Como encarar a menopausa precoce? Veja aqui dicas.

A menopausa precoce pode pegar muitas mulheres desprevenidas, pois, a partir dos 25 anos, pode ocorrer a falência ovariana, veja aqui quais os sintomas e mais.

A menopausa é um fenômeno natural do corpo da mulher, que afeta independente da faixa etária, impossibilitando a sua escolha ou o seu impedimento. Normalmente, a idade fica entre 45 e 55 anos, mas isso pode ocorrer antes, sendo chamada de menopausa precoce.

A menopausa precoce pode pegar muitas mulheres desprevenidas, pois, a partir dos 25 anos, pode ocorrer a falência ovariana, na qual os ovários, os grandes responsáveis pela produção de hormônios e, principalmente, de óvulos, vai perdendo a sua força.

Existem causas da menopausa precoce?

Como encarar a menopausa precoce? Veja aqui dicas.

Diversos fatores podem causar a menopausa precoce, entre os principais estão:

  • Questões genéticas – é muito comum em mulheres da mesma família com histórico de menopausa precoce, seja mãe, filhas, irmãs ou avós;
  • Doenças autoimuneslúpus, artrite reumatoide, entre outros;
  • Mulheres que tiveram câncer e foram expostas a quimioterapia;
  • Mulheres expostas a radioterapia ou outras radiações;
  • Mulheres que foram submetidas a alguma exposição a pesticidas e produtos químicos, por longos períodos;
  • Doenças infecciosas, como malária ou caxumba;
  • Deficiência da enzima galactose, doença cujo organismo não metaboliza a glicose.

Segundo um estudo de Human Reproduction, de um jornal Europeu, a menopausa precoce pode acometer especialmente mulheres muito abaixo do peso, desde a adolescência até os 30 anos de idade.

Para se chegar a essa conclusão, foram feitos estudos com mulheres excessivamente magras, na faixa de 18 anos, sendo que 50% delas tiveram mais riscos de desenvolverem a menopausa precoce do que as jovens de peso normal.

Outro dado curioso é que mulheres na faixa etária dos 30 anos com IMC menor do que 18,5 tiveram um risco 59% maior do que outras com IMC normal.

No geral, mulheres muito abaixo do peso têm 30% mais possibilidades de sofrerem com essa condição em qualquer faixa etária, do que as mulheres que estão na faixa normal de peso.

Quais os sintomas da menopausa precoce?

Os sintomas da menopausa precoce são muito similares com a menopausa comum. Por isso, é importante que a mulher esteja atenta aos primeiros sinais, para buscar orientação médica. Confira quais são:

  • Falta de energia e disposição;
  • Dificuldades para dormir;
  • Mudanças bruscas no humor;
  • Ondas de calor;
  • Depressão;
  • Osteoporose;
  • Redução da libido;
  • Secura vaginal;
  • Dores de cabeça;
  • Irregularidades menstruais;
  • Ausência da menstruação.

Para determinar se a mulher realmente está entrando na menopausa precoce, é preciso realizar exames que dosam os hormônios FSH, estradiol e prolactina.

Como encarar a menopausa precoce de forma tranquila?

Geralmente, a mulher descobre que está com menopausa precoce quando quer engravidar e não consegue. Estima-se que, no Brasil, cerca de 3% das mulheres sofram com essa condição, que pode atrapalhar os planos de ser mãe tardiamente.

Algumas têm dúvidas com relação à saúde, entretanto, é preciso entender que a menopausa precoce não é necessariamente uma doença, mas sim uma condição que atingi todas as mulheres em algum momento da vida.

O primeiro contato com a notícia pode ser difícil de encarar o fato de a menopausa chegar mais cedo, entretanto, existem tratamentos de reposição hormonal que podem ser feitos, a fim de reduzir os sintomas indesejados e melhorar a qualidade de vida da mulher.

Como encarar a menopausa precoce? Veja aqui dicas.

Os exames para o diagnóstico da menopausa precoce são: exames de sangue, ultrassom transvaginal e avaliação clínica.

Alguns ginecologistas citam a necessidade da mulher cuidar da saúde dos ovários desde jovem, especialmente se ela possui ciclos irregulares ou cólicas muito fortes. É essencial buscar orientação médica, para um tratamento que possa evitar a menopausa precoce em caso de alguma anormalidade na saúde.

Mas, se o medo da mulher é não poder engravidar, já existem tratamentos que podem ser realizados para que, mesmo com as dificuldades da menopausa precoce, a mulher possa engravidar, desde que se consiga alguns óvulos saudáveis.

Um fator que proporciona mais tranquilidade para passar por esse período é a adoção de um estilo de vida mais saudável, com boa alimentação e atividade física. Essas ações podem amenizar os sintomas e tornar o período mais fácil de ser encarado.

Caminhar, fazer amigos, ter uma vida social ativa e um bom convívio coma família podem fazer com que todos esses sintomas da menopausa precoce passem desapercebidos. É essencial ocupar-se, para evitar a ociosidade, que atrapalha a autoestima e interferem na vida pessoal.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário