Como Melhorar o Condicionamento Físico? Dicas Que Vão Te Ajudar Muito

Você está preparando uma rotina de exercícios e quer melhorar o seu condicionamento físico? Confira dicas de um profissional, aqui no Quero Viver Bem!

As últimas décadas foram marcadas por um aumento considerável de informações e correlação entre atividade física e a promoção de saúde. Muitos estudos e diversas pesquisas foram realizadas, a fim de comprovar os benefícios de se ter um bom condicionamento para a prevenção e até para o tratamento de doenças.

Ter um bom condicionamento físico é manter o seu corpo apto para realizar tarefas motoras específicas. É ser capaz de se manter equilibrado no desenvolvimento de todas as capacidades que estão relacionadas à condição física, que são a flexibilidade, a resistência cardiorrespiratória e muscular e a força.

Dessa forma, podemos afirmar que o condicionamento físico é o estado fisiológico contrário ao sedentarismo. E como o conceito sedentarismo tem sido muito questionado ao longo dos últimos anos, não tem como não citar a importância de se aprimorar o condicionamento físico em prol de uma melhor qualidade de vida.

As pessoas, de maneira geral, estão cada vez mais preocupadas em se exercitar e fugir dessa estatística negativa de sedentários, no Brasil e no mundo. Depois de tantos estudos comprovando os malefícios de manter uma vida sedentária e dos muitos benefícios de ter uma vida ativa fisicamente, é hora de deixar a preguiça de lado e buscar melhorar o condicionamento físico, com algumas dicas que serão de grande ajuda e incentivo.

Mas, antes de aprendermos tudo sobre o assunto, aqui no Quero Viver Bem, vamos conhecer – ou, para aqueles que já sabem, vamos relembrar – os benefícios de se manter bem condicionado fisicamente.

Benefícios do Condicionamento Físico

De maneira geral, todos nós sabemos que é importante ter um bom condicionamento físico, ter uma vida ativa. Sabemos, ainda, que essa prática faz bem para a nossa saúde metal e física. Mas, será que sabemos os verdadeiros benefícios dela? Abaixo, confira alguns dos principais benefícios de ter um bom condicionamento físico.

1- Manter o Peso Ideal

As atividades voltadas ao ganho de condicionamento físico promovem uma aceleração no metabolismo e intensificam o gasto energético – com tudo isso, elas também gastam calorias e auxiliam na perda e no controle do peso corporal. Nas pequenas atitudes do dia a dia, conseguimos ter uma vida mais ativa, como optar por subir e descer escadas ao invés de sempre usar o elevador e realizar trajetos a pé ao invés de sempre pegar o carro.

2- Dormir Melhor

Estudos recentes evidenciam a importância de boas noites de sono para manter uma vida mental e física de qualidade. E a qualidade do sono daquelas pessoas que se preocupam em manter um bom condicionamento físico vem se provando ser melhor do que as de pessoas sedentárias.

[CONFIRA TAMBÉM: TREINAR CANSADO – VALE A PENA?]

Entretanto, é importante saber os horários certos de realizar as atividades físicas, para que o efeito não seja o contrário. Evite realizar exercícios próximo da hora de dormir. Os melhores horários são pela manhã, à tarde ou, pelo menos, 3 horas antes de se deitar.

3- Prevenir e tratar doenças

Estima-se que cerca de 75% dos casos de doenças, como diabetes, hipertensão arterial, doenças cardíacas e coronarianas, níveis altos de triglicerídeos e do mau colesterol (LDL) e níveis baixos do bom colesterol (HDL), estão associados aos maus hábitos alimentares e à inatividade física. E essas são importantes causas de mortalidade entre adultos e idosos.

[CONFIRA TAMBÉM: O QUE COMER DEPOIS DO TREINO?]

Com a manutenção de bons níveis de condicionamento físico, nosso corpo trabalha positivamente, diminuindo as incidências de doenças crônicas, melhorando o fluxo sanguíneo e diminuindo as taxas de triglicerídeos e colesterol ruim.

Estudos realizados para diferenciar indivíduos sedentários de indivíduos ativos comprovaram tais benefícios para a prevenção e o tratamento de doenças, citando até benefícios para doenças como câncer e depressão.

4- Melhorar os Fatores Psicológicos

Mau humor, ansiedade, depressão e tristeza são exemplos de fatores psicológicos que podem ser reduzidos com o ganho do condicionamento físico. Isso se deve pelo fato de que o exercício físico faz aumentar os níveis de neurotransmissores, que são a noradrenalina e a serotonina – auxiliares da melhora do humor -, além de liberar a famosa endorfina, um neurotransmissor que, quando ativado, dá a sensação de prazer e bem-estar, reduzindo a tensão e o estrese.

Com isso, a atividade física e o bom condicionamento físico estão diretamente associados a um bem-estar psicológico, servindo, assim, como preventivos e até tratamentos para os problemas psicológicos que atingem cada vez um número maior de pessoas no mundo.

Esses são só alguns exemplos de muitos dos benefícios que podemos receber com a melhora do condicionamento físico. Outros tantos, também de grande importância, são facilmente vistos com o início de uma prática regular para um bom condicionamento.

Dicas Para Melhorar O Condicionamento Físico

– Escolha uma atividade física que você goste de praticar e pratique-a regularmente, por, pelo menos, duas vezes na semana.

– Opte por atividades intensas, se seu problema for a falta de tempo. As atividades físicas de alta intensidade têm uma duração mais curta, são treinos rápidos, mas que mesmo assim são muito eficazes, gastam caloria e melhoram o condicionamento físico [Já falamos, aqui no Quero Viver Bem, sobre os exercícios de alta intensidade].

– Tenha uma rotina mais ativa. Opte por subir e descer escadas (ao invés de sempre usar o elevador); vá à padaria, ao mercado e a outros destinos próximos à sua casa a pé (evite sair de carro até nos trajetos curtos). Essas pequenas atividades já ajudarão a melhorar seu nível de condicionamento físico.

– Programe uma lista de exercícios completa. Opte por exercícios aeróbicos (como corrida, caminhada e andar de bicicleta), mas também lembre dos exercícios de força, os de flexibilidade e os alongamentos. Uma rotina completa, mesmo que alternada por dia ou por semana, impulsionará seus resultados quanto ao ganho de condicionamento físico.

– Alimente-se bem. Não esqueça que a alimentação é a chave para o sucesso nas atividades físicas e no aumento do condicionamento físico. É importante estar bem alimentado para ter treinos eficazes. E mais importante ainda é saber como se alimentar e o que ingerir para que a nutrição te ajude, e não o contrário. Fibras, proteínas e carboidratos são muito importantes numa alimentação balanceada.

[LEIA, TAMBÉM, O CONTEÚDO SOBRE ALIMENTAÇÃO E TREINO]

– Tome água. A hidratação é fundamental para manter o organismo funcionando corretamente, principalmente para os praticantes de atividade física.

beneficios de tomar agua

– Durma bem. O descanso e o sono são muito importantes. Dormir bem e descansar o corpo são fundamentais para potencializar o condicionamento físico. O descanso é tão importante quanto o exercício.

[CONFIRA TAMBÉM: 5 HÁBITOS PARA DORMIR MELHOR]

– Procure o auxílio de profissionais da área da saúde. Eu sempre falo isso por aqui, mas nunca é demais. É de extrema importância ter a supervisão de profissionais da saúde para te ajudar nesse processo de mudança de hábitos. Fazer uma avaliação médica antes de iniciar os exercícios, consultar um nutricionista, para te dar dicas de alimentação, e um professor de educação física, para ajudar na rotina de treinos, é fundamental.


Referências utilizadas neste conteúdo:

Atividade física para prevenção e tratamento das doenças crônicas não transmissíveis e da incapacidade funcional. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732009000600015&lng=en&nrm=iso&tlng=pt

Aspectos fisiológicos e metodológicos do condicionamento físico na promoção da saúde. Disponível em: http://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/503/506

Exercício físico e sua relação com a saúde, prevenção e tratamento de doenças crônicas não transmissíveis. Disponível em: https://www.efdeportes.com/efd173/exercicio-fisico-e-sua-relacao-com-a-saude.htm

Efetividade de um programa de exercícios no condicionamento físico, perfil metabólico e pressão arterial de pacientes hipertensos. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbme/v13n2/08.pdf


Este texto foi revisado pelo Profissional: Marlise Carvalho (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário