Leite fermentado – Para que serve? Benefícios e Como consumir

Você já ouviu falar nos benefícios do leite fermentado? Confira, no Quero Viver Bem, informações completas sobre como consumir e quais as contraindicações.

Leite fermentado faz parte dos alimentos que classificamos como alimentos funcionais. Ele é basicamente o resultado da fermentação do leite desnatado, devido à adição de bactérias.

Essas bactérias utilizadas são lactobacilos vivos, que auxiliam na manutenção da microbiota intestinal, melhorando a saúde de quem os consome com regularidade.

Os povos nômades tinham o costume de conservar o leite adquirido em recipientes de cerâmica ou peles de animais. Graças à flora láctica que ia para o líquido logo após a ordenha, o leite sofria um processo de fermentação graças ao clima árido e seco da região da Eurásia, fazendo com que o ele ficasse saboroso e com uma vida útil maior do que possuía antes.

Leite fermentado

Para que servem os probióticos?

Um intestino saudável tem como principal alicerce uma microbiota intestinal equilibrada. E para ajudar nesse equilíbrio, podemos consumir alimentos funcionais, que são produtos que além de promoverem nutrição, ajudam na saúde, como é o caso do leite fermentado.

Os probióticos, ao serem administrados em quantidades adequadas, podem trazer vários benefícios à saúde humana. Os lactobacillos e as bifidobactérias são bactérias probióticas muito utilizadas pela indústria na produção de alimentos funcionais.

Na fabricação, o leite esterilizado recebe uma cultura de lactobacilos vivos, que são desenvolvidos enquanto o leite é fermentado no tanque de fermentação. Após isso, o açúcar e a essência que realçam o aroma e o sabor do produto são também adicionados.

[VEJA TAMBÉM: POR QUE OS PROBIÓTICOS SÃO IMPORTANTES?]

Benefícios do leite fermentado

Leite fermentado

Os probióticos possuem benefícios que podem ser divididos em três categorias, segundo o artigo publicado por Marion Pereira da Costa, mestrando da Faculdade Veterinária da Universidade Federal Fluminense:

  • Capacidade de modular a defesa do hospedeiro;
  • Efeito direto sobre outros microrganismos, comensais ou patogênicos, o que os tornam importantes na prevenção e no tratamento de infecções e na restauração do equilíbrio da mucosa intestinal;
  • Efeito baseado na eliminação de produtos resultantes do metabolismo microbiano, como toxinas, o que resulta na desintoxicação do intestino de quem os consome.

Portanto, os benefícios para a saúde são:

  • Atividade antimicrobiana, ou seja, inibição ou morte de bactérias, fungos, vírus ou protozoários;
  • Controle de micro-organismos patogênicos, que são aqueles que podem causar doenças infecciosas;
  • Hidrólise da lactose, ou seja, auxilia pessoas que possuem intolerância à lactose;
  • Modulação da constipação, também conhecida como prisão de ventre;
  • Atividade antimutagênica e anticarcinogênica (evita que a célula seja morta e se torne cancerígena);
  • Redução do colesterol sanguíneo, melhorando o quadro de pacientes com diabetes tipo 2 (resistência à insulina) e obesidade;
  • Modulação do sistema imune;
  • Melhoria na doença inflamatória do intestino;
  • Supressão de Helicobacter pyloriinfection, bactéria causadora da úlcera, que pode até levar ao câncer de estômago.

Tabela nutricional do leite fermentado

Cada produto disponível no mercado terá a sua tabela nutricional. A seguir, para termos uma ideia, utilizaremos como exemplo a tabela nutricional do leite fermentado chamado Yakult.

Leite fermentado

Como consumir?

Diversos autores consideram o consumo de 100g de produtos lácteos diário um número recomendável. Esse tipo de bebida geralmente vem em quantidades pequenas justamente porque não deve ser armazenado depois de aberto, ou seja, deve ser consumido imediatamente.

No caso de bebidas como Yakult, Chamyto, entre outros, o ideal é ingerir apenas 1 garrafinha por dia, sendo visto os resultados em um período de tempo que varia de produto para produto. Porém, com relação à prisão de ventre, o resultado pode ser visto até mesmo no dia seguinte.

Cafés da manhã e lanches da tarde são refeições ideais para consumir o leite fermentado de sua preferência.

Leite fermentado

Contraindicações

Atualmente, não há contraindicações para o consumo desse alimento. Porém, devemos nos atentar ao fato de que muitas marcas acabam adicionando quantidades grandes de açúcar para melhorar o sabor final do produto, deixando-o mais atrativo ao consumidor.

Pessoas que não podem ingerir grandes quantidades de açúcar devem observar atentamente a tabela nutricional do produto que forem comprar, e escolher aquele que se adeque às suas necessidades.


Referências utilizadas neste conteúdo:

http://www.conhecer.org.br/enciclop/2013a/agrarias/LEITE%20FERMENTADO.pdf

http://www.scielo.br/pdf/rbcf/v38n1/v38n1a02.pdf

OELSCHLAEGER, T. A. Mechanisms of probiotic actions – A review. Int. J. Med. Microbiol., v.300, p.57–62, 2010.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário