Gengibre – Para que serve, Benefícios e Propriedades

O gengibre é uma raiz muito versátil, por isso, serve para muitas situações de saúde. Afinal, suas propriedades anti-inflamatorias e antioxidantes acabam sendo úteis no tratamento e prevenção de uma série de doenças e condições de saúde, até mesmo para o emagrecimento.

Sua serventia também é muito requisitada na gastronomia, onde é usado para temperar os alimentos ou elevar o grau de picância dos pratos. Nesse sentido, ele é bastante popular na culinária asiática, sobretudo no Japão e na Indonésia.

Gengibre2

Para que serve o gengibre

O gengibre, também conhecido como mangarataia no norte do Brasil, é nativo da Índia e da China, suas folhas são verdes escuras e podem medir até um metro de altura; já suas flores são amarelas; e seu caule, que é subterrâneo, é usado desde a antiguidade na culinária e em remédios.

Veja em que situações ele é útil:

Como tempero aromático

Trata a Azia

A azia se dá pelo consumo de alguns alimentos que produzem ácidos e evitam o fechamento adequado das válvulas estomacais. Dessa forma, o gengibre age absorvendo os ácidos.

Prevenção e tratamento de gripes, resfriados e dores de garganta

O gengibre possui ação anti-inflamatória, bactericida e alta concentração de vitamina c, agindo diretamente para aliviar os sintomas de gripes, resfriados e inflamações na garganta.

Aliviar náuseas e vômitos

O gengibre é um antiemético, que quer dizer que ele evita, de forma natural, náuseas e vômitos, inclusive durante a gravidez, em tratamentos quimioterápicos e após cirurgias.

Tratar úlceras e gastrites

A bactéria H Pylori é o principal causador de úlcera estomacal e gastrite, mas o gengibre tem propriedades que mata essa bactéria. Pode-se dizer que é bastante eficaz, neste caso, mas não no tratamento, e sim na prevenção do problema.

Tratar a hipertensão e baixar a pressão arterial

O gengibre inibe a formação de placas de gordura nos vasos sanguíneos e aumenta a elasticidade dos vasos, fazendo com que a circulação sanguínea seja favorecida, regulando a pressão arterial.

Prevenir o câncer de ovário e cólon

Uma substância chamada gingerol, que é encontrada em abundância no gengibre (até por isso o nome), age inibindo o desenvolvimento de células cancerígenas nessa região. Sendo assim, tomar água de gengibre ao longo do dia é uma atitude importante na prevenção o câncer de ovário e cólon de útero. 

Facilitar o emagrecimento e perder barriga

Sim, o gengibre emagrece mesmo. Inclusive, esse é um dos principais motivos da procura pelo gengibre, atualmente, é que ele ele acelera o metabolismo e estimula a queima de gordura corporal. Suas propriedades termogênicas leva a aumenta a temperatura corporal, fazendo com que com que o corpo gaste mais calorias – e é aí que acontece o emagrecimento.

Porém, esse efeito termogênico só será notado se o consumo de gengibre estiver aliado a uma alimentação adequada e prática de atividades físicas. Portanto, antes de começar a tomar chá de gengibre regularmente prepare uma estratégia de emagrecimento.

Ajuda na digestão

O gengibre é um grande aliado na hora de fazer a digestão. Sendo assim, ele acompanha bem pratos gordurosos e é uma solução para dores de estômago, azia e dores no esôfago decorrentes da comilança.

Previne doenças cardiovasculares

Como demonstram estudos acerca das propriedades do gengibre, ele é capaz de melhorar a circulação sanguínea, de modo a prevenir doenças cardiovasculares como a aterosclerose ou a hipertensão arterial.

Para que serve o chá de gengibre

O chá de gengibre é amplamente utilizado por ser uma forma prática de se valer dos principais benefícios dessa raiz aromática. Mas qual é a mistura certa para cada finalidade? Descubra, abaixo, para que serve cada tipo de chá de gengibre:

  • Chá de gengibre com limão: ideal para emagrecer, tratar dores de garganta e e prevenir gripes ou resfriados;
  • Chá de gengibre e alecrim: ideal para desobstruir as vias respiratórias e ajudar no tratamento da rinite alérgica ou da sinusite;
  • Chá de gengibre com melancia: ideal para estimular a função diurética e, portanto, para tratar infecções urinárias ou regular o intestino;
  • Chá de gengibre com berinjela: ideal para auxiliar no controle dos níveis de colesterol total;
  • Chá de gengibre com canela: ideal para favorecer o emagrecimento e prevenir doenças decorrentes de baixas no sistema imunológico.

Mas os benefícios do chá de gengibre não param por aí. Com a combinação certa é possível fazer em casa um potente remédio natural.

Propriedades do gengibre

As propriedades do gengibre fazem com que ele sirva para uma série de funcionalidades, desde consumido in natura como usado para a fabricação de cosméticos. São elas:

  • Antioxidante;
  • Anti-infalamtória;
  • Anti-coagulante;
  • Vasodilatadora;
  • Digestiva;
  • Analgésica;
  • Antiespasmódica;

[PARA SABER MAIS BENEFÍCIOS DO GENGIBRE, CONFIRA, AQUI!]

Gengibre

Como usar o gengibre?

A forma mais comum de consumir o gengibre é como chá – basta colocar 200 ml de água em uma caneca, no fogo alto, e adicionar 50 g de gengibre in natura, desidrato ou em flocos e deixar ferver por alguns minutos. Depois de frio, coar e tomar 3 vezes ao dia. Se o gengibre for em pó, basta ferver a mesma quantidade de água, colocar uma colher rasa do pó, desligar o fogo e tampar.

Também é possível adicioná-lo em shakes, sucos e vitaminas de frutas – colocar um pedaço de gengibre ou uma colher de gengibre em pó à receita da bebida de sua preferência.

Fica muito saboroso, também, em alguns pratos salgados como purês, sopas e como tempero para carnes e frango – basta colocar o gengibre em pedaços, ralado ou em pó no prato que mais gostar.

Além de todos os benefícios listados, o gengibre, ainda, ajuda a combater o mau hálito, baixar o colesterol, aliviar as dores musculares e servir de afrodisíaco natural.

[LEIA TAMBÉM: GENGIBRE EMAGRECE?]

Tabela nutricional

A cada 100 gramas de gengibre, você encontra:

  • 80 calorias;
  • 1,82 gramas de proteínas;
  • 0,75 gramas de gorduras totais;
  • 17,77 gramas de carboidratos;
  • 0,2 gramas de fibra alimentar.

gengibre beneficios

Contraindicações

Algumas pessoas devem evitar o uso exagerado de gengibre, são elas:

  • Diabéticos – por reduzir o teor de açúcar no organismo, a raiz pode levar a crises de hipoglicemia naqueles que fazem uso de insulina;
  • Grávidas – o uso exagerado do gengibre pode causar sangramentos, levando a um parto prematuro;
  • Pessoas com problemas de coagulação sanguínea, ou que vão passar por alguma cirurgia – isso porque ele “afina” o sangue, dificultando ainda mais no processo de coagulação;
  • Hipertensos – a raiz pode reagir com alguns remédios, reduzindo a frequência cardíaca.

É sempre bom lembrar que o gengibre deve ser consumido como coadjuvante em tratamentos para problemas mais sérios, com úlcera, gastrite, colesterol e hipertensão, devendo-se, em qualquer um desses casos, procurar um médico para que o profissional faça uma avaliação das condições gerais de saúde e prescreva o tratamento adequado.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário