Dieta para perder barriga rápido: Cardápio completo, o que pode e o que não pode

Uma dieta para perder barriga deve ser feita de forma intensa por pelo um mês para que se tenha um ritmo alterado, mostrando para o corpo que ele precisa se adaptar a uma nova rotina. Além do processo de reeducação alimentar e exclusão de alguns alimentos do cardápio, será preciso muito foco e força de vontade para evitar que os deslizes interrompam o progresso.

De acordo com os nutricionistas é possível perder barriga rápido só com uma dieta efetiva. No entanto, quanto mais instantâneos quiser os resultados mais drásticas serão as mudanças, e mais difícil será mantê-las. O mais recomendado é adotar um regime de médio prazo, que consiga ser aos poucos adaptados para uma rotina permanente de alimentação saudável e barriga pré chapada.

O problema de basear a sua perda de peso em dietas passageiras é que o resultado não será para sempre, visto que o próprio nome das dietas já diz: passageira. O mais importante é realizar uma reeducação alimentar por completo, somente assim você irá redefinir o seu corpo por completo e para sempre.

Como perder barriga rápido

As dietas mais recomendadas para perder a barriga são aquelas que substituem o alto consumo de carboidratos por consumo de fibras, como propõem a dieta low carb ou a dieta das proteínas. O segredo é perder mais calorias do que ingere.

Os exercícios na região do abdômen também são importantes para garantir melhores resultados, sobretudo para tonificar os músculos da região abdominal e fazer com que não haja acúmulo de pele flácida na região. São indicados aqueles que forcem a região o máximo possível, como é o caso das abdominais.

Abaixo você confere o cardápio mais indicado para perder barriga rápido, quais são os alimentos permitidos e os não permitidos.

Dieta para perder barriga

Cardápio para perder barriga rápido

Há várias promessas em vários locais de perder uma determinada quantidade de quilos em uma semana, um mês, dois meses. Na voz dos especialistas é difícil determinar ao certo quanto tempo é um período adequado para resultados, já que tudo dependerá de quão fiel será a pessoa à dieta e das especificidades fisiológicas de cada um.

De qualquer forma, acredita-se que dietas rigorosas como a para perder gordura localizada, costuma surtir efeitos em pouco tempo. Sendo uma média de um a dois meses o suficiente para conseguir adequar um novo estilo de vida, diminuindo a restrição pela reeducação alimentar. 

Abaixo segue um modelo de cardápio que pode funcionar. Lembre-se que é somente um exemplo, o certo é fazer uma avaliação nutricional para adaptar este quadro às necessidades calóricas do paciente. Sim, elas podem mudar. Alguém que se exercita com regularidade, por exemplo, precisará de mais calorias do que os sedentários que querem perder peso.

  • Café da manhã: aqui pode ser mais calórico, preferindo o consumo de frutas, um único tipo de carboidrato – de preferência integral (como uma fatia de pão) e se for adicionar derivados do leite preferir as versões desnatadas. Não adicione açúcar nos alimentos, prefira a glicose natural proveniente do próprio carboidrato integral e das frutas.
  • Almoço: não inclua carboidratos como batatas, arroz e macarrão. Nada de massa. Uma carne branca com pouca gordura e bastante salada, de preferência com pelo menos dois tipos de legumes.
  • Lanche da tarde:  para aliviar a ansiedade e diminuir a fome recomenda-se que de tarde se consuma bastante fibras.
  • Jantar: preferir alimentos leves como sopas de legumes com pouco sal e alimentos ricos em fibras para garantir que de noite não haja os famosos assaltos à geladeira.

Ao começar a ter hábitos saudáveis, você pode sentir o seu corpo respondendo a estes estímulos em pouco tempo, ainda mais quando falamos de alimentação regrada.

Na voz dos especialistas

Na voz dos especialistas, como você pode ver na entrevista do programa Bem Estar abaixo percebe-se que quem determina o quanto você come será acumulado em forma de gordura é o metabolismo de cada um.

Os mais rápidos, eliminam as calorias com facilidade sem acumular energia, já para os mais lentos, qualquer pé fora da dieta pode ser o suficiente para engordar alguns quilos.

Para acelerar o metabolismo, recomenda-se utilizar termogênicos naturais e fazer práticas de atividade física que contenham essa função, como é o caso do treinamento HIIT.

Quais os alimentos proibidos

O primeiro passo (de qualquer dieta) é saber quais são os vilões do emagrecimento. Ao cortar os alimentos ruins, você já começa a trabalhar o seu corpo para emagrecer e perder a barriga saliente. Muitos desses alimentos você já deve saber quais são, mas ainda não os cortou do cardápio. Saiba que para ter resultados, evitá-los é fundamental.

Os alimentos proibidos são:

  • Fast food;
  • Refrigerantes e sucos industrializados;
  • Alimentos industrializados – salgadinhos, bolachas e comida congelada pronta;
  • Açúcar refinado;
  • Carboidratos simples como arroz branco, macarrão, pão branco;
  • Frituras;
  • Gorduras saturadas como margarinas, queijos amarelos e bolachas recheadas;
  • Alimentos gordurosos.

Esses alimentos são pobres em nutrientes e ricos em calorias. O que significa que só irão prejudicar a sua dieta e colaborar para o ganho de peso e gordura. Para perder barriga rápido é essencial cortá-los do seu cardápio, afinal, é preciso gastar mais calorias do que você ingere!

Não adianta nada ter hábitos saudáveis durante toda a semana e depois comer tudo o que não foi consumido em apenas o final de semana, isso é péssimo para o seu corpo, que não vai saber ao certo como se comportar diante dos alimentos recebidos.

Quais os alimentos permitidos

Apesar dessa próxima lista conter os alimentos permitidos para quem quer perder barriga rápido, saiba que isso não significa que poderá comer tudo como se não houvesse amanhã. É preciso balancear as refeições e dividi-las ao longo do dia: o ideal é comer pequenas porções a cada 3 horas, assim seu corpo sempre ter energia necessária e não acumula gordura.

Os alimentos liberados são:

  • Carboidratos complexos – integrais;
  • Cereais integrais;
  • Pães integrais;
  • Carnes magras – grelhadas ou assadas;
  • Frutas – como banana e maçã;
  • Verduras;
  • Legumes;
  • Chás – como o verde e de hibisco;
  • Farelo de aveia e chia;
  • Queijo branco;
  • Leite desnatado;
  • Iogurte desnatado;
  • Gorduras boas como óleo de coco, abacate ou óleo de oliva.

Com essa lista você consegue elaborar um cardápio rico em nutrientes e ótimo para ajudar a queimar gordura. Você ainda poderá acrescentar os alimentos termogênicos, que são aqueles que aceleram o metabolismo, aumentando a velocidade com que o organismo queima calorias. São eles o gengibre, limão, pimenta caiena e outros.

Como maximizar os resultados

Se você quer resultados rápidos, é essencial que mantenha o foco. Nada de dia de lixo ou “só um pedacinho não fará mal”. É preciso estar focado nos resultados para alcançá-los, principalmente quando você ainda está no início da dieta.

Definir o abdômen também exige foco, já que o treino precisa ser intenso e pesado para conseguir eliminar toda a gordura localizada e alcançar resultados satisfatórios.

Para maximizar os resultados e começar a ver os resultados rapidamente (cerca de 15 a 20 dias) você pode fazer uso de algumas dicas:

  • Inclua em sua dieta os sucos detox: eles contem ingredientes que ajudam a regular o intestino, eliminando as toxinas e gorduras, além de serem diuréticos, contribuindo para acabar com a retenção de líquidos que causa inchaços. Também possuem termogênicos que aceleram o metabolismo. Você pode tomar um copo de suco todas às manhãs com os seguintes ingredientes: abacaxi, couve, farelo de aveia, limão, gengibre e água ou água de coco;
  • Beber muita água durante o dia também combate a retenção de líquidos. Mas você pode beber também chás, como o chá verde ou o chá de hibisco. Eles são diuréticos e também melhoram o intestino, com eles você irá mais vezes ao banheiro.

Alguns exercícios aeróbicos também funcionam melhor para acelerar o metabolismo e queimar calorias mais rapidamente, como corrida, bicicleta, jump, spinning, natação e outros. Exercícios abdominais são mais indicados para definir o abdômen, por isso muitos personais só indicam esse exercício depois que você elimina um pouco de peso.

Existem alguns exercícios que se destacam na perde de calorias, entre eles:

Esse valor de perda é estimado em apenas 1 hora de prática dos exercícios citados acima.

Entenda a gordura localizada

E a pergunta que não quer calar: por que acontece acúmulo de gordura no abdômen? Qual o motivo da gordura localizada?

Primeiramente, saiba que os motivos e os locais da gordura localizada podem variar de um organismo para o outro. E uma das principais causas da gordura localizada é a predisposição genética. Ou seja, se seus familiares próximos sofrem com o problema, fique atenta que você também poderá lutar para perder a barriguinha no futuro.

A idade também é um fator que pode influenciar no acúmulo da gordura, por isso é importante que você comece a se cuidar e manter uma boa alimentação desde cedo.

Referências:

http://www.scielo.br/pdf/abem/v53n5/20.pdf


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Estrela2  Estrelas3  Estrelas4  Estrelas5  Estrelas (5 votos, média: 4,60 fora de 5)
Loading...

Quem Leu Este Artigo também costuma ler:

Um Comentário

  1. jorge macedo dos reis

Deixe um Comentário