Exercícios em Jejum – Emagrece? Quais os Riscos? Entenda!

Fazer exercícios em jejum percebe-se logo de cara um resultado melhor, referente à definição muscular. No entanto, é preciso fazer da maneira certa para que os benefícios compensem os riscos. Confira aqui como fazer e os perigos dessa técnica de emagrecimento e ganho de massa muscular.

Como bem sabemos, a atividade física pode vir a melhorar muito o dia a dia das pessoas, não apenas na esfera estética, deixando o corpo mais bonito, mas, também, no que se refere à saúde e ao bem-estar de modo geral.

Exercícios físicos constantes podem contribuir para regularização do ciclo do sono, controle do apetite, prevenção de uma série de doenças crônicas, regularização de hormônios importantes referentes à satisfação, felicidade, crescimento, entre outros mais, além de aumentar o próprio bem-estar do indivíduo ao longo do tempo – afinal, inconscientemente, nosso corpo e cérebro são condicionados a incorporar novas rotinas.

Mas, como tornar essa rotina ainda mais proveitosaou otimizar esse processo de uma forma segura?

Uma opção a ser explorada é a de fazer atividades físicas em jejum, que faz com que os exercícios aeróbicos de menor intensidade passem a potencializar o efeito desse tipo de prática. No entanto, há quem diga que o que na verdade ocorre é uma desidratação mais intensa do corpo e uma perca de massa magra, caso a pessoa não esteja devidamente preparada para realizar esta atividade.

exercícios em jejum

Benefícios da prática de exercícios em Jejum

Ao realizar atividades em jejum, percebe-se logo de cara um resultado melhor, referente à definição muscular – já que a primeira reserva utilizada para esse tipo de atividade está localizada na região subcutânea da pele onde, normalmente,concentram-se as gordurinhas. Dessa forma, os músculos ficam mais a mostra, mesmo que não cresçam.

O corpo pode acostumar-se com esse tipo de atividade, fazendo com que ele fique condicionado à queima de gorduras, potencializando, assim, o efeito das atividades. Existem várias práticas que estimulam mais tempo sem comer como um método de emagrecimento, é o caso do jejum intermitente , por exemplo. Veja aqui como fazer a técnica. 

Hipersensibilidade à insulina pode ser desenvolvida, fazendo com que o corpo “aprenda” a utilizar baixas concentrações que estão presentes no sangue. Prestar atenção nos níveis de insulina no sangue pode ajudar a monitorar esse tipo de “habilidade” que o corpo desenvolve.

jejum e atividade fisica

Contras de praticar exercício em jejum

Um dos principais adendos quando essa prática é que o sangue pode ficar com um PH mais ácido, provocando odores desagradáveis tanto no suor quanto no hálito do praticante. Outros problemas que podem ocorrer é a queda de pressão e a hipoglicemia. Confira aqui o que pode acontecer se você praticar exercícios de estomago vazio. 

Em contrapartida, o metabolismo pode desacelerar para poupar energia, o que pode, a longo prazo, culminar em uma dificuldade em alcançar os seus objetivos.

Também, desmaios e lesões podem ocorrer, caso o praticante não saiba dosar o seu treino diário.

Quais são as indicações?

É importante ressaltar que qualquer atividade física regular deve ser acompanhada por um profissional responsável e dietas combinadas também necessitam do mesmo tipo de acompanhamento. Buscar ajuda profissional é o primeiro passo.

Além disso, antes de fazer qualquer atividade em jejum, deve-se ter um preparo inicial, que inicia já na noite anterior, com o consumo de carboidratos necessários para a sua demanda energética. O consumo de aminoácidos, para que não haja a catálise dos músculos,também é importante, visto que o corpo necessita de alguma reserva de energia pela manhã, para aguentar a carga que lhe será imposta.

Pessoas sem experiência no ramo ou sem acompanhamento profissional não devem optar por esse tipo de treinamento. Já as demais podem usufruir desse tipo de trabalho, porém é preciso ter parcimônia, tanto na duração quanto na periodicidade das atividades.

como fazer jejum durante treino

Como fazer

É importante atentar-se ao percentual de gordura do seu organismo, pois com esse tipo de atividade, sem um preparo prévio, seu corpo pode acabar perdendo massa magra, levando a resultados “mascarados” pela balança.

Indica-se que o período de jejum deve ser regrado de duas formas essenciais:

  • Pela manhã: o indivíduo deve alimentar-se bem na noite anterior, com uma dieta que tenha uma sobra de carboidratos consumidos. Também,é bom combinar a alimentação com aminoácidos.
  • Durante o dia: a dieta permanece a mesma, mas vale ressaltar que a última refeição deve ser feita em um período de, no máximo, 6 horas antes da atividade aeróbica ser realizada.

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário