Como tomar sibutramina? Quem pode tomar?

Está procurando formas de emagrecer e quer saber como tomar sibutramina? Entõa, confira este conteúdo que preparamos para você, só no Quero Viver Bem!

Inicialmente deve-se tomar uma cápsula por dia. Caso não tenha resultados satisfatórios em um mês, é preciso aumentar a dose. E, se mesmo assim não funcionar, o tratamento deve ser suspenso.

O que é sibutramina?

Usado para tratar a obesidade, o cloridrato de sibutramina deve ser ingerido por pacientes com IMC acima de 30mg/m². O objetivo desse remédio é proporcionar maior sensação de saciedade, consequentemente, fazendo com que a pessoa coma menos.

Esse medicamento também tem outra função: fazer com que o metabolismo continue acelerado, o que promove o gasto calórico e ajuda a emagrecer. No entanto, o tratamento com a sibutramina não deve passar dos 2 anos.

Este é um remédio forte que deve ser prescrito por um médico, já que há alguns efeitos colaterais que podem ser observados ao ingeri-lo.

Sibutramina

[CONFIRA TAMBÉM: SIBUTRAMINA EMAGRECE?]

Efeitos colaterais da sibutramina

Os efeitos colaterais são bem parecidos com os de antidepressivos. É comum pacientes relatarem prisão de ventre, boca seca, insônia, aumento da frequência cardíaca, palpitações, aumento da pressão arterial, vasodilatação, náuseas, delírios, tonturas entre outros sintomas.

O uso frequente pode acarretar em um ou mais desses efeitos, também podendo incluir formigamento, sensação de frio ou calor, dores de cabeça, sintomas de ansiedade, suor intenso e até mesmo alterações no paladar.

Quem pode tomar sibutramina?

Por ser um medicamento usado no tratamento da obesidade, deve ser usado por pacientes obesos, sempre com prescrição médica.

Em alguns casos, o uso é contraindicado, por exemplo, em pacientes com histórico de diabetes tipo 2 e pacientes com problemas cardíacos.

Pessoas que sofrem com distúrbios alimentares também não devem tomar sibutramina, como é o caso de pacientes com anorexia ou bulimia. Fumantes e pessoas que já fazem uso de outros remédios controlados também devem evitar.

Crianças, adolescentes, idosos com mais de 65 anos, gestantes e lactantes também devem evitar esse medicamento.


Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário