Dermatite Atópica – O que é? Pomadas, Remédios e Tratamento

Também chamada de Eczema atópica, a dermatite atópica é uma patologia crônica, responsável por causar diversas inflamações na pele, que resultam em lesões de cor avermelhada e com crostas. Normalmente, coçam, descamam e podem ficar úmidas.

O termo atopia quer dizer que existe uma predisposição da genética por trás de uma sensibilidade do organismo a certos alérgenos do ambiente, como poeira, ácaros, baratas, etc. Essa doença crônica se desenvolve, na maioria das vezes, durante a infância. Estima-se que há mais de 2 milhões de casos por ano no Brasil, que causa muita coceira.

O diagnóstico da dermatite atópica é feito, normalmente, pela própria pessoa, ou por meio de análise visual do médico, sendo que não requer exames laboratoriais, tampouco de imagens.

Os sintomas da dermatite atópica são erupções, fissuras, secura, inchaço, vermelhidão e descascamento da pele, além de coceira demasiada. Mas, de todas essas características, a principal acaba sendo a pele seca, a ponto de levar a lesões.

Quando desenvolvida na infância, costumam se apresentar no rosto, nos braços e nas pernas (superfícies externas) de bebês. Já nas crianças mais velhas e também nos adultos, as lesões surgem nas dobras do corpo, por exemplo, dobras dos braços, do pescoço e dos joelhos.

Em casos mais graves da doença, as erupções e fissuras costumam surgir em grande parte do corpo.

dermatite atópica como tratar

Dermatite Atópica – Tratamamento

Infelizmente, não há cura para a dermatite atópica, mas há casos em que a doença desapareceu com a idade. Entretanto, há diversos tratamentos capazes de controlar os sintomas da doença. O primeiro passo é identificar o que causa os picos de reações alérgicas e evitá-lo. Esses causadores podem ser alimentos, temperaturas muito quentes ou muito frias, certos tecidos de roupas, banho de mar ou de piscina, etc.

Os fatores emocionais também acabam agravando as lesões, por isso é importante evitar fortes emoções, como estresse ou ansiedade. Se você sofre dessas doenças, também deve procurar meios para acabar com ambas.

O médico responsável por tratar a dermatite atópica é o Dermatologista. Ele é o responsável por administrar o tratamento, que pode durar alguns meses e variar de acordo com a gravidade.

O tratamento inicial consiste na limpeza e hidratação das áreas afetadas na pele, de forma a deixá-la mais saudável. São feitos banhos diariamente com água morna, além da aplicação, duas vezes por dia, de cremes emolientes (cremes pobres em água), sendo os principais Eucerin, Cetaphil e Mustela.

Além deles, outras formas de tratamento para dermatite atópica são:

  • Uso de cremes corticoides;
  • Remédios para alergia;
  • Cremes para reparação da pele;

Os cremes corticoides são Dexametasona e Betametasona, que ajudam a reduzir coceira, vermelhidão e inchaço, característicos da dermatite atópica, devendo serem usados em combinação com cremes hidratantes.

Já os cremes para reparação da pele, os principais são Pimecrolimus e Tacrolimus, responsáveis por auxiliar no aumento das defesas, de forma a manter o aspecto normal, prevenindo as coceiras.

A Difenidramina e a Triprolidina são remédios para alergia, responsáveis por aliviar todos os sintomas da dermatite atópica, além de ajudarem o paciente a adormecer durante os picos da doença, pois causam muita sonolência.

Por fim, o polêmico tratamento para dermatite atópica é a fototerapia. Esse tratamento só é utilizado em casos graves da doença, em que não é possível controlar os sintomas com nenhum dos medicamentos anteriores.

A fototerapia é feita pela exposição da pele a raios ultravioletas. Estes raios, por sua vez, reduzem o inchaço e vermelhidão da pele. Entretanto, possui um custo muito elevado, aumenta o risco de câncer de pele, além de provocar o envelhecimento precoce, sendo realmente usado somente em último caso.

remédios para dermatite atópica

Outras informações importantes sobre a dermatite atópica

  • Apesar de estudos demonstrarem que esse é uma doença crônica genética, a dermatite atópica não é contagiosa, ou seja, não pode ser transmitida pelo contato;
  • Evite tomar banho com água quente, pois resseca ainda mais a pele;
  • Para saber qual tratamento é mais indicado para o seu caso, é preciso consultar um médico, pois somente ele é capaz de analisar cada caso e prescrever o medicamento e as dosagens corretas;
  • Quando desenvolvido em bebês ou crianças, o médico responsável é o pediatra.

A dermatite atópica é uma doença comum, não contagiosa, mas que causa muitos problemas psicológicos e de não aceitação nos indivíduos que sofrem com essa patologia.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe um Comentário