Menopausa precoce – A partir de quantos anos? Cuidados

O climatério é um período da vida da mulher em que há transição da fertilidade para a infertilidade, devido a uma série de alterações hormonais. Depois de 12 meses de modificações e ausência de menstruação, finalmente chega a menopausa.

A menopausa é entendida como um processo normal dos 40 aos 55 anos, e deve ser vista como um processo único para cada mulher, pois são experimentadas experiências próprias e sentimentos particulares.

A seguir no Quero Viver Bem, saiba tudo sobre o processo, e também sobre como identificar a menopausa precoce.

Menopausa precoce

O que é a menopausa precoce?

A menopausa precoce deve ser entendida como ausência de menstruação antes dos 40 anos de idade. Nesses casos, torna-se necessária uma investigação médica, para identificar a causa da condição.

Dentre os principais fatores que podem acarretar na menopausa precoce estão:

  • Fatores genéticos e hereditários;
  • Doenças infecciosas, como a caxumba, malária e varicela;
  • Presença de doenças autoimunes (principalmente a doença de Addison);
  • Consequência de medicamentos, como os quimioterápicos.

[LEIA TAMBÉM: MENOPAUSA ENGORDA?]

Quais os sintomas do climatério?

Existem alguns sintomas que podem indicar que o climatério está presente e, consequentemente, a menopausa está chegando. Dentre eles, podemos mencionar:

  • Insônia e alterações do sono;
  • Fogachos, que são “crises de calor”, as quais estão presentes principalmente no período da noite;
  • Atrofia vaginal, a qual interfere negativamente nas relações sexuais;
  • Falta de desejo e interesse por sexo;
  • Ganho de peso;
  • Queda de cabelo;
  • Cansaço frequente e inexplicável;
  • Alterações de humor, que podem envolver irritabilidade e depressão.

Vale lembrar que os sintomas podem variar de mulher para mulher, podendo ser mais intensos em algumas, e mais amenos em outras. Mas, a avaliação só pode ser feita pelo médico ginecologista, que irá instituir o tratamento e a reposição hormonal quando forem necessários, para melhorar a qualidade de vida e proporcionar bem-estar.

Menopausa precoce

O que fazer na menopausa precoce?

A mulher perceberá os sintomas antes da idade esperada, juntamente com a amenorreia (que é ausência de menstruação), e deverá procurar um médico para tratar o caso.

Novamente, a abordagem dependerá da idade, dos fatores individuais, das causas da menopausa precoce, e muito mais. Alguns exames serão solicitados para confirmação da hipótese. Dentre eles, estão:

  • Teste de gravidez: serve para excluir a gravidez, a qual também causaria a ausência de menstruação;
  • Investigação de anticorpos: assim como dito anteriormente, a causa da menopausa precoce pode ser por doença autoimune (causada por anticorpos), assim deve existir uma investigação laboratorial;
  • Exames de imagem: o ultrassom que identifica útero e ovários também pode auxiliar no diagnóstico e na identificação das causas;
  • Biópsia: feita em casos especiais.

[CONFIRA TAMBÉM: QUEDA DE CABELO NA MENOPAUSA]

Depois de determinada a causa, o médico escolherá o melhor tratamento, que poderá ser tanto para reverter o quadro, como também para amenizar os sintomas.

Quando ainda houver o desejo de engravidar, poderão ser utilizados medicamentos para tentar conservar a função do ovário de produzir óvulos (que são as células sexuais femininas), e assim permitir que a mulher tenha gestações.

Em casos que não há desejo de ter mais filhos, ou ainda quando essa possibilidade não existir, são dados medicamentos (geralmente, à base de hormônios) para amenizar os sintomas decorrentes do climatério e da menopausa.

Um cuidado especial deve ser tomado com a saúde dos ossos dessas mulheres. Isso porque, o estrógeno, um hormônio produzido pelos ovários, tem função essencial no controle da densidade dos ossos (isto é, na manutenção da sua dureza e rigidez).

Em casos de deficiência de estrógeno, a matriz óssea pode ser perdida, e, com o tempo, resultar na osteoporose, uma doença que propicia fraturas e complicações. Essa condição também deverá ser investigada e tratada, quando necessário.

[CONFIRA TAMBÉM: ALIMENTAÇÃO PARA REDUZIR OS SINTOMAS DA MENOPAUSA]

Menopausa precoce

Quais cuidados devem ser tomados?

É de extrema importância que as mulheres conheçam o seu próprio corpo, principalmente o calendário e o ritmo menstrual. Quando perceberem qualquer atraso ou outro sintoma relacionado, deverão buscar um ginecologista de sua confiança.

Além disso, recomenda-se que sejam realizadas consultas de rotina, as quais avaliarão a função reprodutiva e hormonal, permitindo que possíveis patologias (como a menopausa precoce) sejam identificadas ou previstas com antecedência.

Portanto, cuide da sua saúde e esteja atenta a qualquer sintoma. Lembre-se, também, de realizar os outros exames ginecológicos de rotina!

Gostou? Então, confira, também, Como encarar a menopausa precoce? Veja dicas, aqui!


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário