Espinheira-santa: benefícios, como consumir e cuidados

O nome nos remete a algo indígena, originado das Américas. E realmente é essa a origem da Espinheira-santa: o cone sul da América. Povos primitivos de países como Brasil, Argentina e Uruguai já se aproveitavam dos benefícios dessa planta. Aqui, vamos te apresentar o que reserva a espinheira-santa.

Essa planta, também é conhecida como “Mata-olho” e Sombra-de-touro”, possui, em suas folhas, alta concentração de suas propriedades. Seu chá é bastantes difundido, mas existem outras formas de utilizar a planta, que veremos mais à frente.

Qual a função da espinheira-santa?

Espinheira-santa: benefícios, como consumir e cuidados.

A espinheira-santa é composta por nutrientes com propriedades que têm funções adstringente, cicatrizante, anti-helmíntica, anti-infecciosa, analgésica, anti-ulcerogênica. Uma das qualidades mais aproveitadas é no tratamento de úlceras e gastrites. Vamos ver quando a planta é utilizada.

Espinheira-santa e seus benefícios

O vegetal tem muitas propriedades, o que lhe faz útil no tratamento de muitos males, além de outras atribuições que proporcionam o bem-estar. Seus principais benefícios são:

  1. Prevenção e combate ao câncer: muitas substâncias presentes na espinheira-santa são aproveitadas por mulheres que sofrem com carcinoma no aparelho reprodutor. A planta tem alcaloides que, em muitos casos, conseguem fazer regredir tumores. Porém, seu consumo precisa ser liberado pelo oncologista responsável pelo tratamento do paciente;
  2. Tratamento de problemas estomacais: a espinheira-santa reduz o ataque dos ácidos que possibilitam o surgimento de gastrites e úlceras. Ainda é utilizado para tratar: azia, refluxo, mau hálito. Além disso, inibe o acúmulo de gases e ajuda aqueles que constantemente têm problemas com digestão de alimentos;
  3. Auxilia no tratamento da pele: feridas, queimaduras e outras afecções cutâneas podem ser tratadas com a ajuda da espinheira-santa. A planta tem em sua composição taninos, que são ácidos que detém características cicatrizantes;
  4. Alivia sintomas de retenção de líquido: a espinheira-santa é diurética, por isto ajuda pessoas que sofrem com retenção de líquido. São os triterpenos que fazem parte da planta, os responsáveis por essa ação.

Quais são as contraindicações do uso da espinheira-santa?

Essa planta não é recomendada aos seguintes grupos:

  • Gestantes (a planta tem propriedades abortivas);
  • Mulheres que realizam tratamentos para engravidar, pois o vegetal é anticonceptivo;
  • Lactantes (a espinheira-santa reduz a produção do leite materno);
  • Para crianças também não indicada o consumo da planta.

Existem outros efeitos que a espinheira-santa causa ao ser consumida. É comum as pessoas sentirem náuseas, gosto ruim na boca, dor de cabeça, sonolência e alguns tremores. Mas, tais riscos só acontecem com o excesso do consumo. Pessoas que seguem todas as recomendações não sentem esses efeitos.

Como consumir a espinheira-santa?

Espinheira-santa: benefícios, como consumir e cuidados.

As propriedades da espinheiras-santa são aproveitadas em chás, cápsulas suplementares e compressas. Vejamos como fazer:

1- Chá: para realizar a infusão, separe 1 colher de chá de folhas secas da planta. Numa panela, ferva 1 xícara de água. Quando atingir fervura, desligue o fogo e coloque a porção das folhas.

A mistura deve permanecer tampadas por 10 minutos. Coe e tome morno, antes das refeições ou em jejum. Pode ser tomado até 3 vezes por dia;

 2- Suplemento: no mercado encontrará embalagens de 380mg a 500mg. As cápsulas também devem ser tomadas antes das refeições e 2 vezes ao dia;

3- Compressas: é a forma mais eficaz para tratar os problemas de pele. Ferva as folhas e, com um pano limpo, aplique na área afetada. Não existe um limite, mas é interessante que se faça ao final do dia.

Como comprar espinheira-santa?

A planta a granel pode ser comprada facilmente em mercados públicos, em casas de grãos ou em produtos naturais. Você encontrará saches e cápsulas comercializados em sites de farmácias ou em lojas de produtos naturais on-line.

Sempre recomenda-se comprar produtos de fabricantes com certificação da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), ou outros órgãos que fiscalizem a comercialização desse tipo de produto. É importante comprar a espinheira-santa de revendedores confiáveis, para que você não tenha sustos com a integridade da embalagem, ou com receber produtos fora da validade.

Utilize os benefícios da espinheira-santa sempre sem cometer excessos. Como apresentamos, ela pode ter efeitos pouco agradáveis, se em excesso. Reforçamos a necessidade de procurar um médico, caso alguns dos sintomas estejam acentuados. Somente uma avaliação mais profunda poder apontar o seu real problema!


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário