Espinafre: para que serve, quais seus benefícios e propriedades

As folhas verdes escuras do espinafre são bastante conhecidas em todo o mundo, especialmente porque o desenho do “Marinheiro Popeye” evidenciava a força que essa hortaliça proporcionava após a ingestão.

De fato, o espinafre possui muitos nutrientes e altos níveis de clorofila e fitoquímicos, que conferem inúmeros benefícios para a saúde. Essa erva rasteira tem origem no centro e sudoeste da Ásia, mas, na época, era muito utilizada para fazer cataplasmas, com o objetivo de combater dores no estomago e no fígado.

O espinafre começou a ser valorizado como alimento quando ele foi levado para a Europa, mais propriamente dito, para a Itália, quando uma nobre adotou as folhas como hábito de consumo.

Para que serve o espinafre?

Espinafre: para que serve, quais seus benefícios e propriedades

Atualmente, o espinafre é muito utilizado na culinária, inclusive em receitas para o emagrecimento e a manutenção da boa saúde.

As folhas podem ser consumidas refogadas, em omeletes ou ovos mexidos, recheios de tortas, bolinhos, gratinados, sopas, sucos, entre outros preparos muito saborosos.

Além de ser usado na culinária, o espinafre também serve para fazer chás, para fortalecer a imunidade, combater a anemia e beneficiar a pele e a atividade cerebral. Estudiosos da medicina natural apontam que as folhas verdes escuras possuem clorofila e betacaroteno, importantes para prevenir o câncer e manter a saúde dos olhos.

O principal nutriente que se destaca no espinafre, certamente, é o ferro, que serve para dar saúde às células vermelhas do sangue, ajudando na oxigenação do corpo e na produção de energia.

Quais os benefícios do espinafre?

A saúde agradece o consumo de folhas verdes diariamente, já que os benefícios do espinafre para o organismo formam uma lista bastante extensa e podem livrar uma pessoa de uma série de doenças, ajudando, também, no processo de emagrecimento.

Entre os principais benefícios do espinafre estão:

  • Previne a anemia;
  • Alivia dores musculares;
  • Favorece o crescimento dos cabelos e previne a queda dos fios;
  • Promove a manutenção do colágeno, favorecendo pele e cabelo mais bonitos;
  • Controla o diabetes;
  • Previne problemas respiratórios;
  • Melhora o trânsito intestinal;
  • Reduz a pressão arterial;
  • Previne o envelhecimento precoce da pele;
  • Mantém a saúde dos olhos;
  • Previne o câncer;
  • Melhora a imunidade.

Propriedades do espinafre

Espinafre: para que serve, quais seus benefícios e propriedades

As propriedades do espinafre são o grande destaque da hortaliça. Ela é rica em proteínas, fibras, vitaminas e minerais importantes para o desenvolvimento da boa saúde e, também, combate de doenças.

Por ser rico em fibras, o espinafre ajuda na digestão e no aumento do trânsito intestinal, prevenindo prisão de ventre e melhorando, de forma significativa, o açúcar no sangue.

As propriedades anti-inflamatórias do espinafre evitam inflamações no organismo, que podem ser causadoras de inúmeras doenças,inclusive o câncer.

As informações nutricionais para cada 100 gramas de espinafre são:

  • Calorias: 16 kcal;
  • Carboidratos: 2,6 gramas;
  • Proteínas: 2 gramas;
  • Fibras: 2,1 gramas;
  • Vitamina B1: 0,1 mg;
  • Vitamina B2: 0,2 mg;
  • Vitamina C: 2,4 mg;
  • Fósforo: 25 mg;
  • Cálcio: 97 mg;
  • Magnésio: 81 mg;
  • Manganês: 0,7 mg;
  • Potássio: 336 mg;
  • Ferro: 0,4 mg;
  • Zinco: 0,3 mg;
  • Cobre: 0,1 mg;
  • Sódio: 17 mg.

Apesar dos grandes benefícios do espinafre, a hortaliça é rica em ácido oxálico, que pode interferir na absorção de nutrientes como o cálcio e ferro, no entanto, isso acontece somente no consumo de grandes concentrações.

Para evitar a toxidade do ácido oxálico, é importante refogar o espinafre ou cozinhá-lo no vapor, dessa forma, o oxalato não é metabolizado pelo organismo, e sim dispensado na urina. Outra dica é consumir o espinafre junto com algum alimento fonte de vitamina C (laranja por exemplo), assim a vitamina irá auxiliar na absorção do ferro.

É importante salientar que pessoas que possuem tendência a pedras no rins não devem usar de forma exagerada hortaliças ricas em ácido oxálico, pois essa substância pode aumentar o risco de formação de cálculos.

Outros alimentos ricos em ácido oxálico são: acelga, couve, brócolis, beterraba, noz, cacau e tomate.

Folhas verdes escuras, como o espinafre, são ricas em nutrientes essenciais para o nosso organismo, por isso, elas devem ser inseridas em nossa rotina alimentar, seja em forma de saladas, refogadas ou sucos, mas dê preferência em não prepará-las cruas, para reduzir as chances de malefícios causados pelo oxalato.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Um Comentário

  1. Paulo Cezar

Deixe um Comentário