problemas. Afinal, o que causa?

Osteoartrite é uma doença degenerativa que ocorre nas articulações e nas estruturas ósseas que ficam próximas. Geralmente, as partes do corpo mais atingidas são: região dos joelhos, mãos, coluna e coxofemorais.

A doença é uma das queixas mais comuns em Clínicas de Reumatologia, atingindo homens e mulheres acima dos 40 anos, tornando-se progressiva com o passar dos anos.

Uma das principais consequências da Osteoartrite é o afastamento dos trabalhos, sendo classificada pelo INSS como a segunda doença que culmina o auxílio doença e a quarta que leva à aposentadoria de alguns trabalhadores.

osteoartrite causas

Sintomas da Osteoartrite

Os sintomas da Osteoartrite pode variar muito de acordo com a pessoa, algumas chegam a ficar muito debilitadas, enquanto que outras sentem apenas sintomas leves, que chegam, inclusive, a desaparecer por um determinado tempo.

A questão é que as dores nas articulações causadas pela Osteoartrite podem aumentar com o passar dos anos, reduzindo a mobilidade articular.

Alguns dos sintomas mais sentidos pelos portadores de Osteoartrite são:

  • Dores nas articulações que foram afetadas pela doença (mãos, joelhos, costas ou coxofemorais);
  • Rigidez nas articulações quando o corpo fica em repouso por longos períodos;
  • Rangidos nas articulações afetadas;
  • Calor, inchaço e, até mesmo, limitação dos movimentos.

osteoartrite tratamento

Causas da Osteartrite

A doença é classificada como primária e secundária. Na Osteoartrite primária, a principal causa é hereditariedade. Nesse caso, a doença pode acometer muitas pessoas da mesma família, por isso, na consulta médica, o profissional avalia o histórico familiar, para indicar o melhor tratamento, a fim de minimizar e retardar a evolução dos danos à cartilagem.

Na Osteoartrite secundária, as causas são:

  • Envelhecimento;
  • Obesidade;
  • Lesões nas articulações;
  • Esforços repetitivos;
  • Determinados esportes que exigem muito das articulações, como futebol, futebol americano e algumas modalidades do atletismo;
  • Doenças reumatológicas inflamatórias;
  • Doenças metabólicas que podem comprometer os nervos periféricos, como a diabetes;
  • Gênero: as mulheres geralmente são as mais acometidas pela doença;
  • Muitas injeções de cortisona nas articulações.

Tipos de Tratamento para Osteoartrite

O diagnóstico da Osteoartrite é feito mediante avaliação física da articulação acometida, além de exames de sangue e de imagem (raio-X e Ressonância Magnética).

O objetivo do tratamento é reduzir as dores para que a qualidade de vida da pessoa não seja afetada. Para isso, são usados uma série de medidas paliativas, como:

  • Medicamentos – Analgésicos para dor, anti-inflamatórios para conter a inflamação e narcóticos para dores mais graves;
  • Fisioterapia – Exercícios individualizados podem ser a melhor maneira de reduzir as dores nas articulações;
  • Terapia ocupacional– Que ensina a pessoa a realizar tarefas diárias, sem machucar as articulações;
  • Injeções – Para casos mais graves, podem ser usados medicamentos injetáveis com cortisona, para reduzir as dores, e também com ácido hialurônico, para aumentar o líquido articular e oferecer um amortecimento às articulações;
  • Cirurgia – Em casos mais abruptos da Osteoartrite,pode ser indicada a substituição da articulação por uma prótese (artoplastia), geralmente feita em quadris e joelhos. O procedimento pode ser total ou parcial.

Outra medida cirúrgica é o realinhamento dos ossos (osteotomia), no qual é realizado um corte, para realocar a articulação afetada.

Por último, a Artrodese, que faz a fusão de dois ossos – esse procedimento é feito na coluna.

osteoartrite sintomas

Prevenção da Osteoartrite

A Osteoartrite primaria não pode ser prevenida, já que é hereditária, mas pode ser minimizada de modo que o paciente pode vir a sofrer menos com os sintomas. Segundo os especialistas em reumatologia, os meios efetivos para retardar o problema são:

  • Exercícios físicos para fortalecer as articulações e a musculatura;
  • Evitar o fumo;
  • Ter uma alimentação saudável, dando preferência para alimentos anti-inflamatórios (peixes ricos em ômega 3, fibras, sementes de chia, linhaça, óleo de coco, azeite, castanhas, nozes, frutas vermelhas, frutas cítricas, legumes, ervas aromáticas);
  • Evitar sobrecarregar as articulações nas atividades diárias.

A Osteoartrite secundária pode ser prevenida com a perda de peso e o controle das doenças que possam desencadear o problema.

Segundo o Ministério da Saúde, mais de 15 milhões de brasileiros sofrem de Osteoartrite. É importante buscar um médico, caso apresente algum sinal da doença, para iniciar o tratamento a fim de minimizar ou retardar a evolução do problema o quanto antes!


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Um Comentário

  1. INES TANIA FAVARO

Deixe um Comentário