Couve-manteiga – Benefícios, Tabela Nutricional, Consumo e Contraindicações

Você sabe quais os benefícios de comer couve-manteiga? Confira, aqui no Quero Viver Bem, todas as informações completas sobre o assunto!

A couve é uma planta da família das crucíferas, tais como couve-flor, couve-de-bruxelas, repolho e brócolis. Também é conhecida como couve-galega.

Originária da Europa, essa folha é uma ótima pedida para o seu dia a dia, podendo ser utilizada em sopas, caldos e saladas, contribuindo para uma alimentação mais saudável.

Quer conferir mais a respeito dos benefícios desse vegetal? Veja, só aqui no Quero Viver Bem, benefícios, indicações e contraindicações e como consumir!

Benefícios da couve-manteiga

Couve-manteiga

A couve-manteiga é rica em fibras, minerais, ferro e vitaminas A, B, C e K, que trazem inúmeros benefícios para a saúde. Confira quais os principais:

Antioxidante

A couve é conhecida por fazer uma limpeza no organismo, eliminando agentes indesejados que podem atrapalhar o funcionamento do organismo.

Seus compostos fenólicos  retardam a velocidade da oxidação, inibindo os radicais livres e prevenindo, assim, o envelhecimento precoce e algumas doenças.

Estudos recentes mostram que o consumo regular de vegetais verdes, caso da couve, também pode evitar o envelhecimento precoce do cérebro, mantendo-o saudável e em pleno funcionamento.

É boa para os ossos

A presença da vitamina K na composição da couve ajuda na absorção do cálcio pelo organismo, fazendo com que a massa óssea seja beneficiada. Dessa forma, a ingestão regular da couve-manteiga reduz o risco de problemas de saúde, como a osteoporose.

Rica em fibras

As fibras auxiliam em vários processos no organismo, como:

  • melhoram o funcionamento do intestino
  • reduzem o colesterol sanguíneo
  • diminuem a glicemia
  • promovem saciedade

Lembrando que é preciso que o consumo de fibras esteja aliado com uma adequada ingestão de água.

Promove sensação de bem-estar

O magnésio presente na folha atua nos neurotransmissores, trazendo aquela sensação de bem-estar e afastando o estresse. Além disso, conta com uma substância conhecida como colina, que previne a depressão, pois induz a produção dos hormônios serotonina, dopamina e norepinefrina, que estão diretamente ligados à sensação de bem-estar.

Evita a anemia

A couve-manteiga é um excelente alimento contra a anemia provocada pela baixa quantidade de ferro no organismo. Além disso, a folha é rica em vitamina C, que ajuda na absorção do ferro de origem vegetal.

Auxilia na perda de peso

A couve-manteiga possui fibras e antioxidantes, além de ter baixo teor calórico. Por conta disso, a folha promove saciedade, evita a fome, ajuda o intestino a funcionar bem e proporciona uma limpeza no corpo para ajudar a eliminar e evitar o acúmulo de gordura, evitando, também, o surgimento de celulites.

É claro que, neste caso, o consumo da couve-manteiga deve estar aliado a uma alimentação equilibrada e à prática de atividades físicas.

Protege contra doenças

A potente combinação de vitaminas e minerais torna o vegetal uma importante arma contra diversas doenças degenerativas e no combate a úlceras gástricas.

 

Couve-manteiga

Tabela nutricional da couve-manteiga

Os valores nutricionais para uma porção de 100 gramas de couve-manteiga crua são de:

Como consumir?

Couve-manteiga

Para aproveitar todos os benefícios do vegetal, basta incluí-lo na sua dieta, em sopas, caldos, saladas e sucos.  A vantagem da couve é que ela é muito fácil de ser preparada, mas é preciso alguns cuidados. Quando expostas a altas temperaturas, alguns dos nutrientes da couve perdem as propriedades, por isso, de preferência para o uso da folha fresca.

Na hora de comprar, opte pelas folhas mais verdes, evitando as queimadas pelo sol ou comidas por bichos. Observe, também, se elas estão firmes e lisas.

Para conservar as folhas da couve fresquinhas, lave-as bem, seque-as com a ajuda de um papel toalha, envolva-as em um novo papel toalha e guarde-as em um saco de plástico hermeticamente fechado, ou em um recipiente de plástico bem tampado.

Esses cuidados simples ajudam a conservar todos os nutrientes do vegetal até a hora de ele ser consumido, principalmente se for em saladas cruas.

Contraindicações

Couve-manteiga

O consumo exagerado de couve-manteiga pode provocar flatulência. Além disso, o alimento deve ser evitado por indivíduos que sofrem de distúrbios da glândula tireoide.

Ainda, deve ser consumida com muita cautela por quem sofre de cálculos renais e por quem faz uso de coagulantes.


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário