Hipercalórico – Benefícios, Como usar? Como consumir? Indicações e Contraindicações

Hipercalórico é uma denominação para algum alimento ou suplemento que fornece uma grande concentração de energia, sendo capaz de ajudar uma pessoa a ganhar peso de maneira mais rápida.

Em geral, o uso do suplemento hipercalórico deve ser recomendado por um médico ou nutricionista.

Entenda mais como essa substância funciona e como ela pode ser benéfica, a seguir no Quero Viver Bem! Aqui você saberá como consumir, quais são as indicações e contraindicações e a quantidade diária recomendada.

Hipercalóricos

Benefícios do hipercalórico

O hipercalórico procura adicionar uma quantidade de calorias provenientes de carboidratos, proteínas e – certas vezes – de gorduras em sua dieta.

O objetivo é aquele que foi comentado: conquistar um aumento de peso para quem tem imensa dificuldade nesse sentido. Porém, o hipercalórico também pode ser vantajoso para facilitar o desenvolvimento muscular.

Veja algumas das principais razões de incluir um hipercalórico na dieta:

  • Aumento do consumo de calorias;
  • Aumento no tamanho e na força dos músculos;
  • Auxílio no crescimento e na recuperação dos músculos;
  • Rápida absorção de nutrientes;
  • Equilíbrio do consumo de macronutrientes;
  • Fonte de energia;
  • Oferta de minerais e outros nutrientes essenciais ao organismo;
  • Redução da vontade de consumir doces ou outros alimentos que são de baixo teor nutricional.

Por ser bastante consumido por frequentadores de academias, percebe-se que o hipercalórico tem grande eficiência no aumento da massa muscular (massa magra).

Hipercalóricos

Como usar hipercalórico? Quanto consumir por dia?

Na realidade, o hipercalórico se configura como suplementos que, em grande parte dos casos, são compostos por maltodextrina e dextrose, além de proteínas de alto valor biológico, como Whey Protein, colágeno ou proteína isolada de soja.

Albumina e caseína micelar também são dois ingredientes que com frequência são adicionados.

Como a suplementação é em pó, o uso é por meio de uma mistura com água quando você estiver indo treinar. Em outras refeições, use outro líquido de sua preferência.

A recomendação de consumo varia de acordo com a rotina da pessoa, horário de treino, entre outros fatores.

O período do dia a ser utilizado pode também depender da sua nutrição, mas o mais indicado é ao acordar – já que o seu organismo se encontra em estado catabólico, bem como antes e depois dos treinos.

É uma recomendação em vários casos que o hipercalórico seja usado antes do treino, mais ou menos uma hora antes do início da atividade física, para que o corpo fique em estado anabólico – seus músculos estarão nutridos apropriadamente para que o exercício não seja tão severo com eles.

Para escolher seu hipercalórico, após seu nutricionista ter lhe dado as orientações, leia atentamente o rótulo: escolha o que tiver quantidades adequadas de todos os macronutrientes (carboidrato, proteína e gordura). A maioria desses suplementos contém alta quantidade de carboidrato (normalmente maltodextrina) e pouquíssima proteína. Verifique, também, se há adição de açúcar e outros aditivos químicos como corantes e conservantes; caso tenha, evite. Ainda, é interessante que o hipercalórico tenha micronutrientes, como vitaminas e minerais.

Hipercalóricos

Indicações e contraindicações

O hipercalórico é frequentemente indicado para:

  • Atletas de alto nível que demandam maior energia que não é possível de ser alcançada somente por meio da alimentação;
  • Pessoas com pouco apetite, não consumindo assim a quantidade ideal de alimentos que satisfazem as necessidades calóricas fundamentais para o crescimento;
  • Pessoas extremamente magras que, embora se alimentem de maneira considerável, não conseguem ganhar peso;
  • Pessoas que não conseguem administrar ou ter uma dieta adequada, pois são bastante atarefadas.

Quem possui um metabolismo acelerado e se vê com dificuldades de ganhar massa magra também pode fazer uso do hipercalórico.

Como a grande parte dos suplementos possuem maltodextrina, um tipo de açúcar, é importante se atentar com o consumo cauteloso, pois seu exagero pode causar acúmulo de gordura.

Além de auxiliar no ganho de peso, o hipercalórico também pode colaborar para estabilidade de algumas doenças hipercatabólicas que demandam maior aporte energético ou enfermidades que atrapalham a ingestão e absorção de calorias e nutrientes, como câncer, idosos acamados ou com depleção de peso corporal, pacientes diagnosticados com anorexia nervosa, desnutrição, fibrose cística, entre outros.

Já sobre as contraindicações, a tendência é que o hipercalórico não seja usado por:

  • Diabéticos;
  • Doentes renais ou hepáticos;
  • Hipertensos;
  • Indivíduos que têm hipotireoidismo.

O uso em tais pessoas pode ser prejudicial, por conta da alta dose de carboidrato na composição, que pode aumentar os níveis de açúcar no sangue.

Além disso, se você sofre de alergia ou hipersensibilidade a algum ingrediente presente no hipercalórico, é importante comentar com seu médico ou nutricionista.

O uso de hipercalórico pode auxiliar o processo de ganho de peso, mas não substitui uma dieta equilibrada. Consulte um nutricionista para adequar sua alimentação, usando suplementos apenas como um complemento.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário