Espinheira Santa – O que é? Benefícios e Como usar

Originária da América do Sul, estando muito presente na parte sul do Brasil, a espinheira santa é uma planta muito popular e extremamente conhecida por seus benefícios à saúde.

Utilizada há muito tempo pelos próprios povos nativos dessa região, a espinheira santa ganha esse nome justamente pela aparência de espinhos que suas folhas têm. Além disso, por ser um “santo remédio”, o nome caiu relativamente bem para essa planta.

Conheça mais sobre a espinheira santa, para que ela serve, quais são seus benefícios e como fazer uso!

espinheira santa

O que é espinheira santa? Veja suas propriedades!

Se você não conhece essa planta pelo nome, pode ser que, na sua região, ela tenha outra nomenclatura, como: cancrosa, cancerosa, cominho-do-campo ou espinho-de-deus.

A espinheira santa é uma árvore de pequeno porte (também considerada um arbusto grande), que cresce até no máximo 5 metros de altura. É caracterizada por sua copa arredondada e densa, com folhas coriáceas e brilhantes e margens providas de espinhos não rígidos. A planta ainda pode dar flores pequenas de cor amarelada. Já os frutos são vermelhos com 1 a 2 sementes cada um.

A espinheira santa conta com uma composição bem curiosa, que demonstra sua facilidade em tratar vários problemas de saúde. De acordo com estudos fitoquímicos, a espinheira santa tem, em suas folhas, a presença de flavonoides e taninos.

Confira, abaixo, os constituintes químicos dessa planta:

  • Acetato de geranila;
  • Ácido láurico;
  • Alcaloides;
  • Esqualeno;
  • Estigmasterol;
  • Fitol;
  • Flavonoides;
  • Sais minerais;
  • Taninos;
  • Vitamina E.

Além disso, existem os triterpenos nas folhas e nas raízes. Dessa forma, é possível afirmar que a espinheira santa tem propriedades antiulcerogênicas, antiespasmódicas, antiácidas, curativas, antimicrobianas, antioxidantes, anti-inflamatórias e cicatrizantes como principais.

Quais os benefícios da espinheira santa?

A espinheira santa é bastante conhecida por sua utilidade no combate às dores de estômago, além de alívio de problemas de úlcera, azia e queimação. Mas, não é só isso. A planta também pode colaborar na perda e no controle do peso e em todos os benefícios que serão listados, abaixo:

  • Ajuda na retenção de líquido, por ser uma planta diurética;
  • Alivia as dores de estômago no geral;
  • Alivia os gases intestinais;
  • Combate a má digestão;
  • Combate o mau hálito que é causado pelos distúrbios estomacais;
  • Diminui a secreção do ácido clorídrico pelas células do estômago, atenuando a gastrite;
  • Facilita a cicatrização de lesões;
  • Melhora as inflamações do intestino;
  • Melhora o trânsito intestinal;
  • Previne o câncer de pele, além de reduzir o risco de câncer de ovário e linfomas;
  • Tem capacidade de cicatrizar as lesões ulcerosas no estômago, pois consegue controlar a produção de ácido clorídrico no órgão.

espinheira santa benefícios

A espinheira santa também pode ser útil em casos de refluxo. Não esquecendo que, para emagrecimento, a espinheira santa é ótima, por conta do efeito laxativo, diurético e digestivo. Caso a digestão da pessoa esteja adequada, o corpo irá digerir realmente o que precisa e eliminará o que não for necessário.

Para que essa planta auxilie nesse ponto, é preciso que você tenha uma alimentação balanceada e adote exercícios físicos em seu dia a dia.

É claro que mesmo com todas as propriedades e vantagens de uso, é muito importante que você procure um médico, a fim de que ele mesmo avalie a inclusão da espinheira santa como uma forma de tratamento alternativo, ok?

Existem certas contraindicações do uso de espinheira santa, que devem ser mencionadas:

  • Mulheres que estejam em tratamento para fertilidade;
  • Mulheres que estão tentando engravidar;
  • Lactantes;
  • Crianças em geral.

A espinheira santa foi alvo de estudos, verificando-se que ela possui um efeito abortivo, assim como a capacidade de diminuir a quantidade de leite. Por isso, essas orientações devem ficar claras para as mulheres.

Como usar a espinheira santa?

Se você está curioso(a) para saber como se usa a espinheira santa, para ter todos esses benefícios, anime-se! Você pode encontrar três formas básicas: sachês para chá, folhas desidratadas e cápsulas.

O chá é o método mais popular. Você pode prepará-lo por infusão (adicionar as folhas em água fervendo) ou por decocção (adicionar as cascas ou raízes em água fervendo). O chá feito a partir das folhas também pode ser aplicado, em forma de compressa, em lesões da pele e machucados em geral.

Lembrando que essa bebida pode ser consumida por apenas 3 vezes ao dia. Escolha entre um dos componentes da espinheira santa para servir como preparo do chá (não misture folhas, cascas e raízes, está bem?).

Já as cápsulas, é possível encontra-las em farmácias de manipulação: o extrato da espinheira santa é recomendado quando o chá não é muito bem-vindo. A dose é de 2 cápsulas, 3 vezes ao dia.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Estrela2  Estrelas3  Estrelas4  Estrelas5  Estrelas (Ainda sem avaliações)
Loading...

Quem Leu Este Artigo também costuma ler:

Deixe um Comentário