Como evitar problemas femininos com a ajuda da alimentação?

Você sabia que a sua alimentação pode influenciar em problemas muito específicos? Descubra aqui como evitar problemas femininos com a ajuda da alimentação!

Ter uma alimentação saudável é importante para todos, em todas as fases da vida. Por meio dela, é possível ter mais saúde, disposição e qualidade de vida. Mas, você sabia que homens e mulheres têm necessidades diferentes?

Segundo pesquisas, devido às diferenças anatômicas e funcionais no corpo de homens e mulheres, o sexo feminino precisa de mais nutrientes do que o sexo masculino para manter o bem-estar. Pensando nisso, preparamos uma lista de 7 alimentos importantes para a saúde da mulher, que podem evitar o surgimento de problemas. Confira mais só aqui, no Quero Viver Bem! 

Soja

Soja

A soja possui uma substância chamada isoflavona, um fitoestrógeno que se comporta como estrogênio no organismo feminino. Dessa forma, quando esse hormônio está em baixa (como na menopausa), consumir a soja pode ser uma forma de reposição hormonal natural, evitando problemas como os “calorões”.

Contudo, seu consumo deve ser moderado para que não haja desequilíbrio hormonal.

Cálcio

cálcio

A partir dos 30 anos, as mulheres começam a perder cálcio por pele, cabelo, unhas, suor, urina e secreções digestivas. Com a chegada da terceira idade, o risco de aparecimento de osteoporose e de fraturas é maior. Além disso, a baixa presença desse mineral no organismo também pode comprometer outras funções vitais.

Recomenda-se o consumo de 1000mg de cálcio por dia. Para atingir esse valor, basta consumir 3 porções de laticínios diariamente ou outros alimentos ricos em cálcio, como soja, gergelim, brócolis.

Ferro

alimentos ricos em ferro

O ferro é outro nutriente importante para todos os seres humanos, contudo, as mulheres precisam consumi-lo em uma quantidade um pouco maior, devido à perda de sangue pela menstruação, que elimina o ferro.

Alimentos fontes de ferro são: carnes, feijões, vegetais verde-escuros.

Recomenda-se o consumo de alimentos ricos em ferro juntamente com alimentos ricos em vitamina C (laranja, limão, abacaxi, acerola, morango) para uma maior absorção. Já o cálcio impede que o ferro seja absorvido, por isso evite consumi-los na mesma refeição.

Fibras

alimentos ricos em fibras

Devido às alterações hormonais e psicológicas, as mulheres sofrem muito mais com a constipação (intestino preso) do que os homens. Para reverter esse quadro, é preciso investir em uma alimentação rica em fibras, que auxiliam o trânsito intestinal.

Alimentos ricos em fibras são: aveia, linhaça, chia, grãos integrais, frutas com casca, verduras e legumes.

Laticínios

dieta do leite cardápio

Além do cálcio, já explicado anteriormente, os laticínios são as principais fontes de ácido linoleico conjugado (CLA). De acordo com estudos, o CLA evita o aparecimento de câncer de mama, pois reduz a proliferação celular, altera os componentes do ciclo celular e inibe a apoptose.

O CLA também estimula o sistema imunológico, o que fortalece o organismo, deixando-o menos suscetível a doenças.

Ácido fólico

acido-folico-alimentos

Essa vitamina do complexo B é muito importante antes e durante a gestação, pois é fundamental para a formação do tubo neural do bebê, que dará origem ao cérebro e à medula espinhal.

Alimentos ricos em ácido fólico são: feijão, lentilha, espinafre, fígado.

Grávidas ou que desejam engravidar devem atentar-se ao correto consumo desse nutriente, por meio da ingestão dos alimentos citados acima ou da suplementação, que somente deve ser feita se orientada pelo médico.

Frutas

frutas-img

 

As frutas são ricas em diversos nutrientes, como vitaminas, minerais e fibras, que fazem bem ao organismo de todas as pessoas. Especificamente para as mulheres, as frutas são boas porque possuem algumas funções interessantes, como:

  • Prevenir o envelhecimento precoce, evitando as rugas, por possuírem antioxidantes,;
  • Melhorar o aspecto da pele, do cabelo e das unhas;
  • Eliminar a vontade de comer doce, principalmente na TPM, por terem sabor adocicado;
  • Facilitar o trânsito intestinal, pois possuem muitas fibras;
  • Hidratar o corpo e melhorar a circulação, evitando a celulite, devido ao fato de serem ricas em água;
  • Prevenir o ganho de peso, por conter baixas em calorias.

Outras dicas de alimentação para mulheres

Frutas que prendem o intestino2

Além dos alimentos citados acima, é possível adquirir algumas práticas para que as mulheres tenham uma saúde de ferro e evitem diversas doenças. Tenha atenção a:

  • Beber bastante água ao longo do dia;
  • Consumir, pelo menos, 2 frutas diferentes por dia;
  • Alimentar-se com mais vegetais, incluindo verduras e legumes crus e cozidos no almoço e no jantar ou em qualquer refeição;
  • Evitar o alto consumo de carboidratos simples (açúcares, pães, bolos, massas) que, além de causarem aumento de peso, podem ocasionar diabetes, dislipidemias e ovários policísticos;
  • Preferir os carboidratos complexos, como grãos integrais e tubérculos (batatas, aipim, inhame);
  • Consumir peixes, ao menos, 2 vezes por semana;
  • Comer diariamente uma porção pequena de oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas), pois elas contêm nutrientes importantes para o fortalecimento de cabelo, pele e unhas;
  • Evitar frituras e produtos industrializados;
  • Tomar chás calmantes, principalmente na TPM, como camomila, maracujá, erva-doce;
  • Consumir alimentos ricos em triptofano, pois promovem o bem-estar (chocolate amargo, banana, nozes);
  • Ficar longe de alimentos que deixem a mulher mais agitada, como café, açúcar e bebidas alcoólicas;
  • Praticar alguma atividade física regularmente.

Todas as pessoas devem ter uma vida saudável, porém as mulheres passam por fases diferentes, como gravidez, menopausa e TPM, que necessitam de cuidados especiais. Consulte médicos e especialistas regularmente para manter a saúde em dia!


Este texto foi revisado pelo Profissional: Thais Karpowiski (conheça mais sobre ele(a) clicando no link)

Ajude a melhorar ainda mais o site, avalie:

Sua avaliação servirá para que tenhamos uma noção da qualidade dos nossos conteúdos. Além de marcar a quantidade de estrelas que esse conteúdo merece, não esqueça de deixar seu comentário.

Deixe um Comentário