O que comer no almoço Low Carb? Veja aqui!

Veja aqui quais são os alimentos mais indicados para comer durante o seu almoço dentro da dieta Low Carb, porque estes alimentos e muito mais.

Iniciar uma dieta radical pode ser um caminho complicado, já que você abre mão de tudo que gosta, podendo até passar fome. No entanto, o que acontece depois da perda dos quilos desejados é o efeito sanfona, pois o indivíduo retorna à sua rotina normal de alimentação.

Por conta disso, o ideal é que você procure uma dieta de emagrecimento que proporcione saciedade e não rapidez, por exemplo, a popular dieta Low Carb. Ficou curioso? Continue lendo e saiba tudo sobre o que é a Low Carb, como ela funciona, quais os alimentos mais indicados para a hora do almoço e quais os riscos que podem existir.

Low Carb: o que é e como funciona?

O que comer no almoço Low Carb? Veja aqui!

A Low Carb é uma dieta que tem um tipo de alimentação bem simples, muito embora as pessoas tenham uma ideia errônea sobre o seu funcionamento. Em primeiro lugar, a Low Carb usa como estratégia a redução do consumo de carboidratos, ou seja, não há incentivo a privações, mas sim a diminuição desse macronutriente. Há quem acredite que a Low Carb aborde o “zero carboidratos”, mas não é bem assim.

Nessa dieta, há um controle no cardápio, no qual a média no consumo de carboidratos deve permanecer entre 30% e 40% (ou menos, se a pessoa conseguir), diferente de uma alimentação convencional, em que os carboidratos ocupam de 50% a 55% do cardápio.

O auxílio no emagrecimento parte do pressuposto de que você consumirá menos carboidratos e menos açúcar e aumentará a ingestão de gorduras saudáveis e proteínas. Dessa forma, você mantém-se com maior saciedade por muito mais tempo, pois os alimentos proteicos são de menor índice glicêmico – a absorção da glicose é feita de maneira mais lenta, dando a ilusão de que o corpo está bem alimentado por um tempo mais prolongado.

O que comer no almoço Low Carb?

O que comer no almoço Low Carb? Veja aqui!

A dieta Low Carb pode ser resumida como uma proposta de aumento de consumo de proteínas e gorduras e uma redução dos carboidratos. Tanto a proteína como a gordura são dois nutrientes essenciais que poderão auxiliar na elevação do gasto calórico, na preservação da massa magra – que é o músculo – e, também, no aumento da saciedade.

Isso quer dizer que seu fundamento é causar a perda de peso pela queima das gorduras existentes no corpo e transformá-las em energia. Uma das maiores dúvidas no momento de adoção da Low Carb como estilo de vida é entender como montar o almoço.

Na realidade, assim como em todas as refeições de uma dieta Low Carb, você precisa ter em mente as seguintes orientações:

  • Dê prioridade aos alimentos naturais, que não sejam processados;
  • Atente-se a qualquer restrição alimentar que possua – seja ela intolerância à lactose, alergia a um determinado alimento, etc. –, pois isso irá influenciar na sua dieta;
  • Tenha sempre em mente quais são os alimentos a serem evitados;
  • Aprenda receitas novas, em especial quando você já tem o costume de fazer vários tipos de receitas com carboidratos (agora, arranje opções sem eles);
  • Lembre-se que quanto mais simples a receita, melhor;
  • Preocupe-se somente com a quantidade de carboidratos que estão presentes nos alimentos que você coloca em seu cardápio.

Confira quais são os alimentos permitidos em um almoço (e em todas as refeições) Low Carb:

  • Carnes em geral, incluindo frutos do mar;
  • Ovos;
  • Verduras e legumes;
  • Alguns tipos de laticínios, tais como o requeijão e o cream cheese;
  • Frutas com baixo índice glicêmico, por exemplo morango, cereja, amora, melão e mirtilo;
  • Folhas;
  • Gorduras boas, como nozes, avelãs, amêndoas, azeites, abacate, óleo de coco;
  • Chás e café sem açúcar ou adoçante;
  • Sementes em geral, como chia, girassol, gergelim e linhaça.

Alguns alimentos são permitidos, mas com alguma moderação – é indicado que você os consuma de 1 a 2 vezes por dia –, sempre equilibrando com a ingestão de proteínas e gorduras boas:

O que se nota é que quando você pratica atividade física com regularidade tem mais tolerância em incluir maior quantidade de carboidratos na dieta Low Carb, sem atingir a questão do peso. Por isso, uma dica é sempre fazer exercícios físicos para que o emagrecimento potencialize!

Riscos de uma dieta Low Carb

O que comer no almoço Low Carb? Veja aqui!

É comum que ao iniciar uma nova dieta muitos questionamentos e erros surjam. E isso vem justamente de nossas atitudes, que podem contribuir não somente para uma dieta incorreta, mas também para o mau funcionamento do organismo.

Portanto, entenda que a Low Carb precisa ser feita de maneira correta, a fim de não trazer malefícios à sua saúde. Quando feita equivocadamente, poderá causar:

  • Alterações de humor;
  • Desidratação;
  • Diminuição da massa magra;
  • Dores de cabeça;
  • Falta de energia e disposição;
  • Intestino preso;
  • Queda da pressão arterial;
  • Sobrecarga da função renal.

Esses sintomas irão surgir justamente quando ocorrer um excesso de proteínas em sua dieta. O que se sugere é que você procure a orientação de um nutricionista, para que ele monte um cardápio completo e adequado às suas necessidades.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário