Dor nas pernas – O que é? Causa, Diagnóstico e Tratamento

Você sabe o que é a dor nas pernas? Sabia que ela pode ter várias causas, cada uma com tratamento específico? Descubra tudo, aqui no Quero Viver Bem!

Mais de 60% da população mundial já se queixou um dia de dor nas pernas. O fato é que ela pode ter inúmeras causas, desde as simples, como um cansaço, até as mais complexas, como uma isquemia.

Pessoas que trabalham muito tempo em uma posição são candidatas a desenvolverem problemas de circulação na região, que pode levar ao inchaço e cansaço extremo, que vai aumentado ao longo do dia.

No entanto, maus hábitos, como a falta de atividade física, má postura e ausência de intervalos durante horas sentadas ou em pé, podem aumentar as dores e levar o indivíduo a ter outros problemas mais sérios.

dores nas pernas

Principais causas da dor nas pernas

Não importa se é passageira ou intermitente, a dor nessa região é muito incomoda e irritante. As pernas têm diversas estruturas que podem doer, são elas: ossos, nervos, vasos sanguíneos, músculos e articulações.

Além disso, a origem da dor pode vir de outros locais, como da hérnia lombar, do nervo ciático e da coluna.

Confira, aqui no Quero Viver Bem, os possíveis motivos das dores nas pernas.

Problemas na coluna

Geralmente, as pernas também sofrem com a existência de alguma alteração na coluna, em que o indivíduo pode sentir fortes dores no fundo das costas, atrás da coxa, nos glúteos e formigamento e fraqueza nas pernas.

Algumas pessoas se queixam que a dor em ambas as pernas piora quando estão caminhando, nesse caso, pode ser um indício de inflamação no nervo ciático ou na hérnia de disco.

Circulação arterial deficiente

Problema caracterizado pela ausência de sangue para irrigar os tecidos. Nesse caso, os sintomas estão dor na pernamais presentes durante as caminhadas e demais atividades físicas. Além da dor, uma sensação de câimbra intermitente acomete a região.

Em alguns casos, a dor é tão forte que a pessoa precisa fazer uma pausa para descansar. A sensação desaparece completamente quando o corpo está em repouso.

Nesse caso, não é indicado deixar as pernas elevadas, pois a dificuldade do sangue é justamente chegar nos pés – essa ação pode dificultar ainda mais o processo.

Má circulação

Esse é um problema diferente do caso acima, sendo também um dos mais comuns entre a população. Nessa situação, alguma veia pode estar comprometida, por causa de varizes, obesidade ou trombose.

Pessoas que passam muito tempo em pé ou sentadas também podem apresentar dor, sensação de cansaço, inchaço e outros sintomas.

O sangue não circula pelo corpo todo e pode comprometer o retorno do sangue ao coração.

Nesse caso, a elevação das pernas pode ajudar a reduzir os sintomas.

Problemas musculares

Atividades físicas e esforços repentinos podem causar a dor nas pernas, especialmente se o indivíduo não usar calçados adequados. No geral, essas são condições temporárias, que melhoram com o descanso e a elevação das pernas. Ou seja, não indicam nenhum problema grave de saúde.

[CONFIRA TAMBÉM: PRINCIPAIS ERROS COMETIDOS NO TREINO DE PERNA]

Outras causas

Diabetes, fibromialgia, artrite, artrose, problemas ortopédicos, gravidez, obesidade, questões ósseas e isquemia podem causar dores nas pernas.

Tratamento para dor nas pernas

dor na perna tratamentos

Antes de mais nada, é preciso enfatizar que a dor nessa região é um sintoma que pode caracterizar diversas doenças, portanto, cada uma delas tem uma forma de tratamento diferente.

Para identificar a causa, é importante procurar um médico especialista, que pode ser o Vascular ou o Angiologista. Os primeiros procedimentos incluem uma avaliação clínica, na qual o profissional olhará a região, bem como fará perguntas sobre os sintomas associados.

Posteriormente, ele pedirá exames de sangue e imagem para investigação. Somente depois de saber o real problema do paciente é que medicamentos podem ser inseridos. Não existem remédios específicos para dor nas pernas, mas sim para tratar as causas.

No geral, algumas recomendações médicas podem aliviar as dores na região, independente da causa:

  • Mantenha uma vida saudável, com alimentação equilibrada;
  • Faça 150 minutos de atividade física moderada por semana, como caminhada e aeróbico;
  • Não fume;
  • Controle o colesterol e triglicerídeos;
  • Controle rigorosamente a pressão alta e a diabetes;
  • Use, se necessário, meias elásticas;
  • Mantenha o peso ideal;

Assim que o problema causador das dores for diagnosticado, é essencial que o paciente siga as recomendações médicas com relação ao tratamento.

[CONFIRA TAMBÉM: DOR NA PANTURRILHA – O QUE É?]


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário