Macadâmia – Benefícios, Tabela nutricional e Dicas de Consumo

Você já viu ou ouviu falar na macadâmia? Essa oleaginosa conta com uma imensa variedade de nutrientes. Confira aqui, no QVB, quais os principais!

A macadâmia faz parte da família das oleaginosas, considerada uma das nozes mais finas do mundo. Ela tem altos valores nutricionais, sendo um excelente alimento que proporciona ótimos benefícios para a saúde.

Contudo, a macadâmia ainda não é tão comum na mesa dos brasileiros. Mesmo com vantagens e benefícios, começou a ganhar território há pouco. Veja, aqui no Quero Viver Bem, tudo sobre essa noz e conheça os motivos para incluí-la em sua casa!

O que é a macadâmia?

Macadâmia

É uma noz com sabor incrível! Tem um aroma doce, com um leve toque amadeirado. Possui um gostinho amanteigado que a torna algo saboroso.

A macadâmia está cada vez mais sendo requisitada na gastronomia, já que deixa os pratos mais gostosos e requintados.

Há vários tipos dela disponíveis no mercado, sendo dois os principais: a da casca lisa e da casca grossa, mais áspera. A mais comum para o consumo é a da casca lisa, que possui as características acima citadas. Já a da casca grossa é mais amarga, por isso não é tão usada na gastronomia. Os demais tipos de macadâmia são venenosas, pois possuem glicosídeos cianogênicos.

Qual a origem da macadâmia?

A macadâmia é originária da Austrália. A da casca lisa é do Nordeste e da casca grossa é do sul. A Austrália é a maior produtora dessa noz, seguida pelo Havaí e pela África do Sul.

Contudo, nem sempre foi assim! Entre os anos de 1800 e 2000, o Havaí foi o principal produtor dessa oleaginosa. Somente depois dos anos 2000 é que a Austrália se mostrou forte nessa questão.

Em solo brasileiro, é produzida no Paraná, no Mato Grosso do Sul, na Bahia e em todos os estados do Sudeste do país.

Quais os benefícios da macadâmia?

Macadâmia

A lista de benefícios dessa oleaginosa é extensa e bem marcante. Suas propriedades são excelentes para a estética (por isso também é usada em cosméticos). Ela conta com ácido palmitoleico, que proporciona bons resultados para manter a pele e o cabelo sempre bonitos e saudáveis. Ainda, atua hidratando a pele e evitando que os fios ressequem.

A macadâmia também é uma aliada da dieta! Apesar de ser calórica, possui bons nutrientes, além de fibras e proteínas que ajudam a eliminar os indesejados quilinhos a mais.

As fibras promovem a sensação de saciedade. Dessa forma, uma pequena porção de macadâmia é excelente para ser consumida nos lanches. As mesmas fibras contribuem para melhorar o funcionamento do intestino. Ou seja, estimulam a evacuação, contribuindo para evitar a prisão de ventre e ainda eliminar as toxinas do corpo – além, é claro, das gorduras acumuladas no organismo.

As proteínas presentes na macadâmia atuam na constituição muscular. Isso a torna um bom alimento para quem quer ganhar massa magra e definir os músculos. Elas atuam tanto na contração como no relaxamento muscular.

A macadâmia é rica em gorduras boas, minerais e muitas vitaminas. De uma maneira geral, ela contribui para deixar o corpo sempre nutrido com o que ele precisa. Ela também é rica em ferro, ajudando a evitar e combater a anemia.

Para que serve a macadâmia?

A macadâmia é usada na gastronomia, mas também na produção de cosméticos.

Na culinária, pode ser empregada em uma infinidade de pratos, como pães, tortas, bombons, sorvetes, biscoitos, bolos e outros. É possível, ainda, transformar as nozes em manteiga ou consumi-las como aperitivos, torrando-as.

Já para os cosméticos, é extraído o óleo da macadâmia. Esse mesmo óleo ainda pode ser utilizado como azeite na cozinha.

Macadâmia

Para que serve o óleo de macadâmia?

O óleo extraído da macadâmia tem duas utilidades: azeite da culinária e produção de cosméticos.

O azeite oriundo do óleo da macadâmia é rico em gorduras boas, além de deixar um sabor sensacional em tudo o que é usado. Possui um gostinho amanteigado, garantindo esse sabor nos pratos.

É usado em cosméticos para pele e para cabelo, sendo comum em hidratantes e óleos corporais. O óleo combate os radicais livres, evitando o envelhecimento precoce da pele.

Também há quem o utilize puro, logo após o banho, mas também há várias opções de cremes e loções corporais à base dessa oleaginosa.

Para o cabelo, o óleo de macadâmia funciona como um regenerador capilar. Deixa os fios mais saudáveis e fortes, evitando a quebra e a queda deles. Pode ser usado puro como potencializador junto ao condicionador, mas também há vários itens para o cabelo que possuem o óleo de macadâmia na fórmula.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário