Goiaba – Benefícios, Tabela nutricional, Como consumir e Contraindicações

Que a goiaba é uma fruta muito saborosa isso todo mundo sabe, mas você conhece os benefícios dela? Confira, aqui no QVB, a tabela nutricional completa!

Cultivada pelos humanos a cerca de 2.000 anos, a goiabeira (Psidium guajava L.) é originária do continente americano, mas suas variedades estão distribuídas ao redor do mundo.

Ela pertence à família Myrtaceae, mesma de temperos aromáticos, como o cravo-da-índia e a canela, e do eucalipto, plantas de alto valor comercial e importância econômica.  Atualmente, a goiabeira é cultivada principalmente em Brasil, Colômbia, Venezuela e México.

O fruto da goiabeira é a goiaba, fruta de formato variado, mas, geralmente, meio arredondado. Sua casca é verde, com polpa branca, vermelha ou rosada e sementes pequenas. Seu sabor é marcante e bem popular, sendo adocicado. Ela possui alto valor nutritivo e pode também ser empregada como medicamento, inclusive suas folhas.

Goiaba

Benefícios da goiaba

Esta fruta provê inúmeros benefícios à saúde humana, principalmente por possuir baixo valor calórico e concentrações pequenas de gordura e açúcar. Confira os seus benefícios, a seguir.

Fonte de vitamina C

Esta fruta é uma boa fonte de vitamina C, auxiliando no bom funcionamento do sistema imunológico, combatendo infecções, e na absorção de ferro proveniente de fontes vegetais.

Além disso, essa vitamina é um antioxidante que combate o envelhecimento, pois contribui com o aspecto da pele e atua na cicatrização.

Controle da pressão arterial

A goiaba é rica em potássio, mineral que atua na movimentação muscular, sendo benéfico ao sistema cardiovascular. Assim, a fruta atua no controle da pressão arterial e no nível de colesterol e de triglicerídeos.

Prevenção do câncer

Por apresentar vitamina C, vitamina A e licopeno, a goiaba é fonte de antioxidantes, substância que ajuda a prevenir a oxidação celular, processo que pode levar ao câncer. Até mesmo suas folhas possuem tais substâncias, podendo ser consumidas na forma de chá.

[VEJA TAMBÉM: BENEFÍCIOS DO CHÁ DE FOLHA DE GOIABEIRA]

Faz bem para os olhos

Esta fruta também é rica em vitamina A, contendo maior quantidade do que a cenoura. Em 100 gramas de goiaba, encontramos cerca de 20% da ingestão diária recomendada.

Essa vitamina é benéfica para a visão, pois previne doenças como catarata, cegueira noturna e degeneração macular.

Fonte de fibra

Por possuir alto valor de fibra, a goiaba pode ser utilizada para consumido nos lanches entre as refeições por pessoas que querem emagrecer ou manter o peso, pois dá saciedade. Além disso, é um ótimo agente para o bom funcionamento do sistema digestivo.

Contudo, para que a goiaba auxilie no trânsito intestinal, é preciso beber bastante água. Tome 2 copos cheios de água cerca de 15 minutos antes de consumir essa fruta, e não se esqueça de, também, beber água ao longo do dia.

Pessoas com diabetes também podem se beneficiar com o seu consumo, pois a fruta possui baixo índice glicêmico, o que impede picos de glicose e insulina no sangue, pois o açúcar é liberado aos poucos na corrente sanguínea.

Tabela nutricional

Goiaba

Em 100 gramas de goiaba vermelha, com casca e crua encontramos os seguintes valores nutricionais:

  • Valor energético: 54.2 kcal;
  • Carboidratos: 13 gramas;
  • Proteínas: 1,1 grama;
  • Fibra: 6,2 gramas;
  • Gorduras saturadas: 0,1 grama;
  • Cálcio: 4,5 mg;
  • Vitamina C: 80,6 mg;
  • Vitamina A: 79 mg;
  • Magnésio: 6,9 mg;
  • Potássio: 197,6 mg.

Como consumir

Ela pode ser encontrada em feiras e supermercados, na forma in natura, de sucos ou em doces, como a goiabada e as geleias. Mas a melhor forma de aproveitar todos os benefícios da goiaba é consumindo-a in natura.

A fruta fresca é uma ótima opção para os lanches entre as refeições, já que promove saciedade, sendo aliada de pessoas em fase de emagrecimento.

Indivíduos que desejam controlar a pressão arterial devem consumi-la durante 12 semanas em altas quantidades para obter resultado.

Para tratar diarreia, é recomendado o consumo de chá de folha de goiaba, que possui quercetina e triterpenos – basta ferver as folhas em água e tomar sem a adição de açúcar.

A goiaba deve ser consumida logo que começa a amadurecer, pois, quando passada, perde parte dos seus nutrientes. Para conservá-la em casa, mantenha sob temperatura ambiente ou nas partes menos geladas da geladeira.

Goiaba

Contraindicações

Até o momento, não há outras contraindicações do seu consumo, com exceção de pessoas que possuem sistema digestivo sensível ou intestino preso. Se consumida em excesso, pode causar prisão de ventre.

Mais informações

Apesar de bem adaptada a diferentes solos, o plantio da goiabeira deve ser evitado em regiões muito frias. Além disso, deve-se ficar atento a doenças que atingem o pomar, sendo os meses entre janeiro e maio os seus melhores para colheita.

Por isso, aproveite a época da colheita da goiaba para inseri-la no seu dia a dia!


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário