Microagulhamento serve para melasma?

Você sabe se microagulhamento serve para melasma? Confira essa e outras informações completas, só aqui no Quero Viver Bem!

Sim. O microagulhamento tem sido uma das intervenções clínicas e estéticas mais eficazes para quem deseja atenuar a melasma. Mesmo ainda não tendo estudos conclusivos, a prática tem agradado muitos pacientes que se expõem ao tratamento.

O procedimento não é difícil de entender, já consiste na aplicação de pequenas agulhas, que farão microperfurações, responsáveis por estimular fibroblastos (células do tecido que dão origem a fibras, colágeno, tendões, etc.).

A partir desse estímulo, é possível reduzir a ocorrência da melasma, e de outros problemas de pele, tais como:

  • Marcas provocadas pela acne;
  • Ocorrência de rugas e estrias;
  • Flacidez da pele;
  • Cicatrizes originadas de cirurgias.

O que é a melasma?

microagulhamento

Antes de começar o tratamento à base do microagulhamento, é válido conhecer o problema. A melasma são aquelas manchas escuras que surgem em diferentes partes do corpo, em especial no rosto.

Sua principal causa é a exposição aos raios ultravioleta, mas também se associa aos níveis de melanina da pele. É essa proteína que definirá a intensidade das manchas.

Antes de realizar qualquer procedimento, faça uma consulta com o dermatologista, a fim de obter um diagnóstico preciso, e somente depois começar qualquer tratamento. Esse especialista fará uma avaliação mais profunda, pois, em alguns casos, as manchas na pele estão vinculadas a outros problemas, inclusive hereditários.

Como funciona o microagulhamento?

O tratamento consiste, inicialmente, na limpeza da pele; depois, são escolhidas as agulhas que serão usadas. Quando o procedimento é na face, é usado uma pomada ou injeção local anestésica.

Essa anestesia não quer dizer que o microagulhamento é doloroso. Tudo depende do tamanho das agulhas: abaixo de 0,5mm a aplicação é tolerável, passando dessa dimensão é que a dor é mais aguda.

Após a realização das microperfurações, a pele ficará um pouco inchada e vermelha, mas logo voltará ao normal. Os resultados serão visíveis após 15 dias da intervenção.

De forma geral, são recomendadas até 3 sessões de microagulhamento, com duração de 60 minutos cada, para tratar a melasma.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário