Herpes: O que é? Formas de Contágio, Como Prevenir e Tipos de Tratamento

Herpes é uma infecção causada por um vírus. Curiosamente, existem três tipos da doença, que são altamente contagiosas e provocadas por microrganismos diferentes. Conheça, a seguir, mais sobre o assunto e saiba como evitar essas enfermidades.

Tipos de herpes

Herpes: O que é? Formas de Contágio, Como Prevenir e Tipos de Tratamento

1. Herpes simplex

O herpes simplex é um dos tipos mais comuns, sendo que 99% da população já entrou em contato com a doença, segundo a SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia). Tal variante pode ser causada pelo:

  • Herpes vírus Tipo 1: neste caso, o vírus se aloja em terminações nervosas da boca e se manifesta somente quando o sistema imunológico da pessoa está enfraquecido.

Os sintomas comuns são coceira na boca e surgimento de erupções no lábio e na cavidade bucal. Tais problemas costumam desaparecer em cerca de uma semana;

  • Herpesvírus Tipo 2: trata-se de uma DST (Doença Sexualmente Transmissível), que faz com que a pessoa infectada tenha coceira e bolhas dolorosas na região genital (pênis, vulva, ânus, virilha e nádega).

2. Catapora

Doença também chamada de Varicela, a catapora é transmitida pelo VVZ (Vírus Varicela-Zoster). A infecção provoca irritação e erupção cutânea, com coceira constante e intensa.

3. Cobreiro

O cobreiro é uma doença que atinge quem já teve catapora, igualmente causada pelo VVZ. Também conhecida como herpes zoster, a infecção gera uma erupção dolorosa na pele da região do tronco e dura de 10 a 20 dias.

Formas de contágio do herpes

  1. Contato com lesões de pele ou mucosa de uma pessoa infectada;
  2. Contato com gotículas de espirro e tosse provenientes da pessoa infectada;
  3. Uso de itens pessoais de infectados (compartilhamento de objetos);
  4. Beijo;
  5. Relação sexual sem uso de preservativo;
  6. Transmissão da mãe para o feto durante o parto. Na gravidez, ele está protegido no útero materno.

Sintomas do herpes

Os sintomas variam de acordo com a doença/tipo de herpes. De modo geral, os principais sinais da enfermidade são:

  1. Erupções nos lábios e na parte interna da boca, muitas vezes evoluindo para úlceras;
  2. Nódulo linfático facilmente identificado no pescoço e na região da virilha;
  3. Febre, que é presente antes do aparecimento das erupções, principalmente;
  4. Coceira, formigamento e queimação na pele;
  5. Manchas avermelhadas;
  6. Sarna;
  7. Fadiga;
  8. Mal-estar;
  9. Perda de apetite;
  10. Dor física, especialmente de garganta.

Tratamento para herpes

O tratamento de herpes é, invariavelmente, realizado com a administração de medicamentos antivirais, sendo o Aciclovir o mais receitado pelos profissionais especialistas.

Se o paciente apresentar como um dos principais sintomas a dor física, um analgésico pode ser receitado para uso durante o tratamento, em administração concomitantemente com o antiviral.

Outros remédios que podem ser indicados pelo médico é o antitérmico (para pacientes que tiverem febre) e um antialérgico (para aqueles que tenham coceira intensa, uma vez que o medicamento alivia tal sintoma).

Um detalhe importante: embora exista a possibilidade de conseguir tais medicamentos com facilidade, jamais faça a automedicação. Ao identificar os sintomas da doença, o primeiro passo a ser adotado é procurar um médico.

Somente um profissional está habilitado para analisar a gravidade do caso e receitar o medicamento correto a ser utilizado, para efetivamente curar o problema. Quando se faz uso da automedicação, há um grave risco de não tratar a enfermidade e comprometer ainda mais a saúde da pessoa infectada.

Como prevenir o herpes

Herpes: O que é? Formas de Contágio, Como Prevenir e Tipos de Tratamento

Existem diferentes formas de prevenção a serem adotadas, inclusive em períodos variados da vida:

  1. Na infância: imunização (vacina) contra catapora/varicela;
  2. Na vida adulta: imunização (vacina) contra cobreiro;
  3. Não entrar em contato com pessoas contaminadas ou objetos pessoais dela;
  4. Usar preservativo em todas as relações sexuais.

Qual médico procurar ao identificar sintomas de herpes

Assim que identificar os sintomas da infecção, é importante consultar um profissional especializado. A doença não possui elevada gravidade, mas tem de ser tratada, para não causar complicações. Mas, qual médico deve ser consultado? Há três profissionais, basta escolher um deles:

  1. Infectologista: é o profissional responsável por diagnosticar e tratar infecções;
  2. Clínico geral: profissional habilitado a diagnosticar, tratar e atuar na prevenção de diferentes tipos de doenças;
  3. Dermatologista: médico que atua no diagnóstico, no tratamento e na prevenção de doenças associadas à pele, bem como de unhas e cabelo.

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Estrela2  Estrelas3  Estrelas4  Estrelas5  Estrelas (Ainda sem avaliações)
Loading...

Quem Leu Este Artigo também costuma ler:

Deixe um Comentário