Garcinia Cambogia – Benefícios, Como Usar, Contraindicações e Onde comprar

Você está em busca de alternativas para perder peso, além dos exercícios e da alimentação saudável? Então, confira, aqui, tudo sobre a Garcinia Cambogia!

Os “remédios naturais” estão cada vez mais em alta quando se fala em emagrecimento saudável. Quando utilizados com moderação e em conjunto com uma alimentação equilibrada e uma rotina de exercícios, eles realmente podem trazer benefícios e dar aquela forcinha extra na hora de perder peso. A garcinia cambogia é um desses remédios que vem ganhando destaque ultimamente.

Garcina camboja

O que é garcinia cambogia?

Garcinia Cambogia é uma planta da família das Gutíferas, encontrada na Ásia (Camboja, Tailândia e Polinésia), como também no sul da África. De aparência similar a uma pequena abóbora, também conhecida como Tamarindo Malabar.

Seus frutos têm sido utilizados como um importante aliado na luta contra o excesso de peso, devido às duas características apresentadas: inibidor de apetite e redutor de gordura.

Para que serve garcinia cambogia?

Estudos indicam que a planta é rica em fibras, zinco e polifenóis, mas o seu principal componente é o ácido hidroxicitrato (AHC), um ácido semelhante ao encontrado no limão e na laranja.

O AHC age da seguinte forma:

  • Bloqueando a enzima ATP-citrato liase, que transforma o excesso de carboidratos em gordura, reduzindo, assim, a formação de gordura;
  • Promovendo uma maior síntese dos níveis de glicogênio, fazendo com que os receptores de açúcar do fígado mandem uma mensagem de saciedade ao cérebro, reduzindo o apetite.

Graças aos polifenóis, a garcinia também é um termogênico, ou seja, ajuda na queima de gorduras; e o zinco contribui para o bom funcionamento do metabolismo, sendo, portanto, uma alternativa de medicamento natural que pode auxiliar bastante no emagrecimento.

Garcina camboja

[CONFIRA TAMBÉM: GARCINA CAMBOJA EMAGRECE?]

Outros benefícios

Além da ajuda na redução de peso, a garcinia também ajuda a melhorar o funcionamento do intestino, pois é rica em fibras, além de ser diurética, facilitando a eliminação de líquido pela urina. Também, atua como protetor do estômago e do fígado. A fruta auxilia na produção de serotonina, causando uma sensação de bem-estar.

No Brasil existe uma fruta da mesma família da garcinia cambogia, chamada de mangostim. Produzida no Pará, oeste de São Paulo e litoral da Bahia, essa fruta, que chegou ao país na década de 40, tem ação antioxidante, anti-inflamatória e antibiótica, mas, aparentemente, não possui as mesmas propriedades com relação à redução de peso.

Como utilizar?

Normalmente se utiliza o extrato seco, feito com a pele da fruta, pois é nela que está a maior parte dos nutrientes. O extrato pode ser consumido em chá ou na forma de cápsulas, de 1 a 2 cápsulas de 100 mg ao dia, uma hora antes das refeições. Essa dose pode variar dependendo da idade e do objetivo de cada um.

 

coenzimaQ10

Onde comprar?

A fruta ainda não é comercializada no Brasil, mas pode ser adquirida pela internet ou em lojas especializadas do ramo, na forma de pó seco para chá ou em cápsulas.

Efeitos colaterais

A Garcinia Cambogia pode apresentar efeitos colaterais que vão de leves a moderados, tais como dores de cabeça, vômito, vertigens, irritações no estômago, boca seca e erupções leves na pele.

Outro fator que pode afetar é o tipo de produto que se toma: o extrato de Garcinia Cambogia deve conter 50% de ácido hidroxicítrico, que causa os efeitos de diminuição de apetite e aumento da serotonina, sem quaisquer outros ingredientes.

Contraindicações

Não há estudos conclusivos sobre os efeitos colaterais da fruta em grávidas, por isso seu uso pelas gestantes deve ser evitado. Pessoas que tomam remédios que estimulam a produção e liberação de serotonina, como os antidepressivos, também devem evitar o consumo, pois essa é uma das propriedades da fruta.

Para os diabéticos que fazem uso de insulina também é preciso muito cuidado, pois a fruta pode baixar os níveis de açúcar no sangue, provocando hipoglicemia.

Cuidados

Os estudos sobre as propriedades dessa planta são recentes, portanto é preciso ter cuidado no consumo. Evite ingerir qualquer substância sem consultar um especialista da área de saúde para avaliar o seu caso, pois, além de decidir se será válido ou não tomar, ele também determinará a dosagem ideal.

Se seu objetivo é perder peso, lembre-se que nenhuma substância faz milagre. A ingestão de qualquer medicamento deve ser acompanhada de hábitos saudáveis, dieta equilibrada e exercícios físicos regulares.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário