Estrias – Causas, Tipos, Como evitar, e Dicas de Tratamento

As estrias, aparentemente, lembram bastante cicatrizes. Elas podem aparecer nas cores vermelhas ou brancas, sendo um problema comum, principalmente, na adolescência, quando se passa pela fase de crescimento. Veja como as estrias surgem, o que são e como tratá-las.

Lembre-se, também, que a melhor maneira é evitar o problema do que remediar a situação. Tire todas as suas dúvidas sobre as estrias, um problema tão comum de pele, mas que acaba incomodando tanta gente.

estrias-o-que-sao

O que são as estrias?

São marcas que ocorrem quando há o estiramento de pele. Acontece quando alguma região do corpo aumenta de tamanho rapidamente e o corpo não consegue acompanhar esse crescimento exagerado, rompendo suas fibras.

Na maioria das vezes a estria é apenas um problema estético e que não causam maiores desconfortos, a não ser visualmente. Porém, em alguns casos, elas podem coçar e, até mesmo, arder.  Assim, deixa de atrapalhar apenas visualmente e interfere diretamente no conforto do paciente. O local onde ela surge costuma ficar flácido, dando uma aparência “mole” e “frouxa”.

Seu tamanho pode variar muito, aparecendo pequenos riscos com vários centímetros. Normalmente, elas aparecem agrupadas umas do lado das outras, sendo paralelas. É mais comum surgir quando há o aumento de peso rápido ou durante a fase de crescimento. Outro momento em que elas aparecem é durante a gravidez, ou quando se coloca próteses de silicone.

Tipos de Estrias

As estrias são divididas entre vermelhas e brancas. As estrias vermelhas são mais recentes e fáceis de serem tratadas. Elas podem aparecer em um tom rosado ou, até mesmo, arroxeado e vão perdendo a cor com o passar do tempo, tornando-se brancas.

As estrias recentes, ou seja, as avermelhadas, costumam coçar um pouco, pois, além da aparência, existe um processo inflamatório na região. Porém, são mais fáceis de serem tratadas com sucesso, podendo desaparecer quase que completamente.

As brancas já se recuperaram do processo e não incomodam, porém, por serem mais antigas, também são mais difíceis de apresentar melhora. A pele da região já sofreu a atrofia das células elásticas e de colágeno. Apesar de serem chamadas de estrias brancas, podem apresentar tons mais escuros em peles morenas e negras.

Elas surgem pois o processo de inflamação faz com que a pele crie um colágeno espesso e destrói a melanina, que é responsável pela coloração da pele. Assim aparecem as marcas semelhantes à cicatrizes.

Causas das Estrias

Cientificamente falando, as estrias surgem pela destruição das fibras elásticas e colágenas da pele. Isso é causado pelo estiramento maior da pele do que ela pode aguentar. É similar a esticar um tecido até que seus fios rasguem-se. Há então a diminuição da espessura da derme e da epiderme, camadas que formam a pele, e então as estrias surgem.

Ocorrem, normalmente, quando existe o crescimento da massa do corpo de maneira muito rápida e a pele não consegue acompanhar esse crescimento. Alguns exemplos são:

Adolescência

A criança passa a crescer rapidamente para se tornar um adulto. É comum que meninos e meninas aumentem de tamanho de uma hora para a outra, então surgem as estrias. Elas podem ocorrem, até mesmo, nas costas.

Gravidez

Na gestação, a mulher começa a ganhar bastante barriga para portar o futuro membro da família. Se ela descuidar ou tratamento-para-estriasestiver propensa a adquirir, várias estrias podem surgir, nesse período, e é um caso bastante comum para as mulheres, deixando marcas, principalmente, na barriga e, até mesmo, nos seios.

Aumento de Peso

Algumas pessoas engordam de uma hora para outra ou vivem passando pelo efeito sanfona, ficando em um ciclo vicioso de emagrecer e engordar. Ao ganhar peso rapidamente, o corpo fica com uma massa maior e a pele não suporta a gordura acumulada, acabando por romper as fibras. O mesmo pode acontecer com o aumento de músculos pelos exercícios físicos.

Próteses de Silicone

É possível ir aumentando a prótese gradualmente, para, assim, evitar o surgimento de estrias, mas, para não enfrentar várias cirurgias, as pessoas acabam optando por colocar vários ML de silicone de uma só vez. Seja nos seios ou nas nádegas, esse aumento rápido faz com que a pele fique fragilizada e com estrias.

Como Evitar as Estrias

O que mais contribui para que elas não surjam é o fator genético. Mas, outras questões podem influenciar. Aqui estão algumas dicas do que você pode fazer para manter essas marcas longe:

  • Manter-se hidratado e beber bastante água, assim você garante uma pele mais bonita e lisa. Além do mais, a água ajuda a eliminar toxinas e faz bem para todo o corpo;
  • Praticar exercícios físicos regularmente. Eles trabalham o corpo todo, deixando-o mais firme e, por sua vez, acaba evitando a flacidez e o aumento de peso;
  • Use cremes e loções para evitar a desidratação da pele, pois este é um fator que também pode causar estrias;
  • Tenha uma alimentação balanceada. Evite o excesso de gorduras e doces e dê preferência aos alimentos nutritivos.

Tratamentos

Os tratamentos para estrias podem não ser tão eficazes. Isso porque as marcas são como cicatrizes e alteram a estrutura da pele. É recomendado tratar as estrias enquanto ainda são vermelhas e recentes. Quando se tornam brancas, os resultados podem não ser tão eficazes. As maneiras mais comuns de tratá-las são intervenções que estimulam a formação de colágeno, como:

  • Aplicação de ácidos na região;
  • Peelings físicos ou químicos;
  • Subincisão;
  • Microdermoabrasão;estrias-causas
  • Utilização de laser e infra-vermelho;
  • Outros mecanismos.

Elas podem indicar doenças endocrinológicas, por isso é importante sempre consultar um médico. Um dermatologista pode auxiliar no problema e prescrever o melhor tratamento para cada caso.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Um Comentário

  1. Daniele Costa da Silva

Deixe um Comentário